Últimas

Quarta-Feira, 09 de Maio de 2007, 08h:33 | Atualizado: 26/12/2010, 12h:15

Artigo

Bem-vindo, Bento 16!

      "O papa vem para dizer-nos que o amor inspirado em Jesus Cristo é caminho para a realização dos anseios de justiça, solidariedade e paz". É o que comenta o arcebispo de Aparecida (SP), dom Raymundo Damasceno Assis, em artigo na Folha de S. Paulo desta quarta (9). Confira reprodução abaixo.

    Hoje, sua Santidade, o papa Bento 16, chega ao Brasil para inaugurar a 5ª Conferência Geral do Episcopado da América Latina e do Caribe. É o segundo papa que o Brasil terá a honra e a alegria de receber.
    Quem é Bento 16, o homem que assumiu o serviço de pastor da Igreja Católica? Joseph Ratzinger é seu nome de batismo. Nasceu em 16 de abril de 1927, na cidade de Marktl am Inn, no sul da Alemanha. Seu pai era comissário de polícia; sua mãe, cozinheira de um hotel. Ratzinger enfrentou tempos difíceis na juventude, sobretudo no período da Segunda Guerra Mundial, quando o regime nazista dominava a Alemanha e alimentava um clima de hostilidade contra a Igreja Católica.
    O jovem Joseph presenciou atos de horror praticados contra os opositores do regime e chegou a ser convocado, no final da guerra, para prestar serviços auxiliares antiaéreos. Nessa situação difícil, descobriu a beleza e a verdade da fé em Jesus Cristo, experiência que o marcará por toda a vida.
    A ordenação sacerdotal, ele a recebeu em 1951. Participou, como consultor teológico do cardeal de Colônia, Joseph Frings, do Concílio Vaticano 2º (1962-65) e prestou notável contribuição àquela assembléia episcopal. Foi ordenado bispo em 1977, ano em que o papa Paulo 6º o nomeou arcebispo e cardeal de Munique.
    Em 19 de abril de 2005, em um dos conclaves mais breves da história da igreja, foi eleito papa pelo colégio dos cardeais, no quarto escrutínio. É o 265º sucessor de Pedro na cátedra de Roma. Ao apresentar-se à multidão reunida na praça de São Pedro, no dia de sua eleição, Bento 16 se definiu como "um simples e humilde trabalhador da vinha do Senhor".
    Quando escolheu Pedro para ser chefe dos apóstolos, isto é, o primeiro papa, Jesus lhe dirigiu estas palavras: "Tu és Pedro e sobre esta pedra edificarei minha igreja" (Mt 16,18).
    Essas mesmas palavras, ditas ao humilde pescador da Galiléia no lago de Tiberíades, foram repetidas por Jesus a Bento 16 no momento em que o colégio dos cardeais o elegeu papa e ele aceitou a indicação.
    Para a igreja, Pedro é, hoje, Bento 16. Como Pedro nos tempos apostólicos, ele preside a igreja no serviço e na caridade e é o princípio e o fundamento visível da unidade da fé.
    Nos dois primeiros anos de pontificado -que agora se completam-, Bento 16 já deu à igreja e à humanidade dois documentos doutrinais e pastorais de grande destaque: a Carta Encíclica "Deus é Amor" e a exortação apostólica pós-sinodal "A Eucaristia, Sacramento da Caridade".
    O tema da primeira Carta Encíclica é o amor, centro da vida cristã e que, no dizer de Bento 16, "se torna o critério para a decisão definitiva sobre o valor ou a inutilidade duma vida humana" (nº 15). Por ser documento inaugural do governo de Bento 16, define a linha de seu pensamento, bem como, por conseqüência, determina os contornos do pontificado.
    O amor é, por sinal, no dizer do cardeal Angelo Scola, um dos temas cruciais no qual se joga o futuro da igreja e da humanidade.
    De fato, conforme escreveu Bento 16 na Carta Encíclica antes mencionada (nº 2), "o termo "amor" se tornou hoje uma das palavras mais usadas e mesmo abusadas, à qual associamos significados completamente diferentes". Na encíclica, o papa discorre sobre o tema de maneira profunda e remove os equívocos existentes sobre o assunto, demonstrando que as duas dimensões do amor, eros e ágape, longe de se contraporem, se iluminam reciprocamente. Para ser verdadeiro, o amor deve ser capaz de se doar até o sacrifício da própria vida.
    Bento 16, como pastor da igreja, vem ao Brasil para testemunhar pessoalmente seu amor por nosso povo. Vem ao encontro da expressiva parcela do rebanho de Cristo que se encontra na América Latina, particularmente no Brasil, em obediência à missão que Jesus conferiu a Pedro e aos seus sucessores: "Apascenta os meus cordeiros... apascenta as minhas ovelhas" (Jo 21, 15-16).
    O papa vem até nós, enfim, para nos confirmar na fé em Jesus Cristo. Vem para dizer-nos que o amor inspirado em Jesus Cristo crucificado e transformado em obras em favor dos mais pobres é caminho para a realização, na América Latina e no Brasil, dos profundos anseios de justiça, de solidariedade e de paz.

Dom Raymundo Damasceno Assis é arcebispo de Aparecida (SP), anfitrião do papa no Brasil, foi secretário-geral do Conselho Episcopal Latino-Americano (91/95) e secretário-geral da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (95/98 e 1999/2003)

Postar um novo comentário

Comentários

  • Comente esta notícia

Recuo do DEM e agora no Republicano

gabriel guilherme 400 curtinha   O DEM terá de excluir da lista de pré-candidatos a vereador pela Capital o nome do jovem Gabriel Guilherme (foto), de 22 anos. Ele optou por se filiar ao Republicano. Lotado na Assembleia como assistente da Secretaria de Orçamento e Finanças e filho do ortopedista Paulo Fonseca...

Galvan vai deixar PDT e ir pra o PRTB

antonio galvan 400 curtinha   Embora não tenha perdido de vistas o Aliança pelo Brasil, partido que está sendo criado por Bolsonaro, Antonio Galvan (foto), presidente da Aprosoja e que acabou levado à frigideira dentro do PDT em meio ao embate por tentativa de candidatura ao Senado, se mostra disposto a ingressar no...

"Pátio igual gato, comendo e miando"

jose medeiros 400 curtinha   O deputado José Medeiros (Podemos), vice-líder do Governo Bolsonaro na Câmara, disse que o prefeito Zé do Pátio, de Rondonópolis, está parecendo gato, comendo e miando, pois recebe recursos federais, inclusive de programas habitacionais e, mesmo assim, ainda alardeia nos...

Adair lançará ex-vice em Alto Paraguai

adair 400 curtinha   O ex-prefeito de Alto Paraguai, advogado emedebista Adair José Alves Moreira (foto), não vai disputar novamente, apesar da insistência do seu grupo. A tendência é de apoiar o seu ex-vice Luiz Figueiredo, com quem administrou a cidade de 2013 a 2016. Luiz também é do MDB e...

Deputado bolsonarista critica prefeito

claudinei deputado curtinha 400   O deputado Claudinei Lopes (foto), morador em Rondonópolis, ficou na bronca com o discurso populista do prefeito Zé do Pátio, para quem o povo nordestino votou em massa no PT e que não tem conseguido construir mais casas populares porque, diferente dos governos petistas, o presidente...

Sem Senado e tudo pela Mesa da AL

max russi curtinha 400   Presidente regional do PSB-MT, o deputado Max Russi (foto) tem participado das discussões para definição de candidaturas ao Senado, na suplementar de abril, mas não mais como pré-candidato. Seu desafio é outro. A prioridade é a busca da reeleição como...

MAIS LIDAS

ENQUETE

facebook whatsapp twitter email

Na sua opinião, como está indo o Governo Bolsonaro...

excelente

bom

razoável

ruim

péssimo

não sei

Não se trata de pesquisa eleitoral, mas de um mero levantamento de opiniões de leitores do RDNews e do Blog do Romilson, com participação espontânea dos internautas. Resultado sem valor científico.