Últimas

Sexta-Feira, 09 de Outubro de 2009, 10h:40 | Atualizado: 26/12/2010, 12h:24

RUMO A 2010

Bezerra diz que Jayme está fora e vê Pagot insignificante

   O cacique do PMDB no Estado, deputado federal Carlos Bezerra, revelou nesta sexta (9) que o senador Jayme Campos (DEM) não será candidato em 2010. Segundo ele, essa afirmação partiu do próprio democrata. “Ele (Jayme) me disse que não é candidato ao governo. Isso já está definido”, diz Bezerra, em entrevista ao Cidade Independente, programa de entrevistas da rádio Cidade FM, apresentado por Edivaldo Ribeiro.

   Bezerra garante que o democrata só não apóia a candidatura do PMDB, liderada pelo vice-governador Silval Barbosa, devido à aliança com o PR. “Ainda nesta conversa, Jayme me disse que não vai com nenhum candidato da turma da botina”, diz o peemedebista, numa referência aos constantes embates entre o cacique do DEM e a cúpula do PR do governador Blairo Maggi. Jayme reclama do que define como falta de espaço dentro do governo e, internamente, tem instigado o DEM a romper com o Palácio Paiaguás e se coligar com o tucanato, que aposta na candidatura a governador do prefeito cuiabano Wilson Santos.

   Apesar da posição de Jayme de não concorrer para governador, Bezerra não descarta uma aliança com os democratas. “Podemos reverter isso. Algumas lideranças do DEM gostam muito do Silval. Tudo pode acontecer”, avalia. Ao ser perguntado sobre um possível rompimento com o PR e eventual composição com o PSDB, Bezerra disse não acreditar nessa possibilidade, a menos que haja uma determinação da Executiva Nacional. “Se o PMDB nacional tiver uma postura diferente, podemos até apoiar o PSDB. Caso contrário, não!”. Ele aproveitou a discussão para lembrar da desastrosa aliança do seu PMDB com o então adversário ferrenho PFL (hoje DEM), em 98, quando disputou sem êxito uma cadeira de senador e, Júlio Campos, a governador. Os dois "morreram abraçados" nas urnas. “Eu engoli uma candidatura ao Senado porque a Executiva Nacional pediu. Fechei o nariz e fui. Fazer o quê?”, irozinou.

   Carlos Bezerra reafirmou que a sigla não abre mão da candidatura do vice Silval Barbosa à sucessão do governador Blairo Maggi. “Nós o escolhemos e vamos com ele até o final, independentemente de qualquer coisa”, disse Bezerra. Ele fez questão de frisar que a decisão foi de todos os militantes peemedebistas. “Já colocamos todos os militantes na rua e todos aderiram ao nome de Silval”. 

   Durante o programa, Edvaldo Ribeiro repercutiu as pesquisas do instituto Mark, divulgadas no RDNews e que apontam Silval em vantagem nas intenções de voto em Guarantã do Norte, um dos municípios do Nortão. “Não é só no Nortão não. Ele (Silval) cresceu violentamente em todo o Estado”, garante Bezerra. Ele destaca que o PMDB quer voltar ao poder para que as políticas públicas sociais sejam retomadas.

     Pretensão

   Apesar de afirmar que Silval tem seu apoio incondicional na corrida à sucessão estadual, o deputado federal revela que sonha em ser governador. “Se dissesse que não quero voltar a ser governador estaria mentindo. Seria uma boa oportunidade para eu fechar a minha carreira política com chave de ouro”. Perguntado sobre a relação com o PR e a resistência de algumas lideranças republicanas ao nome de Silval, o deputado argumenta que, mesmo sem apoio do PR, o partido levará a candidatura de Silval ao governo. Ele pondera que Silval tem pouca resistência dentro do partido do governador.  “Uma minoria do PR é contra, são pessoas insignificantes, mas quem tem voto mesmo apóia o Silval”, disse numa referência ao diretor-geral do Dnit Luiz Antonio Pagot.(Patrícia Sanches)

Postar um novo comentário

Comentários (11)

  • Jotão | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Jotinha, por favor, tenha santa paciência: Carlos Avalone - Deputado Estadual é brincadeira né?? O cara deu o maior golpe no PAC e a PF vai prende-lo de novo e vc ainda diz que em ROO ele vai ser bem votado. Pode parar... menos...

  • joão da silva | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Esta na hora deste (ditador) do PMDB, sair da vida publica, ele comanda o partido a mais de 10 anos e não abre o a liderança partidaria para ninguém. o Dep. Daltinho aqui em Barra é outro coronelzinho, que não ganha nem para dirigente de quarteirão.
    o Bezerra é igual aos outros politicos carra de pau que acha que não existe outras liderança ao lançar sua incompetente esposinha Tetezinha a deputada estadual.

  • Carlos | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Dizer besteira, agora todos pode dizer; quero ver no dia da eleição!

    aonde já se viu Carlos Avalone Deputado Estadual!!!!

  • jotaaaao | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Vetado por conter expressões agressivas, ofensas e/ou denúncias sem provas.
    Queira, por gentileza, refazer o seu comentário.

  • Sueli | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Nossa!!!
    Que combinação!!!
    Nota 0(ZERO)
    Prá mim esse cara não entende nada de política nem de como se vestir

  • luiz fernado | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Os cidadãos de boa índole se deparam com este sujeito que ainda consegue se eleger a um cargo público, graças a grande massa de eleitores ignorantes. Esse bezerra fez e faz fortuna com a politica e continua ai, se tivéssemos uma legislação mais séria com certeza este sujeito não estaria ai a solta!

  • ana luiza medeiros | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Sei lá, será que o bezerra andou fazendo plástica? Tem alguma coisa estranha no seu visual, não? Tá tão estranho. Deve ser para ganhar os votos das eleitoras.

  • JOÃO GALDINO DE MEDEIROS | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Deputado! Chave de ouro não seria, apenas, uma questão de semântica? A verdadeira razão não seria: A chave onde está o ouro?. Qual memória, como sexagenário que somos, é mais curta? A minha ou a sua?

  • jotinha | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Bezerra a maioria do pessoal do PR não vota no Silval, aqui em Rondonópolis é zé do pátioé Wilson Santos e pronto.

  • Van Hausen | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    O VÉI TÁ BRABO, OU É TUDO ENCENAÇÃO DE OPORTUNIDADE?...

PTB perdeu uns, mas ganhou outros

emanuelzinho 400   Em Várzea Grande, enquanto alguns militantes do PTB, puxados pelo secretário jaymista Silvio Fidelis foram para os braços do candidato a prefeito Kalil Baracat (MDB), que tem Hazama (DEM) de vice, militantes de outras legendas decidiram abraçar a candidatura do petebista Emanuelzinho (foto). São...

PT de Cuiabá passivo; ROO, autêntico

kleber amorim 400 curtinha   O PT de Rondonópolis se organizou melhor, mobilizou a militância, se tornando mais autêntico do que o núcleo petista de Cuiabá. Para se ter ideia, o partido, numa posição de coragem e levando preocupação ao prefeito Zé do Pátio, que tinha...

DEM é "suprapartidário" em Cuiabá

wilson santos, 400 curtinha   Para uns, o DEM de Cuiabá se tornou "suprapartidário". Para outros, um partido de aluguel. Além de não ter cabeça de chapa para prefeito, o partido do governador Mauro e dos irmãos Júlio e Jayme Campos enfrenta uma situação inusitada de concorrentes...

Diretório do Podemos-VG dissolvido

mara podemos curtinha 400   A direção estadual do Podemos, sob o deputado José Medeiros, destituiu o diretório municipal de Várzea Grande e anulou o encaminhamento para apoio a Kalil Baracat a prefeito. Agora sob comando provisório da professora Wilcimara Carnelós, a Mara (foto), que está na...

Silvio provoca debandada no PTB-VG

silvio fidelis 400 curtinha   Silvio Fidélis (foto), afilhado político de Chico Galindo e que se tornou fiel escudeiro da prefeita várzea-grande Lucimar Campos, de cuja gestão é secretário de Educação, provocou debandada geral no PTB local. Inconformado com a decisão de Emanuelzinho de...

PTB tem 25 e deve eleger 2 à Câmara

misael galvao 400 curtinha   O PTB lançou 25 nomes a vereador em Cuiabá. E a tendência é de eleger entre um e dois. As maiores apostas são os seus próprios vereadores: Misael Galvão (foto) e Adevair Cabral, respectivamente, presidente e primeiro-secretário da Mesa Diretora da Câmara....

ENQUETE

facebook whatsapp twitter email

Você acha que o efeito-Bolsonaro terá impacto no resultado das eleições de novembro em MT?

sim - onda Bolsonaro continua

não - efeito não influencia mais

sei lá!

Não se trata de pesquisa eleitoral, mas de um mero levantamento de opiniões de leitores do RDNews e do Blog do Romilson, com participação espontânea dos internautas. Resultado sem valor científico.