Últimas

Quarta-Feira, 02 de Maio de 2007, 08h:23 | Atualizado: 26/12/2010, 12h:15

LEGISLATIVO

Bezerra é quem mais usa verba indenizatória

   O deputado Carlos Bezerra (PMDB) foi quem mais recebeu verba indenizatória em abril dos oito federais mato-grossenses. Foram R$ 14,4 mil. Cada parlamentar tem direito ao ressarcimento de até R$ 15 mil mensais. Trata-se de uma entre várias vantagens.

   Pedro Henry (PP), que conseguiu sobreviver ao mandato após acusação de envolvimento nos escândalos do mensalão e sanguessuga, vem em seguida, com recebimento de R$ 12,5 mil a título de verba indenizatória. O que menos consumiu foi o republicano Wellington Fagundes: R$ 1,2 mil.

   Os R$ 15 mil de verba indenizatória a que tem direito cada um dos 513 deputados federais devem ser aplicados na cobertura de aluguel, em despesas com tarifas de água, luz, telefone, locação de veículo e material de escritório. Eles podem utilizar o dinheiro também para pagar consultoria.

   Dos R$ 14,4 mil gastos em abril, Bezerra apontou R$ 6,9 mil de despesas com locomoção, hospedagem e alimentação e R$ 3 mil com trabalhos de consultoria e assessoria. Com combustíveis e lubrificantes diz ter gasto R$ 4,4 mil. Pedro Henry gastou R$ 5,4 mil com hospedagem e locomoção. Somente com combustíveis foram R$ 4,5 mil.

   O petista Carlos Abicail apresentou despesas e foi reembolsado em R$ 9,7 mil. As notas apontam consumo de R$ 3,7 mil com combustíveis e lubrificantes, R$ 3,8 mil com material de divulgação de sua atividade parlamentar e R$ 1,1 mil com aquisição de material de expediente.

   O deputado Valtenir Luiz Pereira (PSB) recebeu R$ 9,7 mil de verba indenizatória. Afirma ter consumido R$ 2,7 mil em aluguel de imóveis, R$ 2,3 mil em aquisição ou locação de software e serviços postais e R$ 2,5 mil em consultoria e pesquisas e trabalhos técnicos.

   A deputada Thelma de Oliveira (PSDB) não recebeu verba em abril por estar licenciada. Sua vaga é ocupada pelo empresário tucano Neri Geller. Homero Pereira (PR) foi reembolsado em R$ 2,7 mil. Sua maior despesa sobre verba indenizatória foi com combustíveis: R$ 1,6 mil. Fagundes recebeu R$ 1,2 mil por ter consumido R$ 590 com locomoção, hospedagem e alimentação, R$ 138 com combustíveis e R$ 350 com locação de móveis e equipamentos.

   O deputado Eliene Lima (PSB) recebeu R$ 8,6 mil. Afirma ter gasto R$ 4,5 mil com combustível, R$ 2,3 mil na compra de material de expediente e R$ 1,8 mil com consultorias.

  Privilégios

   Além da verba indenizatória de até R$ 15 mil, cada deputado tem direito a gastar mensalmente entre R$ 10 mil e R$ 17 mil de passagem aérea. O valor varia conforme a região de origem. No caso dos parlamentares mato-grossenses, o limite é até R$ 11 mil. O salário é de R$ 12,8 mil. O federal recebe ainda R$ 50,8 mil para contratar de cinco a 25 funcionários para atendimento em Brasília ou no Estado que representa. Esses servidores podem receber de um salário mínimo a R$ 8.080,00.

   O parlamentar que não optar pelo apartamento funcional, tem direito a receber auxílio-moradia de R$ 3 mil para aluguel ou, se preferir,  tem direito à quantia líquida de R$ 2,1 mil em dinheiro.

Postar um novo comentário

Comentários

  • Comente esta notícia

Eleição ao Senado junto com municipal

carlos favaro 400 curtinha   A eleição suplementar para uma vaga ao Senado deve ocorrer em MT junto com o pleito municipal, em 15 de novembro. A definição oficial partirá do TSE até o final deste mês. Em princípio, a suplementar estava marcada para abril, mas, por causa da pandemia, foi...

Wellington tem 47 lotados no Senado

wellington 400 curtinha   Com dois meses e meio na cadeira de senador, Carlos Fávaro tem hoje 18 assessores lotados no gabinete, muito aquém do quadro dos colegas Jayme Campos e Wellington Fagundes. O chefe de gabinete de Fávaro é o advogado Irajá Rezende de Lacerda, filho do primeiro-suplente Zé Lacerda....

Cáceres, lockdown e frases de alerta

francis maris 400 curtinha   Em Cáceres, o prefeito Francis Maris (foto) decretou lockdown desde a última segunda, dia 29, como forma de forçar os moradores a permanecer em casa para conter o avanço da Covid-19. Mas as medidas restritivas não estão surtindo tanto efeito na prática. Muitos continuam...

4 prefeitos de MT com coronavírus

luiz binotti 400 curtinha   Pelo menos quatro prefeitos em Mato Grosso já foram diagnosticados com Covid-19. O caso mais recente envolve Luiz Binotti (foto), de Lucas do Rio Verde. Ele aguarda resultado de exames, mas já se encontra em isolamento domiciliar. Com sintomas do novo coronavírus, Binotti decidiu ficar em casa. De um...

Forçando cuiabanos a ficar em casa

emanuel pinheiro 400 curtinha   Acuado por causa do avanço dos casos de Covid-19, o que tem provocado colapso na rede pública de saúde, principalmente em Cuiabá, o prefeito Emanuel Pinheiro (foto) decidiu adotar medidas mais restritivas para conter circulação e aglomerações de pessoas,...

Relação tensa e agora sem assessores

niuan ribeiro 400 curtinha   A relação política entre o prefeito Emanuel Pinheiro e o vice Niuan Ribeiro (foto), em Cuiabá, deve azedar ainda mais. Ambos estão rompidos politicamente desde o ano passado. Niuan, que atua no 6º andar do Palácio Alencastro de olho nas ações de Emanuel, que...

ENQUETE

facebook whatsapp twitter email

Até dezembro, o IFMT terá eleição para Reitoria. Quem você acha que será eleito dos candidatos abaixos?

Deiver Alessandro

Julio Santos

Nenhum deles

Não tenho ideia

Não se trata de pesquisa eleitoral, mas de um mero levantamento de opiniões de leitores do RDNews e do Blog do Romilson, com participação espontânea dos internautas. Resultado sem valor científico.