Últimas

Sexta-Feira, 06 de Abril de 2007, 01h:03 | Atualizado: 26/12/2010, 12h:15

ARTICULAÇÃO

Bezerra já admite disputar o governo do Estado

   Após duas derrotas e oito anos entregue ao ostracismo, o eterno presidente regional do PMDB, Carlos Bezerra, conquista cadeira de deputado federal, volta a ganhar espaço no cenário político e, nos bastidores, começa a fomentar a idéia de construir uma candidatura ao governo do Estado em 2010. Bezerra já comandou o Palácio Paiaguás na década de 80, após cumprir mandato de deputado estadual e de prefeito de Rondonópolis por dois mandatos. Depois de passar pelo governo, foi deputado federal, senador e, agora, está de volta à Câmara. Se elegeu no ano passado com 75.365 votos.

   A estratégia de Bezerra é investir, a partir de agora, em publicidade, algo que não deu tanta importância ao longo de sua trajetória política. Ele se mostra convicto e tenta convencer a todos com quem conversa sobre a tese, segundo a qual foi "um dos melhores governadores, principalmente na área social e na educação".

    A qualquer oportunidade para discorrer sobre sua administração, Bezerra faz questão de dizer que construiu 34 escolas técnicas e que hoje, segundo ele, estão sendo fechadas. "É inadmissível estudantes da zona rural acordar 5 horas para se deslocar à escola em ônibus velhos e sacolejando como se estivessem no globo da morte", comentou o parlamentar para um grupo de pessoas. Em seguida, declarou que está disposto a construir um projeto alternativo à sucessão do governador Blairo Maggi, de quem hoje é aliado.

   Antes de deflagar sua pré-candidatura, Bezerra pretende, estrategicamente, resgatar "conquistas" de seu governo, por meio da mídia, de informes publicitários e de propaganda do PMDB na TV. Se perceber alguma aceitação razoável, o dirigente peemedebista se lançará à corrida rumo ao Paiaguás.

    A maior rejeição do deputado está na Baixada Cuiabana. Para amenizar essa resistência, Bezerra resolveu "colar" no deputado populista e apresentador de TV, Walter Rabello. Ambos fazem "dobradinha" desde a campanha do ano passado. Agora, Bezerra passou a defendê-lo como candidato a prefeito da Capital para, depois, cobrar a retribuição.

Postar um novo comentário

Comentários (1)

  • Benedito Gonçalves | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Carlos Gomes Bezerra é sem dúvida uma grande e legitima liderança política, tendo vista um mandato de dep. federal e um de presidente regional de seu partido em exercício, o que de fato é questionável são as outras ditas lideranças de seu partido, que não conseguem convencê-lo de que a palavra Democracia existe inclusive no nome do partido.
    Realmente entender isso significa expor o teor dessa liderança.

Erros estratégicos e fim de mandato

niuan ribeiro 400   Niuan Ribeiro (foto) termina melancolicamente o mandato de vice-prefeito da Capital, marcado pela ambiguidade, erros estratégicos e vacilações. Logo no início da gestão, resolveu romper politicamente com o prefeito Emanuel, a quem passou a criticar, achando que se consolidaria como...

Retorno ao TCE ou cargo no governo

marcelo bussiki 400 curtinha   A partir de 1º de janeiro, com o fim do mandato de vereador pela Capital, Marcelo Bussiki (foto) retorna ao cargo efetivo de auditor do TCE-MT. Mas é possível que ele seja convidado por Mauro Mendes para compor o quadro de principais assessores do chefe do Executivo estadual. Bussiki foi...

DEM, bate-cabeça e plano B frustrado

fabinho garcia 400 curtinha   O ex-deputado federal e empresário Fábio Garcia (foto) acabou deixando o DEM órfão de candidatura a prefeito da Capital. Numa conversa com o governador Mauro, seu padrinho político, Fabinho o assegurou que iria sim disputar o Palácio Alencastro, mesmo pedindo trégua por...

Mauro sofre 2 derrotas para Emanuel

mauro mendes 400 curtinha   Mauro Mendes (foto), principal estrela do DEM em MT, acabou amargando duas derrotas em Cuiabá para o prefeito Emanuel, neste ano, embora não tenha sido candidato nas urnas. Em princípio, buscou candidatura própria com o seu partido, mas todos os nomes possíveis, como de Gilberto, Gallo,...

Três derrotas do marqueteiro Antero

antero de barros curtinha 400   O ex-senador, jornalista e marqueteiro Antero de Barros (foto) não levou sorte nas campanhas eleitorais as quais coordenou nestas eleições. Em Lucas do Rio Verde, empurrou à reeleição o prefeito Luiz Binotti que, mesmo com o poder da máquina, perdeu para o...

Lideranças jogaram duro contra EP

carlos favaro 400 curtinha   Emanuel Pinheiro teve uma reeleição sofrida em Cuiabá. Lutou contra os principais líderes políticos, que se juntaram em torno da candidatura de Abílio, uns publicamente, outros nos bastidores. O governador Mauro Mendes, por exemplo, jogou pesado para tentar derrotá-lo....

MAIS LIDAS