Últimas

Terça-Feira, 15 de Setembro de 2009, 08h:13 | Atualizado: 26/12/2010, 12h:24

RONDONÓPOLIS

Bezerra muda regra e tira aliada de Pátio da direção do PMDB

  Fernando Ordakowski
Clique na imagem para ampliação
Carlos Bezerra entra em ação em Rondonópolis, impõe regra para tirar influência do prefeito Zé do Pátio no comando do PMDB sob Terezinha e facilitar apoio da sigla à candidatura de Silval Barbosa ao governo

   Numa estratégia para tirar do prefeito Zé do Pátio o controle do diretório peemedebista de Rondonópolis, o presidente regional do partido, deputado federal Carlos Bezerra, inseriu numa das cláusulas da Resolução 106/2009 a proibição de presidentes de autarquias compor a Executiva. Com isso, a atual presidente e candidata à reeleição, Terezinha Silva Souza, fica impedida de continuar à frente do PMDB. Ela atuou como uma das principais coordenadoras da campanha vitoriosa de Pátio nas urnas do ano passado, inclusive como braço financeiro, e hoje preside o Serviço de Saneamento Ambiental de Rondonópolis (Sanear), autarquia que fatura mensalmente uma média de R$ 2 milhões com fornecimento de água e com taxas de rede de esgoto.

   A eleição para renovação do diretório acontece em 31 de outubro deste ano. A resolução é assinada por Bezerra e pelo secretário-geral Nico Baracat, derrotado em 2008 à Prefeitura de Várzea Grande. O estatuto nacional do PMDB, que serve de base para os estaduais na definição de regras internas, não exclui da Executiva do partido quem comanda autarquia. Mesmo assim, sob as ordens de Bezerra, a restrição foi imposta, o que deve provocar polêmica e mais distanciamento político entre o prefeito e o deputado federal.

   A manobra para exclusão de Terezinha é orquestrada pela cúpula com três propósitos. Primeiro, tirar autonomia de Pátio, que tem forte influência sobre a atual presidente do partido. Segundo, abrir espaço para Bezerra voltar a ditar as regras no diretório municipal. Terceiro, decretar de vez apoio irrestrito da legenda ao nome do vice-governador Silval Barbosa a sua campanha à sucessão estadual. Acontece que Pátio resiste em aderir ao nome de Silval, que não subiu no seu palanque no ano passado, optando por reforçar o projeto à reeleição do então prefeito Adilton Sachetti (PR) para, assim, não entrar em conflito com o governador Blairo Maggi, padrinho político do ex-prefeito. Pátio apóia, nos bastidores, o nome do prefeito cuiabano Wilson Santos (PSDB) ao Palácio Paiaguás.

    Bezerra se esforça agora para eleger à presidência da Executiva municipal de Rondonópolis, onde já foi prefeito por três vezes, um nome que não seja tão próximo de Pátio. Nos bastidores, ele defende a eleição de Valéria Bevilacqua, esposa do vereador Manoel da Silva Neto, ou até mesmo de Antonio Varnier, que integra a diretoria do Companhia de Desenvolvimento de Rondonópolis (Coder). Também é candidato ao comando do PMDB local o vereador reeleito Adonias Fernandes. Terezinha, que busca brecha política e jurídica para continuar na direção do partido, era vice e assumiu a presidência com a renúncia de Pátio, em janeiro, quando este tomou posse como prefeito.


Com a proibição de presidente de autarquia dirigir o PMDB, Terezinha Silva, que comanda o Sanear e é ligada a Pátio, se vê impedida de buscar reeleição, abrindo espaço a Bezerra para ditar regras internas

Postar um novo comentário

Comentários (19)

  • Carlos Alberto Ribeiro | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Olá pessoal.

    Esta situação toda é normal dentro de um partido glorioso e de fundamental importancia na condução politica deste país. Mas o que está acontecendo aqui é que NINGUEM aguenta mais a ARROGANCIA da nossa atual presidente do PMDB. Se sairmos na militancia pra falar se é conveniente a atual presidente ser eleita, ooolha, não quero ser pessimista não, mas 90% da militancia quer renovação. E gostaria que Zé do Pátio nosso querido prefeito, repense sua posição perante ao partido. VAMOS BUSCAR UNIDADE.

  • marcola | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    roberto democratico, esquenta não!!!a batata
    do PMDB. está assando,o apoio que o pmdb
    não de ao zé do pátio, o wilsom PSDB foi lá e
    apoiou ele!!! agora é só esse cacique bezerra
    que está em decadência total,assistir o PMDB
    e silval afundar. se é que vão ter coragem de
    candidatar mesmo, coisa que eu não acredito
    nem um pouquinho,roberto,acho que nem vc.
    acredita também ok???

  • joao concho | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Esse ai faz tanto tempo que manda no pmdb que já nao é nem mais bezerra, é VACA VEIA, até quando esses coroneis vao manter esse estilo truculento e ultrapassado? Esse ai nos anos noventa deu um golpe no partido aqui em Cuiabá para instalar la o Noqueira, vôte!

  • Claus | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    É bricandeira com a cara da população de MT, esse bezerra nunca fez nada...e acha no direito de prejudicar quem possa interferir em seus planos para ficar envolvido no poder.
    Bezerrra...é um vampiro...só quer sugar ...
    Aposenta...e vai cuidar de seus netos....
    pelo menos isso vai ser honesto....na sua vida.

  • Fernando Meirelles | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Pare com isso, a Terezinha não é isso tudo não! Não tem nenhuma articulação política, não sabe ser política e de forma alguma foi o braço direito do Zé do Pátio na vitória em Rondonópolis. Sua influência é mais pessoal do que política e técnica. Zé a estima muito. Só isso! Além disso, a saída dela não vai influencia nem uma vírgula na decisão que Pátio tomar!

  • Roberto/ PMDB Democratico | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Romilson! você sabia que desde o mês de julho deste ano o Caçicão Bezerra junto com o Sinval, patrolaram o Euclides Santos, ele era presidente do partido em Poconé, agora ele alé de não ser mais presidente do partido, não faz mais nem parte da comissão provisória, já vai fazer quase três mêses e só agora o Euclides Santos ficou sabendo e todos do PMDB de Poconé, com exçeção de um grupo de cinco pessoas. Lamentamos... pois o Euclides tem mais de desezeis anos de filiação e é o maior lider nato e íntegro politico de nossa cidade. O segundo as informações o grupo já fechou acordo com Bezerra para Federal e Tete Bezera para estadual e Sinvaldo para governo. Nosso repúdio ao casal com Sinval ditadores. Já estou fora do partido

  • carlos alberto (caio) | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    essa é a prática do silval que ele tenta esconder da população matogrossense visando ser governador do estado. ele também tenta esconder um velho sonho dele em dividir o estado de mato grosso, criando outro estado na região norte. aqui no nortão, ele recentemente confidenciou em uma reunião com empresários que agora não é o momento de falar em divisão porque senão vai espantar os votos dos cuiabanos. percebam que ele diz uma coisa e a prática é outra totalmente diferente e de forma bem escondidinha. mas, a verdade sempre vem a tona, silval.

  • Carla Cristina | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    TAH NA HORA DO POVO MATOGROSSENSE ACORDAR E MANDAR BEZERRA TODA A SUA TURMA PLANTAR BANANAS POR O PASTO JAH ESTAH CHEIO DE GADO COM DINHEIRO PÚBLICO, BASTA DE VELHARIA CORRÚPTA. ESTAH A CHEGANDO A HORA DE MANDAR ESSE TIPO DE POLÍTICOS ÁS FAVAS NA URNA....

  • Luiz Gonsalves | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Parbarabens Bezerra, vc esta certinho, não pode deixar pessoas que não estão na sintonia com o partido ficar dirigindo o partido. PMDB, é muito maior do que essas picuinhas, vc esta certo Carlos Bezerra, e por essas e outras que continuo te admirando.

  • ruse torres | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Correligionários. A briga interna no nosso partido, só temos a perder, pois o PMDB, sempre foi um grande Partido, e a exemplo de Cáceres qdo o nosso PMDB se tornou um partido de aluguel, pela 1ª vez na história, não fez sequer UM VEREADOR. O diálogo é a melhor maneira de nos unirmos e voltarmos ao lugar que o verdadeiro PMDB sempre tem que ficar. Tem o velho ditado PANTANEIRO: CAETETU FORA DO BANDO, É COMIDA DE ONÇA. ABRE OS OLHOS COMPANHEIROS!!!

2 da AL em chapas distintas à AMM

nininho 400   Dois deputados estaduais estão divididos em chapas de honra da eleição da AMM, que acontece no próximo dia 15. O curioso é que Ondanir Bortolini, o Nininho (foto), filiado ao PSD e hoje presidente de honra da entidade comandada pelo segundo mandato consecutivo por Neurilan Fraga (PL), caiu fora da...

Trentini perde de novo para Pitucha

roland trentini 400 curtinha   Na queda-de-braço nos bastidores, o ex-prefeito por três mandatos de Alto Garças, Roland Trentini (foto), perdeu de novo para o rival político histórico, o também ex-prefeito Júnior Pitucha. Ambos, que já protagonizaram disputas acirradas, tensas e...

2 maiores líderes sob crise partidária

mauro mendes 400 curtinha   Os dois maiores chefes de Executivos em MT hoje enfrentam problemas partidários internamente. O governador Mauro Mendes (foto), mesmo sendo a principal estrela do DEM no Estado, não está confortável dentro do partido por causa de conflitos com os irmãos Júlio e Jayme Campos....

MM e deputados derrotados do MDB

carlos bezerra 400 curtinha   Por coincidência, deputados do MDB que tiveram seus candidatos derrotados nas urnas estão de afagos com o governador Mauro. E até convidaram-no para deixar o DEM e migrar para o MDB, numa articulação do cacicão do partido, o federal Carlos Bezerra (foto), que puxou a corda da...

Os Maia fincam força no Legislativo

silvio maia 400   O ex-prefeito por quatro vezes de Alto Araguaia, Maia Neto, perdeu nas urnas na majoritária, mas ganhou na proporcional. De um lado, a irmã Martha Maia, seu braço-direito durante todos os mandatos, foi derrotada à prefeita por Gustavo Melo, que se reelegeu. Por outro, Maia Neto viu dois dos seus...

Reeleito, Gustavo derruba o clã Maia

gustavo melo 400   O jovem prefeito de Alto Araguaia, Gustavo de Melo (foto), de 36 anos, manteve mesmo o "apertado" favoritismo, conforme mostrou na reta final a pesquisa do instituto Analisando, e derrotou o clã Maia. Venceu por 962 votos de diferença. Filiado ao PSB, Gustavo chegou a 4.805, enquanto Martha Maia (PP) registrou 3.840...