Últimas

Segunda-Feira, 12 de Maio de 2008, 12h:57 | Atualizado: 26/12/2010, 12h:20

SOLENIDADE

Bezerra se valoriza; Garcia o chama de mentiroso


Bezerra chama para si obras de saneamento e Garcia reage

 Os ex-governadores Garcia Neto (75/78) e Carlos Bezerra (87/89) trocaram farpas em discursos inflamados nesta segunda (12), durante solenidade de posse do peemedebista Aldo Romani na presidência da Companhia de Saneamento (Sanecap) e de Neuzalina Maria de Jesus no Cuiabá-Prev. Realizado nas dependências da Estação de Tratamento (ETA 2), à avenida São Sebastião, no centro, o evento reuniu cerca de 200 pessoas.

   Em seu discurso de 10 minutos, Bezerra disse que o PMDB, do qual é presidente estadual há mais de uma década, é comprometido com o saneamento básico. Depois, passou a vangloriar a própria gestão. Afirmou que foi em seu governo que houve mais investimentos no setor. "Fui o responsável por toda infra-estrutura em saneamento de Mato Grosso".

   Em meio à platéia estava Garcia Neto. Assim que Bezerra encerrou o discurso, o ex-governador na década de 70 entrou em ação. Ele se levantou e pediu para usar o microfone. Passou, então, a "descascar" Bezerra. Disse que o peemedebista "não está falando a verdade". "Com suas palavras, o senhor Carlos Bezerra está destruindo toda a história dos demais ex-governadores que contribuíram para com o saneamento em MT".

   Garcia Neto lembrou que na sua época de gestor o Estado não tinha sido dividido e que, mesmo com a grande extensão territorial, também "investiu pesado" no saneamento em cidades como Campo Grande, Dourados, Cáceres e Cuiabá. "O Bezerra está rasgando a história do próprio Júlio Muller (que foi interventor em MT). Foi ele (Muller) quem construiu a estação de tratamento de água da Caixa D´Água Velha. Então, não pode sair falando que foi só o sr quem fez. Estou aqui para falar a verdade. Não poderia deixar de passar isso em branco e faço uso do microfone para protestar", disparou Garcia Neto.

   As críticas causaram constragimento geral e deixaram Bezerra irritado. O cacique do PMDB resolveu retrucá-lo. Pediu para fazer uso da palavra de novo. Disse que não estava destruindo a imagem de ninguém. Voltou a dizer que em 86, quando assumiu o comando do Estado, foi o que mais fez pelo saneamento e disparou: "a água consumida pelos cuiabanos era água de lama".

   Em seguida, o prefeito Wilson Santos passou a fazer discurso, mas foi interrompido por uma longa queima de fogos. O foguetório foi tanto que o tucano se viu obrigado a interromper a fala por 3 vezes. Assim que acabou o barulho, Santos comentou: "a longa queima de fogos foi boa para acalmar os ânimos dos ex-governadores, que lembram os duelos entre a UDN e o PSD.

Postar um novo comentário

Comentários (17)

  • pedro celestino | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    os dois ex governadores fizeram muito pelo estado. todos eles tem seu valor.

  • Gustavo Kunert | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    EU ESTAVA LA! Tirei o chapeu pra Garcia Neto, colocou o Bezerra no seu devido lugar.

  • Adriano | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Caro Pedro Celestino,

    Em que planeta vc mora?
    Dizer que Bezerra fez muito por MT em seu governo é impressionante.

  • medeiros | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    No governo bezerrista aconteceu a primeira greve da Policia Militar na sua história, lá começou o desmonte da segurança pública , que continua até hije.

  • João Bosco | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Não me lembro da gestão Garcia Neto. Mas meu primeiro voto foi em 1986 para o então candidato do PMDB Carlos Bezerra. Não me arrependí. Foi o melhor governador para o funcionaismo, as escolas tinham merenda à vontade e os investimentos em captação, tratamento e distribuição de água foram verdades. Aquí em Poconé mesmo, a única rede de captação existente ainda é da época de Bezerra. Ele falou a verdade. Pena que seja tarde para propagar. Bezera foi o governador que menos investiu em PROPAGANDA. Mas a memória de nosso povo não é curta, Graças à Deus.

  • Lorena | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Na minha casa não foi Bezerra muito menos Garcia Neto.
    Moro na região da Avenida do CPA e somente no Governo Dante/França a situação da água melhorou. Chegamos a ficar 45 dias sem água. De 10, 15 dias,era todos os meses, dava vontade se sumir.

  • Paulo Henrique | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Quem é Garcia? Pai do Bero- Bero ou o avô de toconada.

  • Paulo Mattos | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Já, em tempos graças a Deus idos, fui muito fã de Carlos Bezerra. Quando ele ainda não era todo poderoso e combatia valentemente o regime militar instaurado neste país e que tanto flagelo causou à nossa população, à minha família particularmente. Acreditava em seus princípios e o via como uma voz clamando em defesa de seu povo; acreditava em seus ideais democráticos e o reverenciava como um homem íntegro, voltado aos interesses maiores do povo matogrossense e da Nação brasileira. Os tempos comprovaram que Carlos Bezerra nunca teve a estatura que se exige de um democrata; tornou-se um caudilho, um ditador, um homem inacessível às idéias reformadoras e atualizadas, enfim, para não usar mais adjetivações, um Fidel Castro tupiniquim e, o que é pior, um Fidel Castro do PMDB matogrossense, que hoje se alacaia a seus pés. Conheço o doutor Garcia Neto, que governou este Estado numa das épocas mais difíceis da história contemporânea de Mato Grosso e que, embora sob o jugo dos militares, soube impor-se politicamente e conseguir benefícios incalculáveis à população de Mato Grosso, então um Estado uno, ainda não dividido. Embora a transformação em dois Estados tenha ocorrido sob a gestão Garcia Neto, que nada pode fazer a respeito, hoje temos a exata percepção de quão boa ela foi para o progresso e desenvolvimento de noss verdadeiro Mato Grosso. Doutor Garcia, quando exercitando plena atividade política foi uma inquestionável liderança, representando de forma peculiar o nosso Estado e trazendo, através de suas lutas e postulações grande desenvolvimento ao nosso Estado. Nunca se tornou ditador, sempre foi um homem democrático. Outro dia, na festa de aniversário de minha avó querida Nini Constantino, tive a honra de encontrar-me com o doutor Garcia e a sua sempre presente esposa dona Maria Lygia. Naquela oportunidade não pude lhe dizer de minha admiração e de meu respeito, o que o faço nesta oportunidade. Não pude dizer ao Dr. Garcia o quanto me orgulho de tê-lo como parâmetro de decência e dignidade; não pude manifestar-lhe a minha sincera opinião de vê-lo gosando de imensa saúde e de ter nos legado grandes conquistas quando governante, estas revertidas em obras sociais de alcance à toda população cuiabana e matogrossense. Não pude lhe dizer que, assim como Ulisses Guimarães, Mário Covas, André Franco Montoro e tantos outros nomes de expressão nacional, ele, Garcia Neto desponta como um desses fenômenos citados: o Dr. Garcia, como aqueles políticos, trabalhou por seu Estado como poucos o fizeram e, agora, na velhice, continua a ser um dos mais respeitados políticos de Mato Grosso porque se deu ao Estado, se doou de corpo e alma a este rincão e, hoje, leva consigo não a riqueza ostentada pelos corruptos, mas carrega em seu íntimo e em sua vida a maior expressão de sua dignidade, que é a HONESTIDADE. Por isso, doutor Garcia continua materialmente pobre, mas espiritualmente é um dos homens mais realizados de Mato Grosso, porque possui a mão, o corpo e a mente completamente limpos e é motivo de orgulho, como homem, político e matogrossense, para todo o noso Estado. Portanto, doutor Garcia Neto, com a sua biografia, não se dê ao luxo de exasperar-se com um simples Carlos Bezerra. Ele não merece, sequer, a sua reprimenda.

  • ALBUCASSIS RAMIRES | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    O SENHOR CARLOS BEZERRA O MÃO DE PILÂO DEFINITIVAMENTE, ALÉM DE JÁ TER PERDIDO A DIGNIDADE Á MUITO TEMPO,POIS NOS ÚLTIMOS ANOS ,ELE TEM FREQUENTADO SÓ AS COLUNAS POLICIAIS,METIDO EM TODO TIPO DE MUTRETAS.

    PERDEU TAMBEM A VERGONHA , QUEM É ELE PARA SE DEFRONTAR COM O DR.GARCIA NETO,A NOSSA RESERVA MORAL,QUE ALÉM DE SER UM EXEMPLAR PAI DE FAMILIA ,FOI DISPARADO UM DOS MELHORES GOVERNADOR , QUE MATO GROSSO JÁ TEVE.

    QUANTO AO SR.CARLOS BEZERRA,TEM MUITO A EXPLICAR A JUSTIÇA,É
    SÓ ELE PERDE A TAL IMPUNIDADE PARLAMENTAR.PARA QUE A VERDADEIRA JUSTIÇA SEJA FEITA.

    O PREFEITO WILSON SANTOS AINDA VAI SE ARREPENDER DESSE ALINHAMENTO COM O PMDB,COMANDADO POR ESSE CACIQUE DITADOR.

  • Marcelo Arruda | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Encontro de dois titãs da política de Mato Grosso, a diferença é que um envelheceu com sabedoria e se aposentou da política partidária. O outro? Este envelheceu na política e faz uma política velha, por onde passa deixa sua marca registrada, ou por denúncia de atos de improbidade administrativa ou por desrespeitar seus contemporaneos a exemplo do que aconteceu no evento.

    Se fosse aprender uma lição do acontecido teriamos que aprender com Garcia Neto.

    Parabéns ex-governador, alguém tem que dizer pra este deputado que ele mente.

Colíder com 2 candidatos desgastados

jaiminho 400 curtinha   Em Colíder, duas figuras bastante desgastadas politicamente estão na disputa pelo Executivo, sendo o prefeito Noboru Tomiyoshi, que fechou aliança com apenas três partidos (DEM, PSD e SD), e o ex-prefeito Jaime Marques (foto), que concorre pelo PSC numa coligação que agrega DEM e...

PP com 25 a vereador projeta 3 vagas

orivaldo da farmacia 400 curtinha   O PP, da base aliada do prefeito Emanuel, conta com 25 candidatos a vereador pela Capital. Deve conquistar entre duas e três vagas. Os principais concorrentes são os já vereadores Orivaldo da Farmácia (foto), Marcrean Santos e Luis Cláudio, além do ex-vereador...

MPE vê prefeita de Torixoréu inelegível

ines 400 curtinha torixoreu   Para o Ministério Público Eleitoral, a prefeita de Torixoréu, Inês Mesquita Moraes Coelho (foto), que se lançou à reeleição pelo DEM, está inelegível. Numa ação de impugnação de registro de candidatura, o promotor...

Candidato amarga derrota na Justiça

adilson gon�alves 400 curtinha   O candidato a prefeito de Barra do Garças, delegado Adilson Gonçalves (foto), tentou, sem êxito na Justiça, censurar o Rdnews na publicação de matérias sobre o pleito eleitoral no município. Numa ação impetrada junto à...

Com certidão pra disputar 1ª suplência

dito lucas 400 curtinha   Filiado ao Podemos, Dito Lucas (foto), que entrou de última hora como primeiro-suplente da chapa ao Senado encabeçada por José Medeiros, assegura que vai apresentar novamente sua certidão junto à Justiça Eleitoral, de modo a provar que sua candidatura é legítima....

Um novo embate entre Diane x Adair

diane alves 400 curtinha   Adair José Alves Moreira, que vinha atuando na assessoria do vice-governador Otaviano Pivetta, decidiu mesmo concorrer de novo à Prefeitura de Alto Paraguai. Ele já foi prefeito por duas vezes. Adair será o principal nome da oposição à prefeita democrata Diane Alves (foto),...

MAIS LIDAS