Últimas

Quinta-Feira, 01 de Maio de 2008, 10h:48 | Atualizado: 26/12/2010, 12h:20

Artigo

Blablablá...ploft!

   Se tem uma coisa que eu admiro no governador de Mato Grosso, Blairo Maggi, é sua facilidade em falar e causar estragos. Como fala este homem! E quanto estraga, meu Deus! Depois de defender o “direito constitucional de desmatar”, ele já entregou as chaves do estado pra Ministra do Meio Ambiente, Marina Silva; já amedrontou Lula dizendo que a Operação Arco de Fogo iria causar inflação no Brasil e por último e a mais primorosa, foi a sua teoria para solucionar a crise mundial de alimentos: o desmatamento.

   Mas não tinha outra coisa pra falar?

   Bastou sair na imprensa sua mirabolante teoria para que o presidente da Comissão de Meio ambiente da Câmara, deputado Sarney Filho (PV/MA), propusesse sua convocação a fim de prestar esclarecimentos. Para ele o governador coloca em risco a soberania da Amazônia.

   É muito mais que suspeita a vã filosofia do deputado Sarney Filho. Antes eu achava que essa ‘verborragia blairista’ causava mal apenas à Mato Grosso. Subiu de importância, pode prejudicar o Brasil. Cada vez que fala, ele não ameaça apenas as árvores ou a soberania da Amazônia, ameaça a manutenção das exportações brasileiras, pois expõem a produção do país a boicotes.

   O governador fala e fala tanto que no ano passado, dia 10 de maio, chegou dos Estados Unidos esfuziante com o firme propósito de transformar Mato Grosso em um imenso milharal. Voltou encantado, convocou uma coletiva para falar que o milho seria uma espécie de redenção para o estado. Que maravilha!!! Maggi falou categórico: "O meu faro como governador e empresário diz que o caminho para o nosso Estado é esse” e completou falando que “as grandes nações fazem isso com sucesso e não podemos ficar na contramão da história".

   Pois bem, naquele mesmo período pesquisadores no mundo todo já diziam que a produção de etanol do milho era um risco à produção de alimentos. O recomendado era da cana de açúcar, pois além de maior produtividade, um hectare de milho rende apenas 3.000 litros de etanol enquanto que na mesma área de cana o rendimento chega a 7.500 litros. Além disso, no Brasil a cana utiliza áreas já degradadas por pastagem e não concorre com a produção de alimentos.

   Mas a visão empresarial de Blairo dizia que o etanol do milho era a maravilha do século. Por achar isso ele anunciou que o governo do estado, através da Secretaria de Ciência e Tecnologia, faria um estudo para a implantação de ‘trocentas’ indústrias de etanol de milho no estado. Custo do estudo: R$ 2 milhões.

   Onde está esse estudo? E esse dinheiro? E as maravilhas do etanol do milho? Não vimos a cara nem do sabugo. Está escondido aonde? Pode me dizer?

   Sabe gov., vamos combinar uma coisa. Toda vez que sentir assim uma vontade doida de falar para defender ou arrumar alguma coisa, coloca uma balinha de super bonder na boca. Mas não fale, pelamordedeus!

    (*) Adriana Vandoni é economista, especialista em administração pública pela Fundação Getúlio Vargas/RJ, professora universitária e articulista do Jornal Circuito Mato Grosso (www.adrianavandoni.com.br)

Postar um novo comentário

Comentários

  • Comente esta notícia

Filho de ex-deputado rumo a vereador

willy taborelli 400   O coronel PM da reserva e ex-deputado estadual Perry Taborelli, que concorreu e perdeu para prefeito de Várzea Grande em 2016, lançou de novo o filho à cadeira de vereador. Trata-se do jovem advogado Willy Jacyntho Taborelli (foto), de 32 anos. Desta vez, ele concorre pelo PV. Na eleição...

Beto vê aliado como mais preparado

wellington marcos 400   O prefeito de Barra do Garças, Beto Farias (MDB), tem sido um cabo eleitoral fundamental para o candidato à sucessão municipal, advogado e atual vice-prefeito Wellington Marcos (foto), do DEM. Beto, que está concluindo o segundo mandato consecutivo com 80% de aprovação popular,...

Produtores e a unificação de eleições

antonio galvan 400 curtinha   Mato Grosso pode ter três eleições no mesmo dia, 15 de novembro. Isso porque, além das municipais e a suplementar ao Senado, alguns produtores rurais se movimentam para que a escolha do novo presidente da Aprosoja também seja na mesma data das eleitorais. Inicialmente, o pleito da...

Euclides, ideia do "calote" e frustração

euclides ribeiro 400 curtinha   O advogado Euclides Ribeiro (foto), que enriqueceu atuando na área de recuperação judicial e hoje detém um patrimônio declarado de R$ 23 milhões, não "decolou" com a candidatura ao Senado. Acreditava-se que sua principal proposta, aquela de recuperar o nome e o...

Empresários revoltados com candidato

vinicius nazario 400 curtinha   Os candidatos a prefeito de Alta Floresta, cidade pólo do Nortão, participaram de uma live nesta terça, organizada pela Universidade do Estado (Unemat). E chamou atenção, vindo a repercutir de forma negativa e provocar certa revolta no comércio local, o comentário do...

Olhar Dados mantém EP na liderança

emanuel pinheiro 400 curtinha   A sexta pesquisa do Olhar Dados sobre intenções de voto para prefeito de Cuiabá, divulgada nesta terça pelo site Olhar Direto, traz o prefeito Emanuel Pinheiro (foto) estável, em primeiro, com 31,2%. Em segundo, com 7 pontos atrás, figura Abílio Júnior, com...