Últimas

Segunda-Feira, 05 de Fevereiro de 2007, 00h:36 | Atualizado: 26/12/2010, 12h:15

SEGURANÇA PÚBLICA

BO não menciona agressão; Brunetto denuncia e AL emite nota

   O episódio envolvendo a detenção do sindicalista Gilmar Brunetto, o Gauchinho, um dos integrantes do Movimentó Cívico de Combate à Corrupção Eleitoral (MCCE), no dia da posse dos deputados, apresenta duas ou mais versões. Uma delas, registrada em Boletim de Ocorrências, narra que, com Gauchinho foi apreendido 'uma certa quantidade de panfletos do MCCE, próximo à Assembléia Legislativa'. "Os seguranças da Assembléia fizeram o recolhimento do material e a detenção do sr. Gilmar. Em seguida, a guarnição do policiamento da Assembléia fez a condução do sr. Gilmar para as devidas providências", diz um trecho do BO, registrado no último dia 1º pelo soldado PM Admilto, identificado como coordenador militar da Assembléia. No BO, admite que o sindicalista foi conduzido à delegacia com escoriações no nariz, 'ocasionado durante sua detenção'.

   Para os policiais envolvidos na polêmica operação, Gauchinho iria distribuir panfletos apócrifos contra deputados durante a sessão de posse dos parlamentares. Por isso, a estratégia foi abortada. Já Gauchinho argumenta que estava com cinco jornais, contendo matérias com denúncias feitas pelo Ministério Público contra alguns deputados. Ele afirma que estava sentado numa mureta em frente ao sindicato dos Servidores da Empaer, quando outros colegas para seguir à Assembléia, quando foi interceptado por militares a paisana, num veículo. Conta que foi agredido. "Queriam me levar na marra para a delegacia. Me machucaram bastante", narra Gilmar Brunetto.

    O integrante do MCCE anuncia que vai representar contra a Assembléia e que já denunciou o coronel Paredes à Corregedoria-Geral da PM e o advogado Eduardo Jacob, que estava junto com os policiais, na OAB/MT. Promete também denunciar os seguranças da Assembléia Giovani e Rudinei por abuso de autoridade.

  A Assembléia Legislativa divulgou nota a respeito do episódio, contesta a versão de Gauchinho, mas determinou instauração de uma sindicância para apurar os fatos. Confira a íntegra a seguir.

      Nota de Esclarecimento

      Em função das notícias de que um integrante do MCCE - que distribuía material denegrindo a imagem da Assembléia Legislativa - teria sido agredido por duas pessoas, e que estas seriam servidoras da instituição, é preciso fazer os seguintes esclarecimentos:

1)   A Assembléia Legislativa refuta a tentativa de se associar a instituição e/ou seus dirigentes a qualquer tipo de violência. Em especial um ato de vandalismo ainda obscuro, ocorrido na rua, cujas circunstâncias precisam ser melhor investigadas;
2)     Ainda assim, o Poder Legislativo lamenta o ocorrido e informa que está instaurando uma sindicância para apurar a veracidade da denúncia;
3)     Ressalta, porém, que vai recorrer à Justiça para reparação de qualquer tipo de dano causado por detratores contumazes da honra alheia;
4)     O estado democrático de direito permite a liberdade de manifestação, mas também assegura o ressarcimento de prejuízos morais provocados por pessoas que insistem em perseguir, mentir e vilipendiar, utilizando-se, para isso, muitas vezes, de informações falseadas, maquiadas e sequer julgadas pela justiça.

Cuiabá, 02 de fevereiro de 2007
Secretaria de Comunicação da Assembléia Legislativa

Postar um novo comentário

Comentários

  • Comente esta notícia

EP, macumba e pedido de desculpa

emanuel pinheiro 400 curtinha   Emanuel Pinheiro (foto) admite ter sido infeliz ao usar o termo macumba quando se referiu à atuação e torcida de vereadores da oposição para seu governo não conseguir empréstimo de US$ 115 milhões para fazer investimentos. E citou que um deles teria feito...

Apoio entre opositores é pura falsidade

diego guimaraes 400 curtinha   O tão propagado apoio político recíproco entre os vereadores de oposição em Cuiabá, principalmente em relação ao futuro cassado Abílio Júnior, não é verdadeiro. Todos são concorrentes entre si. Tentam viabilizar suas...

Joaninha se afasta da Câmara de Sinop

joaninha 400 sinop vereador curtinha   O vereador por Sinop Joaninha (MDB), conforme a coluna Curtinhas adiantou, se licenciou do cargo por 60 dias para se recuperar do acidente que sofreu durante manobra na Competição Duelo de Motos, em Atibaia (SP). Enquanto isso, o suplente Mauro Garcia (MDB), ex-secretário de...

Manifestação de apoio deles para ele

elizeu nascimento 400 curtinha   Mesmo com o apoio dos deputados Elizeu Nascimento (foto), Xuxu Dalmolin e Ulysses Moraes que levaram até assessores, em pleno horário de expediente, a manifestação pró-Abílio na Câmara de Cuiabá foi considerada fraca. Investigado por quebra de decoro...

TCE cria estrutura para atender a AL

maluf 400 curtinha   A Assembleia Legislativa saiu de Guilherme Maluf (foto), mandando-o para o TCE, mas ele não saiu da AL. Alçado à presidência com menos de um ano na cadeira vitalícia, Maluf acaba de criar uma assessoria parlamentar para promover o intercâmbio com as comissões da AL e ainda um...

Cassação de Abílio depois do Carnaval

abilio junior 400 curtinha   Por mais que Abílio Júnior (foto) implore e grite por socorro, na esperança de escapar da cassação, inclusive se colocando como vítima de perseguição política, perderá mesmo mandato. Mas isso só vai ocorrer após o Carnaval. A...

ENQUETE

facebook whatsapp twitter email

Na sua opinião, como está indo o Governo Bolsonaro...

excelente

bom

razoável

ruim

péssimo

não sei

Não se trata de pesquisa eleitoral, mas de um mero levantamento de opiniões de leitores do RDNews e do Blog do Romilson, com participação espontânea dos internautas. Resultado sem valor científico.