Últimas

Segunda-Feira, 05 de Fevereiro de 2007, 06h:54 | Atualizado: 26/12/2010, 12h:15

EXECUTIVO

Bolívia ameaça cortar gás para Cuiabá em março

    O presidente boliviano Evo Morales volta a endurecer as negociações diplomática com o Brasil e ameaça cortar, no próximo mês, o gasoduto que abastece Cuiabá. Morales pressiona por causa do preço do gás. Ele exige que o Brasil pague pelo menos o mesmo valor em vigência com a Argentina, de US$ 5 por milhão de BTU (medida térmica britânica). A  Petrobras, por sua vez, paga US$ 4,3 por milhão de BTU e resiste em aceitar um aumento de preços. Para compensar, o Brasil está oferecendo um pacote de ajuda que inclui, por exemplo, o financiamento de projetos de reforma agrária.

    O ramal que abastece a termelétrica Governador Mário Covas, inaugurado no governo Dante de Oliveira, está sob ameaça. Se o gás boliviano for cortado, todo o projeto milionário fica inviabilizado. Ocorre que o ramal é responsável pelo abastecimento de 70% do Estado de Mato Grosso. Por causa da tensão criada com a ameaça de La Paz de fechar o gasoduto, a MTGás tenta acalmar os empresários e industriais e, principalmente, conter os taxistas, que fizeram a conversão em seus veículos para abastecimento a gás natural em busca de economia.

     Controlada pela empresa Shell, a usina de Cuiabá paga hoje somente US$ 1 por milhão de BTU e não tem participação da Petrobras nesse ramal. O governo boliviano insiste tanto no aumento do preço que ameaça cortar o abastecimento do ramal a partir de março. Não é a primeira vez que Morales fez o cerco nesse sentido. Em meados do ano passado, ele fez a mesma ameça. Recuou após intervenção do Palácio do Planalto. Durante a cúpula do Mercosul, realizada no mês passado no Rio de Janeiro, Morales disse, numa alusão ao contrato de Cuiabá, que "não é possível que a Bolívia siga subvencionando gás para o Brasil".

Postar um novo comentário

Comentários

  • Comente esta notícia

"Pátio igual gato, comendo e miando"

jose medeiros 400 curtinha   O deputado José Medeiros (Podemos), vice-líder do Governo Bolsonaro na Câmara, disse que o prefeito Zé do Pátio, de Rondonópolis, está parecendo gato, comendo e miando, pois recebe recursos federais, inclusive de programas habitacionais e, mesmo assim, ainda alardeia nos...

Adair lançará ex-vice em Alto Paraguai

adair 400 curtinha   O ex-prefeito de Alto Paraguai, advogado emedebista Adair José Alves Moreira (foto), não vai disputar novamente, apesar da insistência do seu grupo. A tendência é de apoiar o seu ex-vice Luiz Figueiredo, com quem administrou a cidade de 2013 a 2016. Luiz também é do MDB e...

Deputado bolsonarista critica prefeito

claudinei deputado curtinha 400   O deputado Claudinei Lopes (foto), morador em Rondonópolis, ficou na bronca com o discurso populista do prefeito Zé do Pátio, para quem o povo nordestino votou em massa no PT e que não tem conseguido construir mais casas populares porque, diferente dos governos petistas, o presidente...

Sem Senado e tudo pela Mesa da AL

max russi curtinha 400   Presidente regional do PSB-MT, o deputado Max Russi (foto) tem participado das discussões para definição de candidaturas ao Senado, na suplementar de abril, mas não mais como pré-candidato. Seu desafio é outro. A prioridade é a busca da reeleição como...

Lúdio desiste e PT perde com Barranco

ludio cabral 400 curtinha   O deputado Lúdio Cabral (foto) estava se movimentando para tentar convencer o PT a lançá-lo ao Senado, por aclamação, e ainda instigar o diretório estadual a buscar recursos junto à Nacional para a campanha. Mas o tiro saiu pela culatra. O guru do partido no Estado,...

Carta de Abicalil cita traição de Lúdio

carlos abicalil 400 curtinha   Carlos Abicalil (foto), ex-federal e hoje assessor do deputado Valdir Barranco, demonstra até hoje estar "atravessado" com Lúdio Cabral por causa da traição política de 2010. Na época, mesmo o PT o tendo lançado ao Senado, Lúdio, ex-vereador por Cuiabá e...

ENQUETE

facebook whatsapp twitter email

Na sua opinião, como está indo o Governo Bolsonaro...

excelente

bom

razoável

ruim

péssimo

não sei

Não se trata de pesquisa eleitoral, mas de um mero levantamento de opiniões de leitores do RDNews e do Blog do Romilson, com participação espontânea dos internautas. Resultado sem valor científico.