Últimas

Quinta-Feira, 26 de Março de 2009, 12h:10 | Atualizado: 26/12/2010, 12h:22

CÂMARA DE CUIABÁ

Borges e Lúdio `trocam farpas` durante sessão

   A sessão da Câmara de Cuiabá desta quinta (26) foi marcada por discussões entre os vereadores Lúdio Cabral (PT) e o líder do prefeito Wilson Santos (PSDB), Paulo Borges. O petista utilizou o grande expediente para criticar a reunião a "portas-fechadas" com o secretário de Saúde, Luiz Soares, marcada para esta sexta (27), às 9h. Segundo o parlamentar, o secretário deveria ser ouvido em plenário. "Isso é inadmissível. O requerimento prevê sabatina em plenário, não em reunião na presidência. Me recuso a participar disso".

   Lúdio também voltou a insinuar que o prefeito tucano desviou R$ 7,5 milhões do Fundo Municipal de Saúde para a campanha à reeleição, em 2008. "O dinheiro simplesmente sumiu e o secretário tem que explicar o que aconteceu com os recursos. Isso deve ser dito em plenário, não em reunião na presidência", reclamou. Em seguida, Borges pediu a palavra para rebater as acusações. Ocorre que o vereador petista havia deixado o plenário da Casa e conversava com assessores no espaço reservado à imprensa. "Ele (Lúdio) fala, fala, fala! Mas, na hora de ouvir, não fica aqui", disparou. O parlamentar se mostrou exaltado e afirmou que "Lúdio faz o papel dele e só mete o arreio!. Faz isso com precisão. Enquanto a oposição esperneia, a posição vota", retrucou.

   Borges defendeu o secretário de Saúde e rechaçou a possibilidade de desvio de recursos. "Você pode dizer que ele (Luiz Soares) é mal-humorado, mas não corrupto. Não houve desvio e ele vai explicar isso a todos". Segundo Borges, além da reunião nesta sexta, o secretário comparecerá ao plenário para prestar esclarecimentos à população em uma data ainda a ser marcada. Em entrevista, ele alegou que, na última terça (24), não estava em plenário no momento em que o petista fez as acusações contra o prefeito e Soares. Por isso, segundo ele, não rebateu as denúncias. "Reconheço que não estava presente e, ao tomar conhecimento pela mídia, ainda não havia entendido o que Lúdio queria dizer. Mas garanto que as devidas explicações serão dadas no momento certo".  O parlamentar apontou que cabe aos órgão competentes, como o Ministério Público Estadual, apurar as acusações.

   Presidente da Mesa Diretora da Câmara, o vereador progressista Deucimar Silva tentou amenizar o clima de hostilidade. Lembrou o pedido de reunião a portas-fechadas foi discutido em plenário na última terça (24) e que todos os parlamentares concordaram. "Não estamos tentando esconder nada, mas esta será uma prática comum na minha gestão. Todos que forem questionados em plenário, se reunirão primeiro na presidência e, somente se necessário, serão sabatinados em sessão. Não quero expor ninguém sem necessidade", ponderou.

Administração

   O líder do prefeito reclamou das pressões sofridas por Santos. Segundo ele, o tucano enfrenta problemas devido à crise econômica, que acabou reduzindo o repasse do Fundo de Participação dos Municípios (FPM), além das polêmicas em torno do PAC. Apesar disso, Borges avaliou positivamente a gestão de Santos. "Ele tem sido um bom prefeito e prova disso foi o resultado da eleição. Se não fosse bom, Mauro Mendes (candidato derrotado do PR) seria o prefeito", cutucou.

(12h30) - Lúdio cobra votação de projeto que "derruba" reajuste na tarifa de água

  O petista Lúdio Cabral cobrou que a Comissão de Constituição e Justiça emita com urgência parecer sobre seu projeto de decreto legislativo que anula o reajuste de 42% na tarifa de água da Capital.Segundo o parlamentar a matéria foi protocolada no dia 2 de fevereiro e até agora não houve resposta. "Eu estava bastante paciente, mas já é final de março. O povo reclama e a Câmara ainda não se posicionou sobre o assunto", critica. Segundo Lúdio, os cuiabanos exigem a anulação do aumento porque o consideram excessivo. "Tem gente que pagava R$ 42, e agora paga R$ 130. Isso é um verdadeiro abuso", avalia.

  Segundo o vereador, o prefeito Wilson Santos (PSDB) aprovou o reajuste no final de dezembro e não avisou a população. "Todo mundo só ficou sabendo quando as contas astronômicas chegaram". O petista alega que Santos está desrespeitando a Lei Nacional de Saneamento Básico nº 11.445. "Ele (Santos) desrespeita a lei de saneamento de cabo a rabo. Temos que nos posicionar urgentemente, acatar ou derrubar esse aumento na tarifa", cobra. (Patrícia Sanches e Andrea Haddad)

Postar um novo comentário

Comentários (13)

  • DIOGO | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Que coisa feia senhor vereador Lúdio Cabral,ao invés de aliar forças ao líder do prefeito vereador Paulo Borges que por sinal está realizando um excelente mandato,fica quereno atrapalhar o trabalho de seu colega de camara.Está faltando um pouco mais de compostura vereador Lúdio.

  • Job Telles | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    é isso ai Ludio, eu tive a oportunidade de dizer que sem dúvida que ele é o melhor vereador de Cuiabá, sabe o faz, se faz opositor na hora certa, muito ao contrário do Paulo Borges, alem de ser funcionário da Prefeitura, ainda é um puxa saco do Prefeito.

    vai trabalhar Paulo, tem o Dr. Ludio como exemplo, seja vereador para os interesses sociais e não particulares como vem sendo...Tô de olho em você Paulo, se escorregar, já foi, tá no RDNEWS.
    TCHÔ MANO.

  • valmir molina | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    O vereador Lúdio Cabral,aposta no caos para ganhar popularidade.Seus discursos são destrutivos,ele joga para uma platéia que é contra o prefeito e consequentemente áqueles que o seguem.O líder do chefe do executivo,Paulo Borges Junior,vem desempenhando muito bem o seu papel,prova disso é aprovação de todos os projetos do prefeito.

  • sandra | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Lúdio essa sua mania de perseguição ja ta ficando cansativa denuncie com provas vc quer usar a tribuna par levantar falsos cuidado cabe um processo por calunia

  • juca tlles | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Vetado por conter expressões agressivas, ofensas e/ou denúncias sem provas.
    Queira, por gentileza, refazer o seu comentário.

  • Rogerio | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    ser vereador jovem e lider do prefeito no primeiro mandato realmente causa muita inveja, e o ludio deveria mostrar solucoes dos problemas e nao so ficar batendo para jogar para plateia

  • Antonio | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Paulo Borges moeu o Lúdio!
    Mexe com quem tá quieto!

  • benjamin hapicca | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Ai invés de ficar praguejando, o Lúdio, já q sabe tudo de saúde, deveria ajudar o prefeito a melhorar a saúde de Cuiabá.

  • celso | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Vetado por conter expressões agressivas, ofensas e/ou denúncias sem provas.
    Queira, por gentileza, refazer o seu comentário.

  • fidel | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Ludio Cabral deveria se portar como vereador e não como apresentador de televisão que para aparecer inventa notícias ,dá gritinho estérico,e ofende pessoas sérias, ,. lúdio voce é coadjuvante de BOB FRANça.....acorda doutor

EP na batalha por vacinas e insumos

emanuel pinheiro 400 O prefeito de Cuiabá Emanuel Pinheiro (foto) entrega nesta segunda (8) PL para a aquisição de vacinas para combate à Covid-19, medicamentos, insumos e equipamentos. O documento foi elaborado pela Frente Nacional dos Prefeitos (FNP) e será votado na Câmara. Esse é mais um movimento...

Fúrio volta à carga contra secretário

celio furio 400 curtinha Depois de se enganar ao abrir investigação contra o secretário de Saúde Gilberto Figueiredo e ter de pedir desculpas, o promotor Célio Fúrio (foto) voltou à carga. Fúrio entrou na Justiça para que Gilberto seja condenado à perda da função...

TJ e posse em cartórios após 7 anos

maria helena _ curtinha O Tribunal de Justiça, sob Maria Helena (foto), marcou para 31 de março a posse coletiva dos aprovados no concurso para os cartórios extrajudiciais de Mato Grosso. O certame vem se arrastando desde 2013 e foi interrompido diversas vezes por causa de recursos judiciais de concorrentes inconformados com os...

Setores vivem tensão e são castigados

Gilberto Figueiredo Artigo O governo acerta ao estender o horários de funcionamento dos supermercados. Afinal, desde que o decreto entrou em vigor, as filas se multiplicaram pela Capital, aumentando o risco de transmissão do novo coronavírus. Há a expectativa de que novas medidas possam ser tomadas diante do evidente colapso da...

Limpeza e obras no entorno da Arena 

Beto 2x1 400 curtinha   Apesar da Arena Pantanal ser um cartão postal do Estado, o entorno do estádio vive situação crítica com lixo nas ruas, episódios de esgoto à céu aberto e matagal. O secretário estadual de Esporte e Cultura, Beto 2 a 1 (foto), em visita ao Rdnews, assegura que os...

VI de R$ 18 mil garantida na Câmara

juca 400 curtinha A verba indenizatória de R$ 18 mil para os vereadores da Câmara de Cuiabá está garantida, pelo menos por enquanto. Depois de diversas ações judiciais, derrubando a alta indenização por gastos do mandato, os vereadores implantaram o benefício novamente em dezembro. O...