Últimas

Quarta-Feira, 03 de Outubro de 2007, 08h:22 | Atualizado: 26/12/2010, 12h:16

JUIZADO ESPECIAL

Brasil Telecom é condenada por venda indevida

    A Brasil Telecom, empresa de telefonia, foi condenada por se opôr à liberdade de escolha de um consumidor ao condicionar a venda de um serviço para fornecer outro, a chamada venda casada. Além dessa prática considerada abusiva, o cliente nem mesmo solicitou o benefício de “seguro família”. Foram inclusas na fatura de pagamento duas mensalidades que ao todo custaram ao bolso do cliente R$ 31,8. 

    A empresa, que lidera o ranking de reclamações protocoladas junto à Superintendência de Proteção aos Direitos do Consumidor (Procon), chegou a contestar a ação de reclamação, mas ficou comprovado que o cliente não solicitou o seguro. A prática irregular custará a Brasil Telecom R$ 4 mil em indenização por danos morais.

Postar um novo comentário

Comentários (3)

  • Rafael Damian | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Daremos os parabéns a "indústria dos danos morais" que se adaptou em Mato Grosso como carrapato ao couro de um bezerro.

    Será que o cidadão teve mesmo o sentimento que nutre sobre si ou, o sentimento que as pessoas ao seu redor lhe dispensam, abalado de forma tão violenta que tivesse gerado um prejuízo (calculado de forma ÍNTIMA pela juíz) e que ficou nesse exorbitante valor?

    Evidente que sem os autos do processo não há como saber, mas o que tenho visto, no que concerne aos juízes consumeristas de Cuiabá, são valores astronômicos sem qualquer relação com a realidade fática.

    A desculpa é sempre a mesma, "a empresa que melhore seus serviços", oras, como se fosse fácil, né? ... é muito fácil pegar uma estrutura feita para a elite dos brasileiros e popularizar, como foi o caso das teles brasileiras e isso, em tempo recorde, pois em menos de dez anos, a maioria do povo brasileiro comunica, o que era impossível na era das trevas (dez anos atrás).

    Falhas existem é claro, agora, querer corrigí-las com sentenças desconexas com a reliadade e extremamente desproporcionais, como vem sendo feito pelos doutos magistrados cuiabanos, não é o melhor caminho.

  • Roberto Cyriaco | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Esse cara (Rafael), deve ser um ótimo empresário, para não estar satisfeito com a atuação da justiça no campo de atendimento aos consumidores, deve realmente ser um empresário muito respeitador dos direitos de terceiros... Vá se catar cara !!!

  • Rafael Damian | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    "Esse cara (Rafael), deve ser um ótimo empresário, para não estar satisfeito com a atuação da justiça no campo de atendimento aos consumidores, deve realmente ser um empresário muito respeitador dos direitos de terceiros... Vá se catar cara !!!"

    É meu caro, pelo contrário, sou trabalhador, quiçá, que nem você.

    Ocorre que você não se ateve ao que eu disse, no que concerne a indústria do dano moral que vem se instalando em nosso país, acredito que você não tenha observado não por querer, talvez sem querer mesmo, haja vista que a ignorância nos faz agir dessa forma, qual seja: agir sem querer.

    Penso que o dano moral, que é algo extremamente íntimo na sentença judicial pode gerar distorções gigantescas entre o dano causado de fato e o valor que esse dano sentimental gera quando materialisado em sentença judicial.

    Tal assunto deveria ser melhor regulamento acredito eu.

    Por fim, gostaria de agradecer as gestis palavras: "vá se catar", realmente achei bastante interessante, haja vista, que os meios cibernéticos são úteis para extravasar certos distúrbios como por exemplo: problemas de ordem erétil, psicossomáticos e porque não dizer por vezes relacionados a própria orientação comportamental.

    Por isso, meu caro amigo ai de cima, fico feliz em poder te ajudar.

2 suplentes já estreiam em Cuiabá

alex rodrigues 400   Com menos de quatro meses de mandato, dois dos 25 vereadores cuiabanos reeleitos no ano passado já pediram licença para abrir espaço a suplentes. Diego Guimarães (Cidadania) se afastou por 30 dias. Em sua cadeira está Maysa Leão, do mesmo partido. Marcrean Santos (PP) pediu afastamento...

Governista 2 e o desafio da reeleição

wilson santos 400 curtinha   Wilson Santos (foto), que conseguiu retornar à Assembleia "sangrando" nas urnas de 2018, impactado pelo desgaste pela defesa intransigente do Governo Pedro Taques, se prepara para atravessar outro purgatório no próximo ano, em busca de mais um mandato. O deputado tucano carrega desgaste...

Nobres chora a morte de ex-prefeito

flavio dalmolin 400   A pequena e turística Nobres, de 16 mil habitantes, parou neste Feriado de Tiradentes em comoção pela morte, por Covid-19, do ex-prefeito Flávio Dalmolin (foto). Um cortejo percorreu ruas e avenidas, parou em frente ao estádio municipal Balizão e à prefeitura, onde...

Derrotado ensaia disputa ao Governo

reinaldo morais 400 curtinha   O empresário Reinaldo Morais (foto), o rei dos porcos, está disposto a gastar mais uns milhões com nova candidatura majoritária, agora para governador. No ano passado, concorreu ao Senado e obteve votação decepcionante. Foi o penúltimo colocado numa corrida com 11...

Sicredi recua de comprar praça pública

enilson rios 400 prefeito araputanga   A diretoria do Sicredi nem esperou ser votado na Câmara Municipal o polêmico projeto sobre negociação de uma praça pública no centro de Araputanga para cancelar o negócio. A cooperativa havia "amarrado" entendimento com o prefeito Enilson de Araújo...

Sessão, voto e namoro com cantora

ulysses moraes 400   Na sessão virtual da Assembleia desta segunda, o deputado Ulysses Moraes (foto), do PSL, estava demorando para computar o voto na apreciação de um veto do governador. O presidente Max Russi (PSB), então, cobrou agilidade do colega e brincou, dizendo que agora ele só tem olhos para a Maraisa....