Últimas

Terça-Feira, 11 de Setembro de 2007, 08h:09 | Atualizado: 26/12/2010, 12h:16

CONFRONTO

Briga entre prefeito e staff expõe desintegração

    A "lavagem de roupa suja" entre o prefeito de Cuiabá, Wilson Santos (PSDB), e seus secretários, principalmente Júlio Pinheiro (Agência de Habitação), revela erros estratégicos de um gestor que sonha em chegar ao governo do Estado. Até agora, o tucano só mantém inalterado o comando de 3 das 14 secretarias. Nas demais, promoveu mudanças, ora motivadas por divergências, ora por acomodações políticas. Falta coesão. Cada um parece ter traçado planejamento particular. Atua desintegrado dos demais membros da equipe.

   Constantemente, Santos incorpora o velho estilo "galo de briga" de quando era deputado estadual. Atira para todos os lados. Depois, arrependido, sai apagando incêndio. Nas reuniões com seu staff, o prefeito esbraveja, cobra empenho e persistência da equipe. Sugere que todos acompanhem o seu ritmo, de acordar cedo, manter agenda intenção e só encerrar o expediente à noite.

  Mesmo sob cobrança, a maioria dos secretários desrespeita o prefeito. Nos mutirões solidários que ocorrem aos sábados, cada vez em um bairro, quase não se vê secretários. O prefeito aparece praticamente a sós. Falta voz de comandado. Nos bastidores, Santos reclama, por exemplo, da atuação do secretário Oscar Soares Martins (Trânsito e Transporte Urbano). Chega a comentar que não o aguenta mais. Apesar disso, não o exonera.

   Na semana passada, Santos foi avisado de que seriam divulgado pesquisas sobre intenções de voto e que estaria em desvantagem sobre os pré-candidatos ao Palácio Alencastro, deputados Walter Rabello (PMDB) e Sérgio Ricardo (PR). O tucano ficou inconformado. Reclamou que trabalha muito mas o resultado, na prática, não está sendo satisfatório por causa da atuação pífia do secretariado. Não deu outra. Em dois eventos, reclamou publicamente da equipe, causando constragimento geral. Depois, chamou alguns para uma conversa particular. Contornou a crise. E assim tudo continua como dantes.

Postar um novo comentário

Comentários (15)

  • Maria Eduarda Micheloto | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Sr prefeito,
    em sala de aula seus alunos o obedeciam e aprendiam???
    Seu secretariado pra saber o certo e o errado tem que ter lider, tem que ter autonomia, tem que ser voce a ensinar, antes de criticar, e nao adianta chegar mais cedo e sair mais tarde, se nao tiver autonomia so vai gastar mais energia, correr mais riscos e desgastar-se.
    O sr quer uma boa equipe?
    Seja um lider que ensina e da liberdade pra seus funcionarios!!!Creia somente no que tenha provas!!
    Ouca sempre os dois lados!
    BOA SORTE(NAS ELEICOES)

  • jota | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Na verdade o Prefeito Wilson Santos sabe que sua admintração é pifia, culpa os secretários, mas ele não da autonomia aos secretários, por ex. até hoje passaram 5 secretarios de saude, tos eles reclamaram que não tem autonomia, na pasta, não é diferente nas aoutras é o Galo que comanda, pra falar a verdade os bairros todos estão arrebentados o Galo só com promessa e mentira, o povo está muito revoltado nos bairros. falar en secretário, esse Julio Pinheiro até agora não construiu uma casa, as 163 que foram entregue na semana passada é um restante das 800 casas do progama BID. que construiu 406 no Jardim Aroeira, 231 no Jardim Umuarama e 163 no Jardim Paraná, então são recursos da época do Frença, nada de esforço do Sr. Julio Pinheiro .

  • Valdir | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Na verdade sempre faltou maturidade para o prefeito. Essa história de galinho de briga, só funcionava, se é que é verdade, na Câmara Federal, mesmo assim, desconheço obras cujos recursos foram trazidos para Mato Grosso pelo então parlamentar Wilson Santos.

    O que vimos até agora em quase quatro anos de prefeitura, foi muita baderna administrativa. Uma prefeitura sem comando, onde todos os secretários mandam e nada fazem, um prefeito que não cumpriu 10% de suas promessas de campanha, um prefeito que promove constantes troca de cadeiras para ajeitar para os amigos que foram reprovados nas urnas.

    Essa reportagem deveria permanecer disponível até as eleições de 2008, para ajudar o povo cuiabano a escolher corretamente o próximo prefeito. Cuiabá nos últimos três anos, atrasou em 20. Pois certamente sofreremos, como já está ocorrendo, os desmandos, a administração faz-de-conta dessa Gestão atual.

    Só para lembrar, nesses quase quatro anos, eis algumas pérolas da atual gestão: Tentativa de aumento do IPTU, tentativa de aumento das tarifas da água, tentativa de aumento da tarifa de ônibus antes do vencimento da cláusula contratual que assim permitia, tentativa de privatização da SANECAP, Troca de nomes de avenidas, do prédio da prefeitura, caso RDM mal explicado até hoje.

    Obras inauguradas pelo Prefeito:

    Iluminação AV CPA (Orçamento oriundo da taxa de iluminação paga pelo povo).

    Av Beira Rio (Graças aos recursos oriundo do estado).

    Enfim, cadê as promessas de campanhas, cadê as facilidade em adquirir emendas para trazer recursos para MT. Era só blá, blá, blá....

  • ANTONIO EUGENEIO | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Tenho meu comercio perto da Prefeitura, vejo constantemente o Prefeito WS as 6, 6.30 da manha chegando para trabalhar na Prefeitura, e segundo contam ele vai trabalhando ate as 21, 22 horas, acompanha as obras, fiscaliza, cobra dos seus Secretarios. Realmente o Prefeito tem um pique de louco, imagino os seus assessores acompanhando esse homem devem ser uma loucura, nao queria estar na pele desses secretarios.

  • PIER-PAOLO FANFANNI | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Caro Romilson: Se os Secretarios fossem realmentes despreendidos dos seu cargos (muitos sem eles não vivem). Todos, mas todos mesmo teriam pedido demissão no mesmo instante que foram humilhados publicamente. Cade a ombridade, a dignidade destes cidadãos. Nosso País está carecendo de homens dignos.

  • Kliemaschewsk | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Estamos no tempo de jogar pedras na vidraça. Daqui até as eleições vão aparecer muitos querendo denegrir a imagem do Prefeito.Sempre foi assim!!!!!Pois não é!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

  • Luiz P. | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Acho atitude de puro oportunismo, a "saraivada" de críticas que vem sendo destinada à "administração Wilson Santos", com raríssimas exceções.

    Primeiro porque vem sendo patrocinadas, na sua grande maioria, por pretensos candidatos ao alencastro, o que já não é confiável; mas dá para entender, já que raramente um político majoritário ganha eleição por mérito. Na maioria das vezes vence mostrando o defeito do adversário (inclusive o próprio Wilson usou desse expediente na eleição passada).

    Mas o oportunismo é muito descarado e desleal, o que deve ser reprovado pela nossa sociedade.

    Eu sou cuiabano há mais de 40 anos e nunca vi um administrador mais visionário que o Wilson Santos, Talvez o Rodrigues Palma chegou mais perto, acompanhado bem de pertinho pelo Roberto França, apesar das falhas financeiras.

    Cuiabá com a dimensão territorial que tem e uma população que cresce assustadora e rapidamente, acredito que, qualquer prefeito que assumí-la não encontrará um antídoto para pingar sobre cada problema e resolvê-los da noite para o dia, por que são muitos e brotam diferentes em cada esquina do centro ou da periferia.

    Então esse novo Lino Rossi da tv, que chora com o problema alheio e que resolve alguns, também com o dinheiro alheio, mas que nunca, como vereador ou deputado estadual apresentou projeto de lei ou qualquer mensagem que possa ajudar Cuiabá a resolver seus problemas sociais, jamais fará nada. Ele sabe criticar, pressionar, chorar e fingir, mas dar sugestão não sabe, então também, não saberá administrar Cuiabá.

    Já o Sérgio Ricardo é vendedor de carro, mas não consegue vender sua imagem xoxa e sem sal, pois, com aquele projeto de soltar peixes no rio cuiabá vai se reeleger deputado estadual e só.

    Mas a administração Wilson Santos que apesar de silenciosa é profícua, tem tudo para deixar Cuiabá com a cara de futuro e com obras empreendedoras capazes de atrair investimentos a médio prazo, que é o que os nossos filhos precisam.

    Cuiabá não é facil de administrar, mas precisa de um prefeito trabalhador e que a ame, pois, "quem ama cuida". Esse prefeito nós temos, vamos ajudá-lo mais e criticá-lo menos, afinal os apedrejadores de hoje não serão a vidraça de amanhã... Se Deus quiser!




  • Antonio Luiz de Souza | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Só concordo em um detalhe com esse cidadão "luiz P." ao afirmar que o prefeito é um visionário. De fato ele é tão visionário, que parece alguém lunático, ou que vive em outro mundo, tal a sua desfaçatez com os interesses coletivos, da cuiabanidade. Temos um prefeito que nada faz, a cidade está abandonada, o lixo está por todos os lados, as ruas esburacadas, os terrenos baldios tomam conta, a assistência a saúde é de calamidade pública, a educação é lastimável, com professores permanentemente em estado de greve, além dos desmandos em outras áreas. O que se pode esperar de um prefeito que nada fez em três anos???Se ele tivesse juízo e cumprisse promessa de campanha, tirava todos os polítiqueiros alojados nos cargos da prefeitura e pedia para ir para casa antes do final do seu mandato, pois se candidatar vai levar uma surra que não vai mais conseguir levantar. Frustração, esse o sentimento de todos nós que votamos neste cidadão!!!

  • Joaquim da Silva | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Olha o Prefeito Wilson Santo pode perder a reeleição graças a falta de respeito que alguns secretarios dele tem para com os municipes e servidores público, mas fazer o que se os dois que citarei dizem que são imexiveis por ser seu amigo pessoal: Oscar Soares não serve nem para ser porteiro de cadeia pública, tamanha brutalidade que trata o contribuinte e os servidores público, parece que só ele é dono da verdade. o Euclides Santos é outro que não recebe se quer o servidor em seu gabinete, fala o que acha e não houve o que precisa.
    Wilson Santos, troque este seu secretário de Transito senão o Sr vai perder as eleições, quer saber mais sobre ele, procure os servidores da SMTU, procure os moradores do condominio da Av Republica do Líbano, poximo ao trevo que o Sr esta construindo no Alvorada! O moço é bruto e não houve as pessoas. Prefeito o Sr não merece isso, acho que o Sr não sabe disso!

  • Juarez Gonçalves | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    O Povo não sabe mesmo é votar. Os pré cadidatos à Prefeitura de Cuiabá não conseguem escrever a letra "O" com a ajuda de um copo. Professor é excelente em teorias, é obvio que não conseguiria pratica-las. Radialistas são bons pra comentar a obra alheia e não pra fazer obras. O que podemos esperar desta gente? Sindicalistas são bons pra arrumar encrenca e fazer baderna, não conseguem propor uma solução sequer para nada.
    A crise é de lideranças. Faltam lideres comprometidos com o Povo. A culpa é dos velhos coronéis da política.
    Quanto ao prefeito de Cuiabá, bem, o que se pode dizer nestas situações? Apenas me lembro de uma máxima da Administração, qual seja: "A equipe é o espelho de sua chefia"

Sexto suplente na Câmara por um mês

aluizio leite 400 curtinha   Aluízio Leite (foto), filiado histórico do PV, tomou posse como vereador pela Capital na último dia 2. Mas vai ficar na cadeira por somente 31 dias, até o retorno do titular, delegado Marcos Veloso, que se afastou para cuidar de assuntos pessoais e hoje se encontra hospitalizado com...

No TCE pra tentar receber da prefeitura

flavia mesquita 400 curtinha   Flávia Mesquita (foto), da Luppa Administração de Serviços, pediu socorro ao TCE para tentar receber por serviços prestados à secretaria de Saúde de Cuiabá, alegando que o município está inadimplente há oito meses. E apontou quebra da ordem...

Pai e filho pré-candidatos em Poconé

henrique santos 400 curtinha pocone   Em Poconé, pai e filho estão animados para o teste das urnas deste ano. Um a prefeito e, outro, para vereador. Euclides Santos, que já foi vereador (89/92) e prefeito por duas vezes (93/96 e 2001/2004), além de secretário de Infraestrutura e Serviços Urbanos em...

Expectativa de tocar a Cultura de MT

paulo traven 400 curtinha   Um dos três adjuntos da pasta de Cultura, Esporte e Lazer do Estado, José Paulo da Mota Traven (foto) vem se articulando para assumir de forma efetiva o comando da secretaria. Ele conta com apoio de alguns membros do staff, como do secretário de Governo, Alberto (Beto) Machado. O governador...

Poconé tem hoje vários "prefeitáveis"

euclides santos 400 curtinha   O ex-vereador e ex-prefeito de dois mandatos de Poconé, Euclides Santos (foto), que era do MDB e agora está no PSDB, vem se movimentando nos bastidores para concorrer novamente à sucessão municipal. Seria um dos nomes de oposição ao prefeito Tatá Amaral, que vai tentar...

Apostas do PTB para vereador em VG

silvio fidelis 400 curtinha   Detentor da segunda maior bancada na Câmara de Várzea Grande, com cinco assentos, atrás somente do DEM da prefeita Lucimar, que conta com sete vereadores, o PTB aposta na hipótese de ao menos manter as cinco vagas. E todos os seus vereadores vão à reeleição, sendo...

ENQUETE

facebook whatsapp twitter email

Em Cuiabá, o prefeito suspendeu a decisão de implantar rodízio de veículos entre placas pares e ímpares devido à Covid-19. Mas quer debater a ideia. Você concorda com rodízio?

concordo

discordo

tanto faz

não sei

Não se trata de pesquisa eleitoral, mas de um mero levantamento de opiniões de leitores do RDNews e do Blog do Romilson, com participação espontânea dos internautas. Resultado sem valor científico.