Últimas

Segunda-Feira, 17 de Setembro de 2007, 11h:10 | Atualizado: 26/12/2010, 12h:16

EXECUTIVO

Brito assina 7 contratos que somam R$ 531 mil

    A secretaria estadual de Justiça e Segurança Pública (Sejusp), sob comando de Carlos Brito, fechou cinco contratos e assinou dois aditivos, alguns deles curiosos. Juntos somam R$ 531 mil. Por R$ 392,2 mil, a pasta contratou a empresa J. Espreafico para realizar serviços de inspeção e auditagem na frota de veículos da secretaria durante o período de um ano.

    Outro contrato prevê a aquisição de serviço de suporte técnico com manutenção preventiva e corretiva de todo o sistema guardião que será realizado pela empresa Dígitro Tecnologia, também por 12 meses. O valor da contratação é de R$ 72,3 mil. A empresa Pausa Nobre, especializada em serviço de buffet, angariou  mais um contrato junto ao Estado. Ela está responsável por atender eventos como coquetéis, coffee break, café da manhã, almoço e jantar. Também servirá marmitex.

    Com verbas do Fundo Estadual de Segurança Pública, a Sejusp pagará a empresa Kamil Zarour R$ 31,1 mil pela prestação de apoio administrativo e serviços em geral na Capital e também no interior. Já a empresa Claudemir de Oliveira fará a manutenção de piscinas da Academia de Polícia Judiciária Civil (Acadepol).

    Um dos dois termos aditivos celebra a prestação de serviços de manutenção, com substituição de peças, exceto acessórios, nos equipamentos de radiocomunicação implantados nas viaturas. O contrato, que venceu em 1º de setembro, foi prorrogado por mais um ano. A Luppa Administradora de Serviços e Representações Comerciais disponibilizará mão-de-obra (digitador, servente, eletricista, pedreiro e auxiliar de pedreiro). Este contrato existe desde 2005. Os dois termos aditivos foram publicados no Diário Oficial sem informação sobre os valores. (Simone Alves - RDNews)

Postar um novo comentário

Comentários (1)

  • Agnaldo Horácio | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Esse contrato com essa empresa que dá manutenção aos rádios da polícia tem que ser revisto, antes ela era única, hoje ja existem outras empresas representantes da Motorolla e não pode haver exclusividade, não é verdade? Afinal, a concorrência não é um meio para barretear custos? Rapaz, mais como essa empresa de bufett serve o estado né? E essa tal de Luppa, acho que o MP deveria usar uma lupa, igual aquela do sherlock Holmes para ver as coisas mais de perto. Que tal?

2 abstenções e briga pela 4ª Secretaria

silvio favero 400   Dois deputados se abstiveram na eleição da Mesa Diretora da Assembleia desta terça cujo votação foi secreta. Nos bastidores, os comentários são de que as abstenções foram de Sílvio Fávero (foto), que se lançou à disputa e, sequer, teve...

Petista, incoerência e voto contrário

ludio cabral 400   O petista Lúdio Cabral (foto), daqueles parlamentares do morde e assopra, na tentativa de marcar posição, expõe cada vez mais suas incoerências em votação na Assembleia. Na sessão que antecedeu a eleição para a nova Mesa Diretora, provocada pela decisão...

Projeto sobre VI na Saúde está na AL

gilberto figueiredo 400 curtinha   Já está na Assembleia, para votação dos deputados, o projeto do governo que garante retomada do pagamento da verba indenizatória aos profissionais da Saúde que atuam na linha de frente do combate à Covid-19 nas unidades hospitalares, ambulatoriais e...

2 desembargadores vão para TRE-MT

carlos alberto tj 400 curtinha   O Pleno do Tribunal de Justiça define, na quinta (25), em votação secreta e por videoconferência, dois desembargadores que comporão os quadros de comando do TRE-MT pelos próximos dois anos. O ex-presidente do TJ, Carlos Alberto Alves da Rocha (foto), é um dos inscritos...

Primeira-dama pede retorno de auxílio

marcia_pinheiro_curtinha400 Primeira-dama de Cuiabá Márcia Pinheiro (foto), em visita à sede do Rdnews e entrevista ao Rdtv, pede que a bancada federal de MT se mobilize e vote favorável ao retorno do pagamento do auxílio emergencial às famílias em situação de vulnerabilidade. Márcia...

Retorno, um novo tempo e inocência

jose carlos novelli 400 curtinha   Os conselheiros José Carlos Novelli (foto) e Antonio Joaquim participaram nesta terça da primeira sessão do Pleno do TRE, após três anos e seis meses afastados por determinação da Justiça, com base em denúncias sem provas de que cinco conselheiros...

MAIS LIDAS