Últimas

Sábado, 02 de Agosto de 2008, 19h:47 | Atualizado: 26/12/2010, 12h:21

ARTICULAÇÃO

Brito manobra para ajudar seu candidato Misael

 Ex-deputado leva para arrastão no shopping popular Mauro Mendes em companhia da primeira-dama Terezinha Maggi, tudo para beneficiar seu aliado que disputa vaga de vereador pelo PR

  O ex-deputado Carlos Brito ainda não assumiu de fato e de direito a coordenação-geral da campanha de Mauro Mendes à Prefeitura da Capital, mas os passos do candidato do PR já são guiados pelo ex-secretário da Casa Civil e de Justiça e Segurança Pública do governo Blairo Maggi. Brito foi o responsável, por exemplo, por escolher o shopping popular como o primeiro local para Mendes fazer campanha, em companhia da secretária e primeira-dama do Estado, Terezinha Maggi. Ambos foram ao "camelôdromo" na última quinta. Cumprimentaram eleitores, fizeram discurso, mandaram recado, fizeram propostas para administrar a Capital e pediram voto.

   Sabe por quê Brito levou Mendes e Terezinha ao shopping popular, marcando o início de uma nova fase da campanha, agora com presença de lideranças da turma da botina? Porque o seu candidato a vereador Misael Galvão (PR) é presidente da Associação dos Camelôs do Shopping Popular de Cuiabá e poderia tirar proveito político da situação. Essa manobra para beneficiar politicamente o seu candidato, que usa na campanha logomarca similar às das campanhas eleitorais de Brito, deixaram na bronca os demais concorrentes proporcionais.

   Brito se articula nos bastidores para assumir oficialmente a coordenação-geral da campanha de Mendes. Hoje, essa atribuição está com Helny de Paula, presidente da MTGás e dirigente do PR da Capital. Enquanto espera a chance, Brito atua como assessor de Mendes. Essa relação próxima, o transformou em conselheiro do candidato republicano.

  Desde já um grupo de candidatos a vereador do PR e até mesmo de outras siglas que fazem parte da coligação "Compromisso com Cuiabá", como PT e PMDB, resistem à idéia de Brito se tornar o "linha-de-frente" da campanha. Acham que se isso ocorrer, o grande privilegiado será Misael. Lembram também que Brito mais desagrega do que aglutina. A bronca e a ciumeira é geral.

   As reclamações chegaram ao ouvido de Mauro Mendes, que decidiu reforçar o nome de Helny na coordenação-geral, tudo para não arrumar confusão interna e complicar uma candidatura que ainda patina em quarto lugar nas pesquisas de intenção de voto rumo ao Palácio Alencastro.

Postar um novo comentário

Comentários (11)

  • Pacheco | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    No processo democrático, onde existe livre arbítrio para a escolha e apoio de candidaturas majoritárias e proporcionais, o eleitor (seja ex-deputado ou ex-secretário), pode apoiar quem bem entender.
    O apoio de Carlos Brito para Misael Galvão ou outro candidato reflete, simplesmente, a liberdade de escolha que temos, atualmente, no estado democrático de direito.
    Qualquer outra interpretação, sem dúvida, soa no mínimo como picuinha...

  • SLVIO | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    CONCORDO PLENAMENTE COM SR PACHECO, O LIVRE ARBITRIO É UM FUNDAMENTO DA PESSOA HUMANA, CARLOS BRITO PODE E DEVE APOIAR QUALQUER UM, SÓ EXISTE UM POREM QUE NÃO O FAÇA COMO COORDENADOR DE CAMPANHA DE MAURO MENDES, POIS O CANDIDATO A PREFEITO PRECISA DE TODOS OS VEREADORES... ESTAMOS FALANDO DE PARTIDO... TODOS OS CANDIDATOS A VEREADOR DEVEM TER O MESMO TRATAMENTO DO COORDENADOR E DO CANDIDATO MAURO MENDES.
    SE NÃO A DISPUTA DIFA INJUSTA.

  • Francz Shwartz | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Qual será o salário do C. Geral? Para tanto esforço em ser o grande Coordenador!
    O premio será antes ou depois que estiver no poder?
    É muita Humilhação para o Brito, homem que ja foi vereador/prefeito/deputado/sec.estado /puxasaco/ batepau e agora implorando para ser o tal COORDENADOR, ora Brito, voce vale muito mais, e ainda para ser de Mauro Mendes?
    Se o seu prestigio estivesse em alta com maggi, vc seria o candidato a Prefeito, e o PR estaria melhor!
    Voce sempre será o Melhor, pelo menos teve seu trabalho individual e não precisou de ninguem p/escada. BRITO VALORIZE-SE! ...

  • Germano Souza Cruz | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Realmente o casal Maggi e MAUro Mente, tem que ser levado à alguns lugares em Cuiabá, pois eles desconhecem por completo onde transitam e trabalham as pessoas de baixo poder aquisitivo. Ou seja, eles não sabem o que fazem nem por onde andam os pobres.
    WILSON SANTOS NELES!!!!!!!!!!!

  • ELEITOR | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Sei que estão pensando porque não usa o nome verdadeiro, no minino é assessor de Brito. Exatamente. Trabalho com Brito há algum tempo...Quando uso a expressão trabalho é do verbo trabalhar, mesmo. Brito sempre deixou der lado a propria família para trabalhar em prol dos que o apoiaram.

    Muitos, aliás milhares de cuiabanos que hoje têm casa propria não se lembram da luta de Brito para isso. Quem passeia pelos parques Massairo Okamura, Zé Bolo Flô e Tia Nair, não se lembram que as Leis de construção são de Carlos Brito. E ainda a Praça das Bandeiras que hoje é palco de eventos cívicos e cultrais, a sede da UCAMB, as emendas parlamentares para pavimentação e outras obras de dezenas de bairros e avenidas, como a Beira Rio, a contrução de vários Centros Comunitários, o programa Vale Luz, o desenvolvimento do Parque Cuiabá, a revitalização e valorização da comunidade São Gonçalo Beira Rio.

    Isso são apenas algumas das obras da capital, sem ressaltar as obras de Várzea Grande, de todo o interior e comunidades rurais.

    É parece que o povo tem mania de esquecer as coisas. Talvez o Brito não devesse mesmo apoiar e até assumir a coordenação de Mauro Mende..já que das outras vezes que vez foi passado pra tras, Wilson Santos sabe quem o ajudou e se eleger, bem como Luiz Poção, e tantos outros políticos. Se Brito é tão incopetente como dizem, porque o medo e a ciumeira...Será que a manifestção contrária a ele, não é extamente por conhecerem o trabalho dele, e sabeream que ele tem coerencia e pulso para administrar qualquer coisa que ele assume...até mesmo uma coordenação de campanha.

    Concordo que o Brito causa intriga por onde passa...mas isso é porque ele tenta colocar as pessoas que estão a toa para trabalharem. E isso com certeza não agrada todo mundo, muito menos aqueles que estão querendo aparecer sem fazer nada. o Brito cresceu...e cresceu trabalhando, apanhando e batendo...E assim é que forma um político, não saindo de um escritprio com ar condicionador e achando que um terno bem passado e gravata cara ganham eleição.

    Com certeza a ideia de colocar Brito como coordenador teve origem depois da inauguração do comitê do Misael Galvão e do arrastão do Shopping Popular, onde foi provado para Mauro Mendes que o povo do Brito está sempre com o Brito.

  • EDSON FIGUEIREDO | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    GERMANO DA PERCEBE QUE VC NÃO E SO TORCIDA MAIS QUE TEM UM BOM D.A.S COM O PREFEITO, A E UMA FORTE LIGAÇÃO, ENTÃO PEÇO A VC DIZER AO WILSON SANTOS PRA DEIXAR ACONTECER A C.P.I DO LIXO COM SERTEZA ELE DISPARA NÃO NA PESQUISA E SIM NUM MATO. NIQUEM MAIS VAI CONSEQUI ENCONTRALO. NESSE DIA NÃO FICA PERTO DELE SEW NÃO SERA ATROPELADO. SEU LEITERO,PUXA SACO...

  • EDSON FIGUEIREDO | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    PERCEBE QUE O CARO ELEITOR, TRABALHA MUITO PRA CARLOS BRITO QUE NEM VE OU VC FAZ DE BESTA, MEU CAMARADA CARLOS BRITO NUMCA LUTOU EM DEFESA DAS CASA DA ANTIGA COHAB. O QUE ELE FEZ QUANDO FICOU COMO PREFEITO POR 45 DIAS FOI UM ROMBO, QUASE DEU PARADA CARTIACA NO MEIRELLES QUANDO ELE AVISTOU O BURACO. QUEM COSTA MUITO DE BRITO E ROBERTO FRANÇA, VAI LA E VE O TAMANHO DO DO FURO QUE ELE TEM NAS COSTA FEITO PELO CARLOS BRITO. PARE UM POUCO DE TRABALHA MAIS NÃO DE SUA COSTA A ESSE CIDADÃO.

  • ANA ALICE | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    O DISCURSO DE MAURO MENDES E TRATAMENTO IGUALITÁRIO...

    CONHEÇO ALGUNS CANDIDATOS DO PR - A INSATISFAÇÃO É GRANDE - E JÁ EPERAVAM POR ALGUNS APOIOS DIFERENCIADOS NO PARTIDO.

    MAS LEMBREM-SE QUE NÃO ADIANTA UM OU OUTRO SER BEM VOTADO - SENÃO NAO FAZ NENHUM VEREADOR

  • Catarina do Espírito Santo | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Sobre a referida matéria: Mauro Mendes e Terezinha Maggi foram ao arrastão no Shopping Popular porque acreditam em Misael Galvão e na sua ampla possibilidade de ser eleito. Porque ele tem serviços prestados à Cuiabá, é um homem honesto, trabalhador e está apto a ocupar uma vaga na Câmara de Vereadores. Não houve manobra na agenda do candidato Mauro Mendes. Ele e dona Terezinha simplesmente aceitaram o convite para participardo arrastão que foi idealizado e organizado pelos próprios camelôs, todos engajados na campanha de Misael Galvão. E muito provavelmente irão aceitar convites de outros candidatos. Portanto, nada do que está escrito nesta matéria procede.

  • Jacyara | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    VOU CONTAR TUDO.
    Nas eleições passadas, houve arrastão no camelodromo, tambem em apoio à BRITO, e foi lá que Sérgio Ricardo iniciou a tática de guerrilha que consistia em trazer seu carro de som : Trio elétrico, por sinal o melhor da cidade, na época, e chegava aos locais do arrastão várias horas antes do evento, pois o Governador só saia para o quebra pau após às 17:00 - final de espediente.
    E Sérgio foi desautorizado pelo governador de estar ali, pois aquele local éra de Brito.
    Sérgio Ricardo, entendeu tudo, não só não saiu como chegava mais cedo aos locais programados.
    Depois eu conto outra.

Sob efeito-cavalo paraguaio em ROO

thiago muniz 400 curtinha   Em Rondonópolis, o candidato a prefeito, vereador e empresário Thiago Muniz (foto), se transformou num cavalo paraguaio, expressão muito usual no futebol quando se refere a um time que dispara no início do campeonato mas, lá pela metade, começa a cair pelas tabelas. Acreditava-se...

Lula na TV deve afundar mais Julier

lula 400   O advogado Julier Sebastião da Silva, que disputa pela segunda vez a Prefeitura de Cuiabá - na primeira, em 2016, pelo PDT, ficou em terceiro lugar e, agora, pelo PT -, levou para o seu horário eleitoral o ex-presidente Lula (foto). A participação, com pedido de voto para Julier, da maior...

Na contramão dos investimentos

jose wenceslau 400 curtinha   Ao invés de reconhecer e aplaudir a iniciativa do governo estadual, que anunciou investimentos de R$ 9,5 bilhões em obras e ações, sendo R$ 6 bilhões (63%) de recursos próprios, a Fecomércio-MT, sob José Wenceslau Júnior (foto), reagiu com críticas....

Filho de ex-deputado rumo a vereador

willy taborelli 400   O coronel PM da reserva e ex-deputado estadual Perry Taborelli, que concorreu e perdeu para prefeito de Várzea Grande em 2016, lançou de novo o filho à cadeira de vereador. Trata-se do jovem advogado Willy Jacyntho Taborelli (foto), de 32 anos. Desta vez, ele concorre pelo PV. Na eleição...

Beto vê aliado como mais preparado

wellington marcos 400   O prefeito de Barra do Garças, Beto Farias (MDB), tem sido um cabo eleitoral fundamental para o candidato à sucessão municipal, advogado e atual vice-prefeito Wellington Marcos (foto), do DEM. Beto, que está concluindo o segundo mandato consecutivo com 80% de aprovação popular,...

Produtores e a unificação de eleições

antonio galvan 400 curtinha   Mato Grosso pode ter três eleições no mesmo dia, 15 de novembro. Isso porque, além das municipais e a suplementar ao Senado, alguns produtores rurais se movimentam para que a escolha do novo presidente da Aprosoja também seja na mesma data das eleitorais. Inicialmente, o pleito da...