Últimas

Quinta-Feira, 03 de Dezembro de 2009, 14h:22 | Atualizado: 26/12/2010, 12h:24

DADOS

Cáceres tem 4 mortes por dengue em menos de 1 mês

   Sobe para quatro o número de mortes por dengue em menos de um mês em Cáceres, cidade comandada pelo democrata Túlio Fontes. Apenas nesta quarta (2), foram registrados dois óbitos. Pela manhã, o morador de rua Evaldo Toledo (32) faleceu no Hospital Regional em decorrência da dengue hemorrágica. À noite, a menina Lucineide Pereira da Silva (4), moradora do bairro Jardim Cidade Nova e que estava internada na mesma unidade hospitalar, não resistiu e morreu. Cáceres figura na lista das 10 cidades do país com maior risco de surto de dengue, conforme dados do Levantamento de Índice Rápido de Infestação por Aedes aegypti (Liraa) 2009, divulgados pelo ministro da Saúde, José Gomes Temporão.

   A coordenadora da Vigilância Epidemiológica, Arlene Alcântara, explicou que Lucineide deu entrada na terça, 1º de dezembro, no Pronto Atendimento Médico (PAM). No mesmo dia, em estado grave, ela foi transferida para o Hospital Regional, onde faleceu às 21h40. A causa morte, segundo o prontuário médico, é dengue hemorrágica.

   Das quatro mortes ocorridas até o momento, três foram por dengue hemorrágica e uma por dengue clássica. As outras vítimas são o trabalhador Durvalino Cunha Silva (44), que morreu em 25 de novembro de dengue hemorrágica, e a professora Greice Aparecida do Nascimento (27), grávida de nove meses, que faleceu no dia 15 do mesmo mês em decorrência da dengue clássica.

   As mortes de ontem ocorrem no momento em que a Vigilância registra uma redução do Índice de Infestação Predial (IPP). Levantamentos feitos pelos Agentes Ambientais indicam que o IPP caiu de 3,5%, na primeira quinzena de novembro, para 2,4% na ultima semana do mês. Neste período foram registrados 186 casos de dengue. (Andréa Haddad)

Postar um novo comentário

Comentários (8)

  • João Carlos | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Vetado por conter expressões agressivas, ofensas e/ou denúncias sem provas.
    Queira, por gentileza, refazer o seu comentário.

  • Beatriz | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Acho que o Sr. Carlos Santana, ao defeder o Sr. Prefeito e a sua administração, ou deve fazer parte dela, ou no mínimo aqui não reside, para não ter visto o estrago que um mosquitinho chamado Aedes Aegypti tem feito.
    É verdade que a população está morrendo... É verdade que o Pronto Socorro e Hospitais estão sem leitos para atender com dignidade a população, e os que possuem condições financeiras tem ido buscar socorro na capital... Também é verdade que o Sr. Prefeito vive viajando... Eu mesma estive na Prefeitura, no gabinete, e me disseram que ele estava viajando...

  • paulo | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    E O TÚLIO VIAJANDO...VIAJANDO....FALANDO QUE A GESTÃO ANTERIOR BLA BLA...PURA ENROLAÇÃO...O POVO ESTA MORRENDO...A CIDADE ESTA SUJA...CHEIA DE BURACOS...MATOS...NADA ESTA FUNCIONANDO...UM CAOS TOTAL DE ABANDONO QUE VIVE ESSA CIDADE...UMA TRISTEZA....ESTAMOS SIMPLESMENTE SEM TER PARA ONDE IR...PQ A PREFEITURA E A INERCIA...FIGURA DA MESMA MANEIRA.

  • Antonio | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    É lamentável ver a cidade com esse triste indice. E os figurões da cidade não sabem para onde ir. Alias ate sabem...ir na rádio do Zata falar mal da gestão anterior e falar que estará viajando para buscar recursos. Logicamente, hotel 5 estrelas...longe de Cáceres onde a Dengue esta matando toda a cidade. Uma calamidade. Realmente complicado a situação de Cáceres. Complicado ver a prefeitura sem fazer simplesmente nada.

  • Academico Unemat. | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Vetado por conter expressões agressivas, ofensas e/ou denúncias sem provas.
    Queira, por gentileza, refazer o seu comentário.

  • Cesar mendesl | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0



    Romilson, hoje aqui em Cáceres, teve uma passeada contra dengue, mas parecia mais uma paceata contra o prefeito e sua equipe, que ainda ao meu ver esta inerte.
    Fica só de bla-bla-bla, e nada dos mutirões de limpeza.
    Como vc mesmo deve ter visto uma materia na TV Centro América, que aponta uma as maiores causa desta epidemia é a sujeira da cidade.
    Hoje tivemos mais um óbito, e ainda ficam no bla-bla-blá.
    Isso é um absurdo, começarão a fazer alguma coisa qdo o MP interferiu, agora estão so nessa de passar o fumace.
    Precisamos de medidas energicas, urgente.


    Imploro, ao Ministerio Público Estadual e Federal, que continue interferindo, pois me parece que pra eles somente o fumace, já resolve.

    Sinto muito por essas familias, que perderão seus entes queridos, por neglicencia desta equipe que se encontra hoje na Prefeitura, que já esta fadada a derrota.

    Boa Noite, e que Deus nos proteja aqui em Cáceres.

    Amém

  • João do Junco | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Romilson, o que mais causa indignação é saber que nossa cidade ta em estado crítico em todos os sentidos, enquanto prefeito foi pro Rio de Janeiro pra ver o jogo do Flemengo contra o Gremio.
    O Povo não merece essa rasteira que lhe foi dada por um promotor chamado Alan do ó, em conjunto com 05 ilustres desembargadores do TRE.
    Essa gente é a principal responsável por isso tudo que está acontecendo em nossa cidade, o Tulio é incompetente e todo mundo sabe disso, mas foi usado pelo TRE e o MP, pra destilarem suas raivas contra o Pedro Henry e seu irmão Ricardo Henry. só tem um detalhe, Ricardo e Pedro fizeram tudo por nossa cidade e o Tulio, o que fez???

  • Carlos Santana | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Temos visto que a Prefeitura está encarando de frente o problema da infestação do mosquito da dengue, realizando constantes mutirões e campanhas de conscientização, enfim, envolvendo a sociedade nessa guerra que é de todos nós. É claro que os adversários políticos do prefeito Túlio Fontes, liderados pelo mensaleiro Pedro Henry, tentam se aproveitar até de uma desgraça como essa para tentar tirar proveito político. Moro em Cáceres e sou testemunha dos esforços da Prefeitura, o que levou a diminuir os índices de infestção, como atesta a reportagem isenta do rd news. Parabéns pela isenção, porque aqui em Cáceres, na imprensa, só dá Henry.

PTB tem 25 e deve eleger 2 à Câmara

misael galvao 400 curtinha   O PTB lançou 25 nomes a vereador em Cuiabá. E a tendência é de eleger entre um e dois. As maiores apostas são os seus próprios vereadores: Misael Galvão (foto) e Adevair Cabral, respectivamente, presidente e primeiro-secretário da Mesa Diretora da Câmara....

Retorno à Câmara após 6 mandatos

fulo 400 curtinha   Figura bastante popular, especialmente na região da Vila Operária, Lourisvaldo Manoel de Oliveira, o Fulô (MDB), que foi vereador de Rondonópolis por seis mandatos, está de volta. Hoje suplente, ele assume provisoriamente nesta segunda a cadeira do titular Thiago Muniz, que pediu licença...

Bolsonaro nem aí para políticos de MT

nelson barbudo 400 curtinha   O cerimonial da Presidência da República deu de ombros para os políticos, inclusive para a bancada federal mato-grossense, na visita de Bolsonaro, sexta, em Sinop e Sorriso. Alguns tentaram, de forma insistente, tirar foto com o presidente. E até conseguiram. Mas o capitão preferiu...

Tião com Flávio e "pau" nos Campos

tiao da zaeli 400 curtinha   A maior bronca dos Campos em Várzea Grande hoje é com o ex-prefeito Tião da Zaeli (foto), que motivou o amigo e empresário Flávio Vargas, dono do frigorífico Frical, a entrar na disputa à sucessão municipal. E Flávio conseguiu construir um amplo arco de...

A única dos maiores fora da reeleição

rosana martinelli 400 curtinha   Seis dos 10 prefeitos dos maiores municípios de MT poderiam disputar a reeleição neste ano por estarem no primeiro mandato ou já tendo exercido outros não consecutivos. E, destes, somente Rosana Martinelli (foto), de Sinop, não se recandidatou. Percebeu dificuldades...

Poconé tem 4 no páreo; Euclides dança

euclides santos 400 curtinha   Em Poconé, o ex-prefeito Euclides Santos (foto) nadou e morreu na praia. Numa queda de braço dentro do PSDB, Euclides, que havia se mudado para Cuiabá e tem o filho na disputa para vereador, perdeu espaço e autonomia para a ex-prefeita Meire Adauto, presidente municipal da legenda tucana e...

ENQUETE

facebook whatsapp twitter email

Você acha que o efeito-Bolsonaro terá impacto no resultado das eleições de novembro em MT?

sim - onda Bolsonaro continua

não - efeito não influencia mais

sei lá!

Não se trata de pesquisa eleitoral, mas de um mero levantamento de opiniões de leitores do RDNews e do Blog do Romilson, com participação espontânea dos internautas. Resultado sem valor científico.