Últimas

Quarta-Feira, 03 de Outubro de 2007, 07h:47 | Atualizado: 26/12/2010, 12h:16

RUMO A 2010

Caciques querem projetos majoritários de novo

    Três caciques, com experiências em vários cargos eletivos, dominam grupos políticos e sobrevivem no poder em Mato Grosso há mais de 30 anos. Ainda buscam no fazer política currais eleitorais para ditar regras. A cada eleição, mergulham nos bastidores, falam em aclamação das massas mas, no fundo, tomam decisões isoladas, pois detêm controle de seus partidos. Por eles, passam empregos, estrutura de campanha, lobby e recursos para os municípios.

    Logo vão estar inseridos nesse grupo o deputado José Riva, que está no quarto mandato parlamentar e pretende concorrer ao Senado em 2010, e também o governador Blairo Maggi, um empresário que parecia direcionado a ser mais técnico que política, acabou tomando gosto pela coisa pública para não mais deixá-la. Maggi admite disputar também uma das duas vagas de senador daqui a três anos.

   Meia-dúzia de militantes do DEM (ex-PFL) decidiu, "por aclamação", que o senador Jonas Pinheiro continuará na presidência regional do partido, já pela terceira vez. Isso quer dizer que até 2010, pelo menos, ele continuará tomando decisões, desde a compra de uma caneta para o diretório estadual, passando por definição de candidaturas a vereador, prefeito e deputado a alianças políticas. Jonas está no segundo mandato de senador. Em 2010 terá permanecido 16 anos na cadeira. Antes, foi deputado federal por três mandatos (12 anos). Jonas quer mais. Já adiantou a aliados que deve concorrer ao terceiro mandato de senador.

   Jaime Campos é outro cacique. Com seu estilo populista, já foi prefeito de Várzea Grande por três mandatos, governador e desde janeiro deste ano ocupa cadeira de senador. Ficará no mandato até 2014. Assim como seu amigo Jonas, Jaime também deseja mais poder. Já está em pré-campanha para o governo estadual.

   Carlos Bezerra é outro que voltou a reconquistar poder com a conquista, em 2006, do segundo mandato de deputado federal. Antes, exerceu mandato de prefeito de Rondonópolis por três vezes, de deputado estadual, de governdor e de senador. Controla o PMDB a mão-de-ferro. Agora, Bezerra se prepara para disputar o Palácio Paiaguás, antes mesmo de concluir o mandato de deputado federal. A estratégia de buscar um novo cargo antes de concluir o mandato para o qual foi eleito é de praxe na trajetória política de Bezerra e dos demais caciques. Assim, eles só têm a ganhar e nós, eleitores, só a perder. Renovação parece não fazer parte do dicionário político.

Postar um novo comentário

Comentários (6)

  • Pendro Antonio da Silva | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    O que esse politicios nosso fazem para melhorar a qualidade de vida em nosso estado. Olha o que esta acontecendo (Queimadas), isso torna-se um derespeito com o povo, por favor, agem, ou voces nao respiram.

  • LUCIO ALMEIDA | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Fico imaginando as artimanhas desse pessoal. Eles deveria primeiro pensar no povo que nesste momento esta precisando pelo menos respirar melhor, deveriam estar procurando melhorar as politicas do meio ambiente. Parece que ele nao sentem o odor da fumaca, pois nao reclamam, nao agem, nao apresenta projetos para melhora a qualidade de vida (ar). Cuidado caciques, a proxima eleicoes vem ai. Abre o olho eleitores com esse que estao ai.

  • Antonio Cavalcante Filho | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Vetado por conter expressões agressivas, ofensas e/ou denúncias sem provas.
    Queira, por gentileza, refazer o seu comentário.

  • Darli (Oficial de Justiça-Nova Monte Ver | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Povo matogrossense, pelo amor de Deus, vamos botar esses políticos para trabalhar, más trabalhar na roça, prá dar valor em quem realmente trabalha. Vamos dar um basta nessa gente que está há vários anos mamando na teta cheia de leite do governo. É só blá, blá, blá... passa ano e mais ano e não vemos nada de melhora, só para o bolso deles. O tanto que é gasto em cada campanha só bobo que não vê, sendo que somente de salários eles não recuperarão o que foi gasto, nós somos enganados e ainda batemos palmas. Vamos nos unir e enxotá-los de vez do poder. E VIVA O QUERIDO MATO GROSSO (sem eles, é claro !)

  • Prof. Luis Carlos Ferreira | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Eu preciso conhecer o teor dos comentários de Antônio Cavalcante Filho, o qual foi censurado neste espaço. Entendo que cada um se torna responsável por aquilo que produz. Entendo que na atual conjuntura é proibido proibir... Deveria mesmo ser proibido aos políticos corruptos de seguir carreira política, entretanto, grande parcela do povo assim o quer. Falam, falam... mas, só por força de expressão. No final, termina fazendo as pazes e chupando o pirulito.

  • Celso Miranda | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    O reporter se esqueceu de incluir o deputado José Riva entre os caciques políticos de MT. Ele tem a mesma prática dos demais citados na matéria. Só que é mais audacioso e por isso está ganhando espaço e notoriedade no cenário político do Estado. Riva não tem escrúpulo. Como uma raposa voraz ele age no silêncio devorando os seus adversários. É um político com perspectiva de crescimento neste mundão de eleitores desatentos e/ou corruptos como idem.

Desembargadores recebem 6 auxílios

maria helena povoas 400   O Tribunal de Justiça de MT, presidido pela desembargadora Maria Helena Póvoas (foto), paga uma série de direitos e vantagens que "engordam" substancialmente o subsídio de seus magistrados. O salário de desembargador é de R$ 35,4 mil. Entre os chamados penduricalhos pagos pelo...

Hospital cobra R$ 2,4 mi da prefeitura

luiz carlos pereira 400 tce   O Instituto de Saúde Santa Rosa recorreu ao TCE, na esperança de encontrar respaldo para receber R$ 2,4 milhões da secretaria de Saúde da Capital. Argumenta que a prefeitura, com quem mantém contrato desde 2019, está inadimplente, pois não teria pago integralmente os...

Definido novo presidente do Sanear

hermes avila 400   O prefeito Zé do Pátio nomeou à presidência do Serviço de Saneamento Ambiental de Rondonópolis (Sanear) o engenheiro Hermes Ávila de Castro (foto), que tende a se efetivar no cargo. Hermes ocupa a cadeira que, desde janeiro de 2017, pertencia à Terezinha Silva de Souza,...

Afilhado de Bezerra nomeado adjunto

clovis cardoso 400   O MDB, sob o cacique político Carlos Bezerra, "emplacou" mais um filiado histórico em cargo relevante na gestão Mauro Mendes. O advogado e ex-superintendente regional do Incra-MT, Clovis Figueiredo Cardoso (foto), foi indicado e já nomeado para o cargo de secretário-adjunto de Agricultura...

MPE suspende censo previdenciário

jose antonio borges 400 curtinha   O procurador-geral de Justiça, promotor José Antonio Borges (foto), suspendeu o censo previdenciário cadastral dos membros e servidores inativos e pensionistas do MPE. O recadastramento deveria ter iniciado no último dia 11 para ser concluído no final de fevereiro. Borges tomou...

Juca e os 7 secretários da Câmara

andre pozetti 400 curtinha   O presidente Juca do Guaraná definiu sete dos nove secretários que vão ajudá-lo a administrar a Câmara de Cuiabá. O secretário de Administração é Bolanger José de Almeida. O coronel PM da reserva Edson Leite conduz o Patrimônio e...

ENQUETE

facebook whatsapp twitter email

O Governo de MT optou pela implantação do BRT em Cuiabá-VG em detrimento do VLT. O que você acha disso?

Estou de acordo

Discordo

Tanto faz

Não se trata de pesquisa eleitoral, mas de um mero levantamento de opiniões de leitores do RDNews e do Blog do Romilson, com participação espontânea dos internautas. Resultado sem valor científico.