Últimas

Quinta-Feira, 22 de Novembro de 2007, 15h:38 | Atualizado: 26/12/2010, 12h:19

CUIABÁ

Câmara aprova parecer pela redução de recesso

     A Câmara Municipal de Cuiabá aprovou nesta quinta, por unanimidade, o parecer da Comissão de Constituição e Justiça, reduzindo o recesso parlamentar de 90 para 55 dias. Agora, a matéria será submetida à primeira votação na sessão da próxima terça (27). Se a tendência de aprovação for confirmada, a Mesa Diretora precisa aguardar 10 dias para colocar a proposta em pauta com vistas à segunda votação por se tratar de uma medida que altera o Regimento Interno. Isso deve ocorrer já em 11 de dezembro.

     A expectativa da Mesa é do recesso com prazo de 55 dias passar a ter validade já a partir deste ano. Nesse caso, ao invés de sair de férias no dia 15 de dezembro, os vereadores devem trabalhar mais uma semana, o que prolongaria as atividades até o dia 22. O retorno aos trabalhos ficaria para 2 de fevereiro. O recesso de julho, que hoje é de 30 dias, será encurtado pela metade. Com esse projeto de resolução que altera o Regimento Interno do legislativo cuiabano, os vereadores esperam reduzir o desgaste político junto à sociedade.

     A emenda engloba também outra alteração na Lei Orgânica do Município: o corte da chamada verba extra. Com ela, os vereadores recebem cerca de R$ 800 pela participação em cada sessão extraordinária. No ano passado, por exemplo, cada parlamentar recebeu aproximadamente R$ 8 mil. 

Postar um novo comentário

Comentários (2)

  • ADILSON ROSA | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Os vereadores rejeitaram a proposta de diminuir ainda mais o recesso para somente 30 dias. A proposta do vereador Deucimar, de 30 dias, foi ignorada. Isso demonstra que os vereadores não querem mesmo se equipararem aos trabalhadores comuns. Os assalariados têm somente 30 dias de férias, mas os nossos nobres representantes ainda querem mais 25 dias de descanso, além dos 30 dias. Os nossos representantes perderam a oportunidade de moralizar o legislativo. Uma pena. O recesso de 30 dias seria exemplar.

  • PARAIBA | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    NÃO DA PARA ENTENDER O QUE A CAMARA MUNICIPAL ESTA QUERENDO(OS VEREADORES).O VER.DEUCIMAR TEM UMA EMENDA QUE REDUZ O RECESSO PARA 30 DIAS E ELES APROVAM UMA EMENDA PARA 55 DIAS .DEPOIS QUEREM MORALIZAR.PAU NELES DEUCIMAR.

Nobres chora a morte de ex-prefeito

flavio dalmolin 400   A pequena e turística Nobres, de 16 mil habitantes, parou neste Feriado de Tiradentes em comoção pela morte, por Covid-19, do ex-prefeito Flávio Dalmolin (foto). Um cortejo percorreu ruas e avenidas, parou em frente ao estádio municipal Balizão e à prefeitura, onde...

Derrotado ensaia disputa ao Governo

reinaldo morais 400 curtinha   O empresário Reinaldo Morais (foto), o rei dos porcos, está disposto a gastar mais uns milhões com nova candidatura majoritária, agora para governador. No ano passado, concorreu ao Senado e obteve votação decepcionante. Foi o penúltimo colocado numa corrida com 11...

Sicredi recua de comprar praça pública

enilson rios 400 prefeito araputanga   A diretoria do Sicredi nem esperou ser votado na Câmara Municipal o polêmico projeto sobre negociação de uma praça pública no centro de Araputanga para cancelar o negócio. A cooperativa havia "amarrado" entendimento com o prefeito Enilson de Araújo...

Sessão, voto e namoro com cantora

ulysses moraes 400   Na sessão virtual da Assembleia desta segunda, o deputado Ulysses Moraes (foto), do PSL, estava demorando para computar o voto na apreciação de um veto do governador. O presidente Max Russi (PSB), então, cobrou agilidade do colega e brincou, dizendo que agora ele só tem olhos para a Maraisa....

Misal é reeleito para o 10º mandato

misael galv�o 400 curtinha   Após dois anos fora do comando do Shopping Popular, período em que respondeu pela presidência da Câmara da Capital, o ex-vereador Misael Galvão (foto) voltou à direção do empreendimento, que abriga 500 lojas. E, sob forte...

Oscarlino, Pros e "nocaute" em Gisela

oscarlino 400   Na queda-de-braço dentro do Pros por espaço político, o ex-sindicalista Oscarlino Alves (foto) nocauteou a ex-superintendente do Procon-MT, Gisela Simona. Ele foi um dos filiados que não aceitaram apoio a Abílio na disputa de segundo turno para prefeito de Cuiabá, se aliou ao projeto de...