Últimas

Segunda-Feira, 04 de Maio de 2009, 15h:47 | Atualizado: 26/12/2010, 12h:23

DADOS

Câmara gasta R$ 8 mil na compra de panos de prato

   A "farra" com o dinheiro público parece não ter fim. Conforme matéria publicada no site Costas Abertas, a Câmara dos Deputados empenhou nada menos que R$ 8 mil para a compra de 3,2 mil panos de prato. Ainda no quesito limpeza e cozinha, a Câmara reservou R$ 24,3 mil para a compra de 3,2 mil frascos de adoçante, 1,2 mil coadores de flanela para café, mil garrafas térmicas, 40 torneiras de barro e 70 unidades de depósito para mantimentos em alumínio lixado e resistente. Isso sem falar dos R$ 49,7 mil guardados para a compra de mais de 6 mil detergentes, 4 mil esponjas, 4,7 mil sabões de coco, 180 colheres de pau, 1,5 mil colheres para café, 1,4 mil para chá, 6,1 mil copos de vidro, 3 mil xícaras com pires em porcelana branca, entre outros itens.

   A "gastança" não para por ai. O Senado empenhou a "bagatela" de R$ 319 mil para a compra de 10 gravadores, dois teclados com joystick, um monitor LCD e dois switchs. A decoração parece ser tema importante para os senadores. Dessa forma, outros R$ 3 mil foram reservados para a compra de cinco coroas de flores.

   Já o Tribunal Superior Eleitoral (TSE), preferiu investir em soluções para a questão do estacionamento.O órgão comprometeu R$ 3,2 mil para a aquisição de três bicicletários a serem instalados em três anexos de prédios em Brasília. (Flávia Borges)

--------------------------------------------------------------------
Clique aqui e confira a íntegra da matéria publicada no site Contas Abertas

Postar um novo comentário

Comentários

  • Comente esta notícia

Novo ensaio do privilegiado Neurilan

neurilan fraga 400   Neurilan Fraga (foto) transformou mesmo a AMM não apenas num cabide de emprego, mas numa entidade para, em alguns casos, atender a seus interesses pessoais. Ali, investido no cargo de presidente, inclusive já pelo quarto mandato, mesmo não sendo mais prefeito, ele se articula politicamente o tempo todo....

Dobradinha no Podemos pela reeleição

claudinei 400 curtinha   Eleito deputado na onda Bolsonaro, o delegado de Polícia Claudinei de Souza Lopes (foto) resolveu deixar o PSL e vai se abrigar no Podemos. Sonha com a reeleição. Sua estratégia é trabalhar o que se chama de dobradinha eleitoral com o deputado federal José Medeiros, especialmente em...

Valtenir atrai lideranças para o MDB

valtenir pereira 400   Mesmo sem mandato eletivo, o ex-vereador pela Capital e ex-deputado federal Valtenir Pereira (foto) continua se articulando nos bastidores, agora pelo fortalecimento do seu partido, o MDB. Ele está convencendo algumas lideranças a se filiar na legenda emedebista. Dois líderes são prefeitos...

Chefe do Escritório de ROO em Cuiabá

mario marques 400 curtinha   O prefeito de Rondonópolis, Zé do Pátio, que iniciou neste mês o 3º mandato, mantém como parte da estrutura da administração um cargo de chefe do Escritório de Representação do município na Capital. E Pátio nomeou para esta...

Prefeito cria comitê pra debater modal

emanuel pinheiro 400 curtinha   Mesmo o governador Mauro Mendes já tendo anunciado que vai implantar o BRT na Região Metropolitana, em detrimento do VLT, o prefeito cuiabano Emanuel Pinheiro (foto) criou um comitê de análise técnica para, segundo ele, definir o modal de transporte para a região. Emanuel...

Desembargadores recebem 6 auxílios

maria helena povoas 400   O Tribunal de Justiça de MT, presidido pela desembargadora Maria Helena Póvoas (foto), vai pagar uma série de direitos e vantagens que "engordam" substancialmente o subsídio de seus magistrados e que foram programados pelo ex-presidente Carlos Alberto para liberá-los no orçamento...

ENQUETE

facebook whatsapp twitter email

O Governo de MT optou pela implantação do BRT em Cuiabá-VG em detrimento do VLT. O que você acha disso?

Estou de acordo

Discordo

Tanto faz

Não se trata de pesquisa eleitoral, mas de um mero levantamento de opiniões de leitores do RDNews e do Blog do Romilson, com participação espontânea dos internautas. Resultado sem valor científico.