Últimas

Sexta-Feira, 27 de Abril de 2007, 08h:25 | Atualizado: 26/12/2010, 12h:15

LEGISLATIVO

Câmara julga dia 3 as contas do prefeito Santos

Mesmo aprovado pelo TCE, balancete de 2005 traz 40 irregularidades detectadas pela relatoria

   A Câmara Municipal de Cuiabá vota na próxima quinta, 3 de maio, o balancete da gestão do prefeito cuiabano Wilson Santos (PSDB) referente ao exercício de 2005. As contas foram aprovadas pelo TCE, com parecer prévio favorável, com ressalva, do procurador de Justiça junto ao órgão, José Eduardo Faria. O conselheiro-relator Ary Leite de Campos detectou 40 irregularidades.

   Na Câmara, o prefeito tucano não terá dificuldades para aprovação das contas. Conta com apoio da maioria dos 19 parlamentares e, mesmo que ocorram questionamentos por parte da oposição, o aval do TCE servirá de fortes argumentos no trabalho de convencimento.

   Entre as falhas apontadas pelo relator Ary Leite, estão processos licitatórios falhos e a contratação, por R$ 400 mil e sem licitação, da empresa Jaime Lenner Arquitetos Associados Ltda. O relatório destaca também que "houve desdobramento de despesas com serviços realizados pela empresa Argemiro A. de Silva - ME, no valor acima do limite estabelecido para dispensa de licitação". Cita também que durante o exercício de 2005, a administração Santos não formalizou processo de dispensa de licitação para contratar a empresa Estrela Prestadora de Serviços Gerais Ltda, com valor acima do limite de dispensa.

   De janeiro a dezembro de 2005, segundo parecer do relator, foram emitidos vários empenhos a posteriori e ocorreram vários processos de dispensa de licitação. Aponta, por exemplo, que na carta-convite 007/2005, "o objeto da licitação não está claro, pois não relaciona quais as peças que serão adquiridas pela administração. Observa também que a secretaia de Educação fez licitação na modalidde de carta-convite sem que houvesse saldo orçamentário. Apontou alteração de edital de licitação em pregão eletrônico no decorrer do processo e não foi feita divulgação da mudança.

   Outra falha apontada pelo TCE diz respeito a diveross contratos firmados pela secretaria de Infra-Estrutura sem assinatura do prefeito Santos e do então secretário Andelson Gil do Amaral. Pontuou haver divergências entre as informações envidas via sistema LRF Cidadão e os valores constantes do balanço geral.

Postar um novo comentário

Comentários

  • Comente esta notícia

PT na oposição independente do eleito

edna sampaio 400   Independente de quem ocupar o Palácio Alencastro, a partir de janeiro, a professora Edna Sampaio (foto), única eleita pelo PT à Câmara de Cuiabá, fará oposição ao prefeito. E dá sinais de que será uma parlamentar bastante atuante. Neste segundo turno, como o seu...

Secretário não consegue eleger Fred

fred gahyva 400 curtinha   O vereador licenciado e secretário estadual de Saúde, Gilberto Figueiredo, foi um cabo eleitoral incansável pela candidatura de Fred Gahyva (foto) a vereador pela Capital. Ele liderou reuniões nas unidades de saúde, reforçando pedido de voto para o aliado e amigo de...

Deputado agora pula de palanque

elizeu nascimento 400 curtinha   O ex-vereador e hoje deputado estadual Elizeu Nascimento (foto), que amargou a oitava colocação na disputa ao Senado na eleição suplementar do último dia 15, mudou de lado, como se troca de camisa. Em princípio, era apoiador do projeto de reeleição do prefeito...

Ex-aliado, Sales lembra quem é Abílio

coronel sales 400   Em mensagem enviada aos amigos, reforçando pedido de voto para Emanuel Pinheiro, o coronel PM da reserva e secretário de Ordem Pública da Capital, Leovaldo Sales (foto), diz conhecer bem os dois candidatos que disputam, neste segundo turno, o Palácio Alencastro. Sobre Emanuel, lembra que este tem...

Uma perna no muro e dicas indiretas

eduardo botelho 400 curtinha   O presidente da Assembleia, Eduardo Botelho (foto), chega ao final deste 2º turno das eleicões em Cuiabá com uma perna no muro. Ele liberou toda sua equipe para votar em quem quiser e todos pedem voto para Emanuel. Já Botelho, particulamente, preferiu não assumir publicamente o seu...

Nezinho, nova derrota e aposentadoria

nezinho 400   Aos 69 anos, o petebista Carlos Roberto da Costa, o Nezinho (foto), considerado da velha guarda política, tentou, mas foi reprovado nas urnas em Nossa Senhora do Livramento. Ele concorreu a prefeito em quatro pleitos. E já exerceu dois mandatos. Nezinho já foi secretário-adjunto de Fazenda do Estado,...