Últimas

Sexta-Feira, 27 de Fevereiro de 2009, 07h:13 | Atualizado: 26/12/2010, 12h:22

ARTICULAÇÃO

Câmara terá sala de informática para população

  Deucimar Silva (PP) disse, após duas audiências em Brasília, que a Câmara Municipal de Cuiabá terá uma sala com até 30 computadores à disposição da sociedade, dentro do programa do governo federal Inclusão Digital. Numa parceria entre o Ministério de Ciência e Tecnologia e a pasta com o mesmo nome do governo estadual, vão ser investidos no projeto entre R$ 500 mil a R$ 700 mil.

   Segundo Deucimar, a Câmara, que hoje recebe um duodécimo mensal de R$ 1,8 milhão, não vai gastar um centavo. Os recursos serão a fundo perdido. Assegura que dentro de 15 dias volta a Brasília para apresentar o projeto ao Ministério. Acha que neste primeiro semestre será possível implantar a sala de informática. Ele acredita que, "além de proporcionar acesso à internet, o projeto será um passo importante para atrair a população às dependências da Câmara", principalmente num momento em que a nova Mesa Diretora passa a exigir dos vereadores a divulgação detalhada dos gastos de quase R$ 10 mil cada com verba de gabinete. A estratégia busca também melhorar a imagem de um legislativo desgastado junto à população.

   Discutiu-se também a proposta de implantar a inclusão digital em regiões, como do Pedra 90, que reúnem mais de 20 mil habitantes.

   Regularização

  O presidente do legislativo cuiabano ficou empolgado também com a sugestão de Rodrigo Figueiredo, no sentido da Câmara liderar audiências públicas com vistas a discutir regularização fundiária. Segundo Deucimar, o Ministério das Cidades, numa parceria com o Estado por meio do Intermat, deve regularizar aproximadamente 4 mil títulos neste ano, com investimentos de R$ 6 milhões.

Postar um novo comentário

Comentários (19)

  • ligia | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    cade a materia da posse do novo prefeito de leverger?

  • yan | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    30 pcs por R$ 700.000,00 aonde ele arrumou maquina tão cara assim vamos investigar isso ai pessoal muito caro as maquinas existem no mercado maquinas boas por bem menos , acho que se o deucimé procurar vai achar por R$ 4.ooo,oo cada maquina isso ta cheirando caixa dois na camara!!!!!!

  • Pedro Getúlio Filho | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Sr. Romilson! Que vergonha esse Deucimar propor um absurdo desses uma sala que vai ter entre 20 a 30 maquinas, mesmo se cada uma custasse 7.000,00, que é um valor superfaturado a soma não ultrapassaria, 350.000,00, mesmo com outros perifericos que acompanham mais a preparação da sala não daria esse valor absurdo! Deucimar cuidado o MP esta de olho em você e seus coniventes! Então porque não faz projetos para implantar e melhorar as salas de computação das escolas municipais?

  • Luiz Avelar Barcelos | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    700 MIL REAIS POR 30 COMPUTADORES!!!!
    Essa conta, como todos os projetos de inclusão digital implantados pelo país a fora está prá lá de superfaturada.
    - Em Inclusão digital de verdade, mesmo, como o México e a India estão fazendo, proporcionando acesso gratuíto a internet para toda população, ninguém fala!
    - Que o espaço da Câmara seria muito bem aproveitado com um telecentro desses não há dúvida. Mas gastar R$ 700 mil em 30 computadores
    daria prá fazem pelo menos uns 300, no mínimo!

  • Silvio Barreto | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    O caminho é este mesmo: buscar recursos em Brasília para a melhoria da qualidade de vida da população...

    Participamos recentemente em Goiânia de um Seminário, sobre a revisão da PL 3.057 - Nova Lei de Responsabilidade Territorial e pudemos reciclar nossos conhecimentos sobre regularização fundiária. Na oportunidade vimos experiências bem sucedidas de regularização na região Centro-Oeste e me chamou a atenção o programa de Campo Grande...

    Sugiro que a Comissão de Regularização Fundiária da Câmara Municipal visite o município de Manaus, uma vez que de 2005 a 2009 foram entregues 25,3 mil títulos, recorde absoluto no país. É claro que vale a pena ir conhecer tal programa de regularização e tentar adequar a nossa realidade...

    A vontade política é importante, mas ter recurso para investimentos é fundamental...

  • Silvio Barreto | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    O caminho é este mesmo: buscar recursos em Brasília para a melhoria da qualidade de vida da população...

    Participamos recentemente em Goiânia de um Seminário, sobre a revisão da PL 3.057 - Nova Lei de Responsabilidade Territorial e pudemos reciclar nossos conhecimentos sobre regularização fundiária. Na oportunidade vimos experiências bem sucedidas de regularização na região Centro-Oeste e me chamou a atenção o programa de Campo Grande...

    Sugiro que a Comissão de Regularização Fundiária da Câmara Municipal visite o município de Manaus, uma vez que de 2005 a 2009 foram entregues 25,3 mil títulos, recorde absoluto no país. É claro que vale a pena ir conhecer tal programa de regularização e tentar adequar a nossa realidade...

    A vontade política é importante, mas ter recurso para investimentos é fundamental...

  • Silvio Barreto | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    O caminho é este mesmo: buscar recursos em Brasília para a melhoria da qualidade de vida da população...

    Participamos recentemente em Goiânia de um Seminário, sobre a revisão da PL 3.057 - Nova Lei de Responsabilidade Territorial e pudemos reciclar nossos conhecimentos sobre regularização fundiária. Na oportunidade vimos experiências bem sucedidas de regularização na região Centro-Oeste e me chamou a atenção o programa de Campo Grande...

    Sugiro que a Comissão de Regularização Fundiária da Câmara Municipal visite o município de Manaus, uma vez que de 2005 a 2009 foram entregues 25,3 mil títulos, recorde absoluto no país. É claro que vale a pena ir conhecer tal programa de regularização e tentar adequar a nossa realidade...

    A vontade política é importante, mas ter recurso para investimentos é fundamental...

  • Flavio Amaral | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Esse programa de inclusão digital é do Governo Federal. Não é privilégio da Câmara...mas a coisa é tão escandalosa que alguns prefeitos, poucos é verdade, recusaram a vérba. Pq computador a mais de R$ 20 mil reais.
    - Numa licitação gde sai por menos de R$ 1 mil.
    - Agora essa história de internet grátis prá todo mundo é o que o Governo deveria fazer, se tiver coragem de enfrentar os lobies da teles que faturam horrores com a prestação do serviço... ou será que o LULA não quer abrir mão do imposto???!!!

  • Pedro Henrique Moraes | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    R$ 700 MIL POR 39 PCs isso vale uma pauta, não vale Romilson?
    - Até pq esse negócio se espalhou por todo MT. Foram destinados 49 milhões em emendas parlamentares para a tal Inclusão Digital... Esse esquema é o novo Sanguessugas em ação.
    - Pauta ai tb o esquema do Carnaval do Pedro Henry. Foi uma farra.

  • Claudia | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Que bonito Deucimar, inclusão social para o povo.... aprovada a idéia... Mas não vamos esquecer dos servidores da Camara Municipal, que até agora nada do salario de dezembro, e o PCCS, nem se ouve falar mais né... que vergonha presidente! Esse é o tipo de moralização a ser implementada na Camara, baseado principalmente em picuinhas com ex presidentes anteriores? Isso cheira a dor de cotovelo. E antes de mais nada vamos deixar bem claro a população cuiabana, a briga pelo PCCS é para os 72 servodores efetivos, e não para os cargos de confiança, que por INCRIVEL que pareça receberam seus salários baseados no plano aprovado na gestão do ex presidente LUTERO. Vamos fazer JUSTIÇA, Deucimar.....

Taisir coordena campanha de Eliene

taisir karim 400 curtinha   O ex-reitor da Unemat e uma das lideranças do PSD na região Oeste, Taisir Karim (foto), que chegou a se lançar de última hora como pré-candidato a prefeito de Cáceres, mas logo em seguida recuou, será o coordenador-geral da campanha de Eliene Liberato (PSB), atual...

Inaugurados 67 km de asfalto da 020

mauro mendes 400 curtinha   O governador Mauro Mendes (foto) inaugurou nesta 5ª a pavimentação de 67,5 km da MT-020, entre Paranatinga e Canarana. Essa estrada faz parte do pacote de obras que foi retomado e já concluído nesta gestão. Foram investidos R$ 45 milhões do governo estadual. O...

Saggin critica "ditadura" e apoia Raye

paulo raye 400 curtinha   O empresário e advogado Sandro Saggin, que desistiu da candidatura a prefeito de Barra do Garças e agora apoia Paulo Raye (foto), do Pros, explica que em nenhum momento os diretórios estadual e nacional do Podemos, de cujo partido é filiado, encaminharam qualquer orientação aos...

Pode abandona Raye e pune Saggin

sandro saggin curtinha 400   Sandro Saggin (foto) amargou outra derrota em Barra do Garças. Inicialmente, seria candidato a prefeito pelo Podemos. Mas resolveu, por conta própria, levar o partido para uma coligação com partidos de esquerda que lançaram o ex-prefeito Paulo Raye, apoiado pelo PC do B, PT e Pros. A...

Ex-vereador recua para apoiar primo

divino 400 barra do bugres   Ex-vereador, ex-presidente da Câmara e empresário bem sucedido, Chico Guarnieri (PTB) não será candidato a prefeito de Barra do Bugres nas eleições deste ano. Guarnieri, que disputou a prefeitura em 2016, até ensaiou, mas recuou ao ver que o primo, pedetista Doutor Divino...

3 ex-prefeitos viram cabos eleitorais

percival muniz 400 curtinha   Dois candidatos de oposição em Rondonópolis têm ex-prefeitos como principais cabos eleitorais. O empresário Luiz Fernando, o Luizão (Republicanos), conta com apoio de Adilton Sachetti, que já comandou o município e perdeu na tentativa de reeleição, e...

ENQUETE

facebook whatsapp twitter email

Você acha que o efeito-Bolsonaro terá impacto no resultado das eleições de novembro em MT?

sim - onda Bolsonaro continua

não - efeito não influencia mais

sei lá!

Não se trata de pesquisa eleitoral, mas de um mero levantamento de opiniões de leitores do RDNews e do Blog do Romilson, com participação espontânea dos internautas. Resultado sem valor científico.