Últimas

Sábado, 28 de Março de 2009, 09h:53 | Atualizado: 26/12/2010, 12h:22

INVESTIGAÇÃO

Campanha de Lula recebe R$ 3 mi da Camargo Corrêa

  A campanha vitoriosa à reeleição do presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) recebeu duas doações "gordas" do Grupo Camargo Corrêa, que teve dois diretores e duas secretárias presos na operação Castelo de Areia, deflagrafa pela Polícia Federal na última quarta, por crimes financeiros e eleitorais.  Uma das maiores construtoras do país, a Camargo Corrêa é acusada de fazer doações ilegais a candidatos e a partidos políticos. No caso de Lula, a imprensa nacional ainda não vinculou sua campanha de 2006 à empreiteira.

   Conforme a prestação de contas oficial, o petista recebeu R$ 75,7 milhões em doações. A construtora investigada contribuiu de duas formas, uma com R$ 1 milhão com a razão social "Construções e Comércio Camargo Corrêa S/A" e, a outra, de R$ 2 milhões em nome de "Camargo Corrêa Cimento S/A". Por enquanto, não há indícios de que essas duas doações à campanha do hoje presidente da República tenha sido feita de forma ilegal. O mesmo ocorre com dois parlamentares mato-grossenses, o senador Jayme Campos (DEM), que recebeu R$ 25 mil da Camargo Corrêa em sua campanha de 2006, e o deputado federal Homero Pereira (PR), que foi contemplado pela empreiteira com R$ 20 mil - saiba mais aqui.

    A PF investiga a empreiteira para saber as doações a políticos e partidos foram feitas em troca de favorecimento em obras. A maioria das doações gira em torno de R$ 100 mil, e a polícia estima que pelo menos metade dos R$ 30 milhões que teriam sido desviados pela empreiteira em superfaturamento de obras abasteceu campanhas.

  •    Clique aqui e depois no link doadores e veja a lista dos que contribuíram com a campanha de Lula, entre as quais a Camargo Corrêa

Postar um novo comentário

Comentários (2)

  • Dicão | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    O sistema republicano Brasileiro está falido. Os três poderes estão submissos ao quarto que é composto por empresários inescrupulosos, levianos. Qual o interesse das empresas em financiar partidos políticos? Só um. Cobrar depois seja em forma de obras superfaturadas, mal feitas, seja dinheiro da corrupção.

    A reforma política faz-se imprescindível, porém com os deputados e senadores que estão a décadas no poder não tem coragem, ou melhor, responsabilidade suficiente para moralizar a política brasileira. Enquanto tivermos Agripino, Jayme Campos, Artur Virgilio, Aloisio Mercadante, Alvaro Dias, Heraclito Fortes, José Sarney, Michel Temer, entre outros conhecidos politicos de Brasília, jamais, jamais teremos um Brasil de primeiro mundo.

    A corrupção está impregnada na alma do politico brasileiro. Eles se preparam com os marqueteiros para se elegerem e depois no poder tornar sem verdadeiros cupins no patrimônio público.

    E o pior é que um escândalo abafa o outro e a justiça por conveniência ou incompetência deixam de julgar com efetividades e os poderosos vão se alternando no poder. Precisamos conhecer a verdade sobre os escândalos das privatizações feitas pelo FHC do PSDB, precisamos conhecer o resultado dos julgamentos dos mensaleiros, dos sanguessugas, precisamos conhecer a verdade sobre as facilidades que o Daniel Dantas deixou escapar que tem no STJ e STF.

    É óbvio que um homem só não vai mudar o mundo, somente Deus teria esse poder. Enquanto ele não vem, não age, a população continua sendo massacrada por essa política suja, política mesquinha praticada principalmente pelo Congresso Nacional, pois se tivéssem vontade e responsabilidade política já tínhamos leis mais eficazes contra a corrupção e assim talvez não existiria escândalos como esse da Camargo Correa, escândalo como o indício de desvio praticado pela Chica Nunes do PSDB, escândalo como o indício de desvios praticados pelo Lutero Ponce do PMDB, indícios de superfaturamento em obras do PAC na Prefeitura de Cuiabá, entre outras.

  • aroldo | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    e´por isso que os figuroes não vão presos, lula nem quer saber de alterar leis punitivas em nosso brasil..

Mauro e vitórias na briga de decretos

mauro mendes 400 A estratégia do governador Mauro Mendes (foto) de articular com os Poderes a edição do decreto de toque de recolher vem dando frutos. O governo publicou decreto impondo toque de recolher das 21h às 5h, com fechamento do comércio às 19h. O prefeito de Cuiabá, Emanuel Pinheiro, discordou e fez...

Prefeito é intubado e pode ir para SP

Prefeito de Tapurah Carlos Alberto Capeletti   É grave o quadro de saúde do prefeito de Tapurah (432 km de Cuiabá), Carlos Alberto Capeletti (PSD). Após piora, ele precisou ser intubado nesta quinta (4). Foi internado na terça (2), após testar positivo para Covid-19, em uma UTI no Hospital 13 de Maio, em...

Setasc doou 330 mil cestas básícas

Rosamaria 400 curtinha   A Secretaria Estadual de Assistência Social e Cidadania (Setasc), sob Rosamaria de Carvalho (foto), já entregou mais de 330 mil cestas básicas desde o inicio da pandemia, sendo 110 mil em Cuiabá e Várzea Grande. E como assistência social foi considerada como serviço essencial,...

Interinos ficam sem cargos no TCE

jose carlos novelli 400 curtinha   Com o retorno dos conselheiros do TCE, Antonio Joaquim e José Carlos Novelli (foto), dois substitutos perderam os postos não apenas nas relatorias, como também ficam sem os cargos na gestão. É o caso de Isaías Lopes da Cunha, que deixou de ser ouvidor-geral, sendo...

MT perde José Afonso Portocarrero

portocarrero-400   Morreu nessa quarta  (3), aos 93 anos, José Afonso Portocarrero (foto). O ex-presidente dos extintos  Banco do Estado de Mato Grosso (Bemat)  e Loteria do Estado de Mato Grosso (Lemat)  morreu de causas naturais. Viúvo, deixa quatro filhos.  Na vida profissional, foi o responsável...

Secretários filiados e sem pretensões

Beto 2x1 400 curtinha   Presidente do DEM em Cuiabá, o secretário estadual de Cultura, Esporte e Lazer, Alberto Machado, o Beto 2 x 1 (foto), disse, em visita ao Rdnews, quando concedeu entrevista à tvweb RDTV, que alguns colegas secretários estão filiados ao partido, mas isso não significa que eles...