Últimas

Sexta-Feira, 22 de Maio de 2009, 11h:06 | Atualizado: 26/12/2010, 12h:23

BASTIDORES

Campos Neto deve tomar posse no cargo vitalício na 3ª


Diário Oficial desta 6ª traz resolução aprovada pela AL que indica Campos Neto ao TCE na vaga do pai Ary

   Sem alarde, o ex-deputado por três mandatos Campos Neto pretende tomar posse no cargo de conselheiro do Tribunal de Contas do estado (TCE) na terça (26). Apesar de ter nada menos que 30 dias regimentalmente, prorrogáveis por mais um mês, para ser empossado, Campos Neto tem pressa. Teme que o Ministério Público e a Justiça tentem inviabilizar sua nomeação para o cargo, já que assume a vaga vitalícia deixada pelo próprio pai, o ex-conselheiro Ary Leite de Campos, o que poderia configurar nepotismo. Publicamente, Neto negue essa preocupação por entender que se sente preparado para o posto e enfatiza que a indicação foi legítima. 

   Segundo informações do TCE, a posse é um ato meramente administrativo e não há necessidade regimental de solenidade festiva. O que vale é a aprovação do nome de Neto pela Assembleia, o que já aconteceu. O Diário Oficial, inclusive, traz a publicação da Resolução 1.181, de 20 de maio. O governador Blairo Maggi (PR) vai nomear Neto nesta sexta. A partir daí, está apto a ser empossado. Após o processo burocrático, geralmente os novos conselheiros procuram o cerimonial do TCE para marcar a solenidade de posse. A festividade, contudo, não é obrigatória. Campos Neto pode requerer o ato de posse durante a sessão ordinária da próxima terça. Neste caso, o presidente, conselheiro Antonio Joaquim, deve determinar o encerramento imediato da sessão e declarar aberta a sessão especial de posse. Em seguida, o novo conselheiro assina o livro em que consta a ata da sessão e já pode tomar posse no Pleno.

   A indicação de Campos Neto continua gerando polêmica por se tratar de um caso inédito no país em que o filho substitui o pai em cargo vitalício. Numa "manobra" para assegurar a vaga ao filho de apenas 35 anos de idade, Ary Leite se apressou para aposentar na terça (19) - saiba mais aqui. Em menos de 24 horas, o nome de Campos Neto foi aprovado pela AL com 19 votos e apenas um contrário, proferido pelo deputado Robero França (sem partido), que tentou disputar a vaga, mas desistiu após perceber que seu nome não seria referendado pelos demais colegas - veja mais aqui. Campos Neto só aguarda agora a nomeação do governador para requerer a posse já na sessão desta terça.  

   Cada conselheiro ganha mensalmente R$ 22 mil mensais e possui prerrogativa de desembargador do Tribunal de Justiça. O Pleno do TCE é composto atualmente pelos conselheiros Valter Albano, Humberto Bosaipo, Waldir Teis, José Carlos Novelli, Alencar Soares e Antonio Joaquim. (Andréa Haddad)

Postar um novo comentário

Comentários (23)

  • becao_arruda@hotmail.com | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    justo por tudo que o conselheiro ary ja prestou de serviço a este estado e ao povo, nao se faz homem de tanto valor como ary leite de campos, se este pais tivesse meia duzia de homem como ary leite de campos, vcs podem ter certeza de que tudo seria diferente, um homem que sempre serviu o proximo, nunca teve vaidade pessoal, sempre dividindo com as pessoas mais necissitada, nunca se apreendeu ao dinheiro, luxo,vaidade, ele só viajava quando precisava ir ao médico em sao paulo, fora isso nunca saiu daqui para ir curtir ferias na beira da praia, estava aqui sempre atendendo as pessoas que o procurava, parabens o senhor merece, e que deus te de muitos anos de vida, sabe pq? o senhor só procurou fazer o bem as pessoas, e deus foi justo co o senhor em poder deixar o seu filho em seu lugar, neto tbem tem os mesmos prerrogativas do senhor, que deus ilumine todos os passos dele no tribunal.

  • marcelo nonato dias | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Tudo leva a crer que o poder político está acima da moralidade e da ética neste Estado, pois nem o ministério público, que adora prender funcionário público, sequer abriu a boca para falar alguma coisa (pelo menos contestar, marcar posição caralho!) dessa aberração no tribunal de contas. Pobre está fudido neste Estado, se pisar na bola, olhar feio sequer para quem está no poder político deste Estado pode ser preso, mas, a turma deles deita e rola, num deboche ultrajante. como dizia minha querida avó é o fim da picada.

  • juca paes | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Vetado por conter expressões agressivas, ofensas e/ou denúncias sem provas.
    Queira, por gentileza, refazer o seu comentário.

  • Mário Estevão | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Vetado por conter expressões agressivas, ofensas e/ou denúncias sem provas.
    Queira, por gentileza, refazer o seu comentário.

  • Gervasio | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Vetado por conter expressões agressivas, ofensas e/ou denúncias sem provas.
    Queira, por gentileza, refazer o seu comentário.

  • GRACIELLY | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Vetado por conter expressões agressivas, ofensas e/ou denúncias sem provas.
    Queira, por gentileza, refazer o seu comentário.

  • Ana Maria Braga | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Revendo à História do descobrimento deste país, percebo que há muita semelhança com aqueles habitantes, com os de hoje, que estão nos mais variados poderes constituintes - públicos, prevalecem a LEI DO GERSON ... o de só levarem vantagem !!!
    Fala o Jornalista Boris Casoy ... Isso é uma VERGONHA NACIONAL !!!.

  • JEDAE | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    VIVA A CAPITANIA HEREDITÁRIA!!!!!!!!!!

  • Higor de Lima | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Bandos de safados estes deputadinhos que votaram a favor desta troca.

  • DJVAGALUMY | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    É SÓ PARA QUEM PODE E NÃO PARA QUEM QUER. E CHEGA DE HIPOCRISIA SOCIEDADE.

Sob arrogância, ataque e desrespeito

abilio junior 400 curtinha   O candidato Abílio Junior (foto), que disputa o segundo turno em Cuiabá com o prefeito Emanuel, chegou bastante nervoso e irritado para o debate nesta sexta, na TV Vila Real (Record). Demonstrando arrogância, ignorou o superintendente do Grupo Gazeta de Comunicação, Dorileo Leal, na...

Candidatos, tensão, debate e bate boca

antoniocarlos   Em debate tenso, na TV Vila Real (do grupo Gazeta) e, após troca de acusações sobre atos de corrupção e servidores fantasmas, os candidatos à Prefeitura de Cuiabá Abílio Júnior (Pode) e Emanuel Pinheiro (MDB) protagonizaram bate boca por mais de uma vez. O clima ficou...

Abílio contrata 400 fiscais para eleição

A campanha do candidato Abílio Júnior (Pode) decidiu contratar 400 fiscais para atuar nesta eleição de domingo. Isso derruba o discurso do candidato do Podemos de que todos atuam de forma voluntária em prol da sua vitória. Aliás, quando questionado sobre a grande estrutura que montou neste segundo turno, inclusive sobre a equipe de marketing, disse que todos são colaboradores. Na sua versão, ninguém recebe pelo trabalho,...

Entrando na briga à AMM muito tarde

maurao curtinha 400   Mauro Rosa, o Maurão (foto), que está encerrando o segundo mandato como prefeito de Água Boa, é o único candidato no duelo com Neurilan Fraga, que busca mais um mandato no comando da AMM, entidade que representa as prefeituras mato-grossenses. O problema é que Maurão entrou...

Com Paccola, Câmara terá polêmicas

paccola 400 curtinha   O vereador eleito pela Capital, tenente-coronel PM Marcos Eduardo Ticianel Paccola (foto), do Cidadania, promete levar muitas polêmicas para os embates que pretende travar no Legislativo. Ele é daqueles sem papas na língua. Defende, por exemplo, que a população tenha direito de se armar. Em...

Esposa de deputado na 2ª suplência

maria avalone 400   Não foi só o deputado estadual Wilson Santos que frustrou-se na tentativa de eleger membro da família à cadeira de vereador. O também parlamentar Carlos Avalone, presidente regional do PSDB, apostou todas as fichas na esposa Maria Avalone. Mas ela só chegou à...