Últimas

Quinta-Feira, 03 de Setembro de 2009, 10h:37 | Atualizado: 26/12/2010, 12h:24

OAB

Candidato de Faiad monta megaestrutura para eleição

   Há 75 dias da eleição, candidatos à presidência da OAB em Mato Grosso possuem estruturas de campanha dignas de comitês político-partidários. O advogado Cláudio Stábile, candidato do grupo que comanda a OAB há pelo menos 12 anos, é auxiliado por mais de 1,3 mil advogados. “A nossa chapa é formada por 68 pessoas. Temos mais 31 comissões temáticas, sendo que cada uma tem de 20 a 30 advogados”, informou Stálibe, nesta quinta (3) pela manhã, em coletiva no Hotel Odara, em Cuiabá.

   Ele já percorreu sete municípios, Sinop, Sorriso, Lucas do Rio Verde, Tangará da Serra, Rondonópolis, Jaciara e Cáceres, e pretende visitá-los novamente. “Assumimos o compromisso de disponibilizarmos um delegado da OAB para cada subsecção da Ordem. Com isso, teremos mais agilidade para atendermos advogados que estiverem com problemas. Vamos lutar de maneira intransigente pelo respeito às prerrogativas do advogado”.

   Questionado sobre as reivindicações dos advogados do interior, Stábile disse que a principal cobrança dos colegas é para que o próximo presidente mantenha a política de aproximação com as subsecções. “Na gestão do Faiad, a Ordem se interiorizou. A reivindicação é para que este processo de aproximação avance e não retroceda mais”, observou.

   Sobre as reclamações de jovens advogados, com menos de cinco anos de formados, de que não têm espaço na gestão de Faiad, Stábile disse que vai pressionar o Conselho Federal da OAB a cobrar do Congresso Nacional a votação do projeto de lei que prevê o fim da cláusula de barreira. “Essa lei federal impede que o jovem advogado participe das comissões e sejam conselheiros”, explicou.

   Adversários

   Stábile evitou comentar a dificuldade do movimento de oposição à gestão de Faiad, OAB Democrática, em escolher um nome para encabeçar a chapa do grupo. “Só acompanho os demais adversários pelos veículos de comunicação, mas tenho um grande respeito por todos”, desconversou.

Francisco Faiad   Na avaliação de Stábile, Faiad fez uma boa gestão e, por isso, há dois candidatos que trabalharam na gestão dele. Além de Stábile, o candidato do grupo dos dissidentes, João Vicente Scaravelli, que conta com o apoio de José do Patrocínio, também atuou na gestão de Faiad. “Que houve uma boa gestão, não tenho dúvidas. Uma pesquisa qualitativa revelou que 65% dos advogados aprovam a atual administração”.

   A eleição para a escolha do novo presidente da OAB em Mato Grosso está marcada para 19 de novembro. Dos 8,5 mil advogados cadastrados na Ordem, 5 mil estão aptos a votar por estarem com o pagamento das mensalidades em dia. (Andréa Haddad)

Postar um novo comentário

Comentários (8)

  • joão paulo siqueira | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    é verdade, sei de advogados antigos do estado que fazem as mesmas coisas que o procurador do estado, e não ganha nem a metade do salario de um procurador do estado,nem de defensor publico é uma vergonha senhores candidatos a oab mt.

  • Ana | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    É lamentavel os rumos que estão dando para a OAB e o pior é ter que contribuir com uma anuidade caríssima pra nada, é momento para uma resposta a altura dessa atual direção.

  • pedro ferreira | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    só quero ver se vão lembrar dos advogados do estado antigos, que ainda trabalha , e fazem tudo que um procurador do estado faz....e tem alguns ex candidatos da oab mt que ja houviram essa reinvidicação. depois de ganhar só quero ver...

  • OSWALDO ALVAREZ DE CAMPOS JUNIOR | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Infelizmente vemos mais um pleito eleitoral para Eleição de Representante de Classe se avizinhar e os candidatos surgirem ao acaso, e aos montes, com as mesmas promessas de sempre, sem, contudo, apresentare algo de novo, algo que demonstre o compromisso efetivo com a classe a que pretendem representar.


    Em tempos atrás presenciamos a OAB-MT ser utilizada como trampolim para se chegar ao TJMT e, hoje em dia, para melhoria da clientela nas Bancas de Advocacia dos Diretores da OAB-MT.




    A grande verdade caros amigos operadores do direito, é que estamos jogados ao vento, sem respeito algum por parte dos Juízes, Promotores, Servidores do Judiciário e em especial, pela Sociedade a que representamos em Juízo, pois, além de nossas prerrogativas não serem observadas ainda temos a colocação dos interesses pessoais acima do interesse coletivo.




    Digo isso com conhecimento de causa, pois, faço parte da atual diretoria da Subseção da OAB-MT de Mirassol D´Oeste-MT, e todos os nossos pleitos foram desconsiderados, sempre.




    Convoco a todos os advogados indignados com a condução que vem sendo dada a nossa OAB-MT, para fazermos uma reflexão nesta eleição, buscando ao menos minimizar as deficiências que vimos enfrentando no exercício da advocacia. Fraternais Saudações a todos. Oswaldo Alvarez - OAB-MT 6.702.

  • Roberto | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    é lamentável o abuso do poder econômico, tão criticado pela turma do Faiad durante as eleições gerais.

    O colega Osvaldo Alvarez está coberto de razão, estivemos abandonados por essa turma.

    Precisamos de mudanças, de voltar a Ordem para todos os advogados e não somente para a turma dos poderosos que não atendem aos anseios dos advogados do interior.

  • edezio do couto | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    MAIS UMA DAQUELAS PREOCUPAÇÕES que a sociedade brasileira e, em especial a matogrossense deverão ter: a gestão das OAB do Brasil precisa submeter a critérios de controle e ser sujeita a investigação. na verdade estamos diante de MAIS UMA CAIXA PRETA, neste Brasil, BRASILEIRO..........

  • Saulo João Bonassi | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Montar mega estrutura para concorrer a um mandato de uma instituição representativa de classe é IMORAL!!!

  • Carlos Roberto de Aguiar | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Ainda bem que não vivo só da advocacia, porque com o Stabile iremos ler Faiad, pois até na entrevista a fotografia do homem está ai. Como não sou pelego não caio nessa. Agora a turma dos caititus se merecem, levam mijada e só batem queixo, não saem do lugar, porque não conseguem ver um milimetro acima dos olhos.

Com certidão pra disputar 1ª suplência

dito lucas 400 curtinha   Filiado ao Podemos, Dito Lucas (foto), que entrou de última hora como primeiro-suplente da chapa ao Senado encabeçada por José Medeiros, assegura que vai apresentar novamente sua certidão junto à Justiça Eleitoral, de modo a provar que sua candidatura é legítima....

Um novo embate entre Diane x Adair

diane alves 400 curtinha   Adair José Alves Moreira, que vinha atuando na assessoria do vice-governador Otaviano Pivetta, decidiu mesmo concorrer de novo à Prefeitura de Alto Paraguai. Ele já foi prefeito por duas vezes. Adair será o principal nome da oposição à prefeita democrata Diane Alves (foto),...

Taques ofuscado e sob mira do MPE

pedro taques 400 curtinha   Pedro Taques (foto) achou que o recall dos tempos de senador e governador, ajudando-o a se posicionar de forma razoável nas pesquisas, bem antes do início da campanha, o manteria como favorito na corrida ao Senado. Ledo engano. Não levou em consideração o alto índice de...

2 caciques não disputam Alto Garças

roland trentini 400 curtinha   Após décadas de rixas, de campanhas ostentadoras, rachas e brigas eleitorais intermináveis em Alto Garças, os ex-prefeitos Rolando Trentini (foto) e Júnior Pitucha resolveram não mais concorrer ao Executivo. Mas, um deles segue se movimentando nos bastidores. Pela...

Um ex-prefeito inelegível em Poconé

clovis martins 400   Dificilmente o ex-prefeito petebista Clovis Damião Martins (foto) terá registro de candidatura a prefeito de Poconé deferido pela Justiça Eleitoral. O promotor de Justiça, Mário Anthero, já pediu impugnação do registro do petebista por inelegibilidades. Clovis, que...

Briga em Sinop entre Juarez e Dorner

juarez costa 400 curtinha   Em Sinop, a briga eleitoral caminha para tensão e acirramento entre o emedebista Juarez Costa (foto) e Roberto Dorner (Republicanos). Hoje, o ex-prefeito seria eleito, mas Dorner vem crescendo nas adesões, com ajuda do vice de sua chapa, ex-vereador Dalton Martini (Patriota). O apoio da prefeita Rosana...