Últimas

Sábado, 25 de Agosto de 2007, 09h:23 | Atualizado: 26/12/2010, 12h:16

Artigo

Cansei de rir, por André Petry

"Oposicionistas dizem que o 'Cansei'
só tem ricos e dondocas porque sabem
que, classificados assim, ricos e dondocas
ficam petrificados diante da culpa do que
são – ricos e dondocas"

     A política nacional, com seus protestos e conchavos, suas campanhas e manifestos, suas passeatas e invasões, costuma ser dolorosamente tediosa. Agora, as coisas estão mudando. Desde que foi lançado o Movimento Cívico pelo Direito dos Brasileiros, batizado de "Cansei", a vida política nacional ficou muito divertida. Divertida porque o pessoal do "Cansei", sendo notoriamente uma extração de ricos e gente de classe média, detesta ser apontado como rico e gente de classe média. Eles ficam cansados. Seus garotos-propaganda são figuras como Hebe Camargo, Ivete Sangalo, Ana Maria Braga e Regina Duarte – esta última uma coitada nacional, que além do medo vive agora o cansaço. A turma, junta, é como uma réplica da capa da revista Caras, a publicação que retrata a vida e o glamour dos ricos e famosos. Mas eles não gostam de ser apontados como ricos e famosos. Eles ficam cansados.

     É divertido isso. A recusa ao rótulo do que são e sabem que são deve explicar-se pela mesma razão que, até pouco tempo atrás, levava o pessoal da direita nacional a não admitir ser chamado de direita nacional. Depois que a esquerda tomou o rumo das cucuias, a direita começou a colocar a cabeça para fora. Só depois. Antes, parece que só se admitia ser de esquerda. Como agora, parece que só se pode admitir ser pobre, assalariado, classe baixa, D e E. Qualquer coisa acima disso é insulto.

    O que o pessoal do "Cansei" parece ignorar é que recusar o rótulo do que efetivamente eles são apenas ajuda a deslegitimar aquilo que tem toda a legitimidade – fazer uma passeata, por exemplo. Noutro dia, 2.000 ou 5.000 pessoas, sabe-se lá o número exato, tomaram as ruas de São Paulo. Era gente de classe média e alguns ricaços. Hebe Camargo descendo do seu carrão importado cercada de seguranças, por exemplo. E aí? Qual o problema? Os ricos também podem ir às ruas, também podem fazer protestos. Por que não poderiam, num regime democrático como o brasileiro? Os oposicionistas dizem que o "Cansei" só tem ricos e dondocas porque sabem que, classificados assim, ricos e dondocas ficam petrificados diante da culpa do que são – ricos e dondocas. Qual o problema? Ou por acaso já se viu algum sem-terra recolhendo as bandeiras vermelhas, vexado de culpa, porque alguém o acusou de miserável que não tem onde cair morto?

    A crise de identidade do "Cansei" é ainda mais divertida porque seus representantes ficam apavorados quando se diz que são contra o governo Lula, são oposicionistas, antipetistas, tucanos. Não deveriam nem responder. Por acaso é crime ser contra o governo Lula? Ser oposicionista? Ser antipetista? Tucano? É tão legítimo ser de esquerda quanto de direita, ser eleitor de Lula ou de Fernando Henrique, embora haja nisso uma vasta diferença. Por que o pavor de ser classificado de oposicionista? Por que o medo? Aqui, vale o mesmo: ao se assustar com a acusação de ser contra Lula, o pessoal do "Cansei" sabota a ampla legitimidade de ser contra Lula, contra o PT, contra tudo-isso-que-está-aí.

    Com esse papelão, o pessoal do "Cansei" fica tão cômico quanto os petistas exaltados dizendo que qualquer crítica a Lula só pode ser golpe ou conspiração.

É de morrer de rir.

Postar um novo comentário

Comentários (1)

  • joão Bosco Nazareno Filho | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Sabme o que sifnifica CANSEI?

    C LASSE
    A LTA
    N ÃO
    S OBREVIVE A
    E RA DA
    I GUALDADE.

    Concordo com o autor da matéria quase em sua totalidade. Qual é o problema em ser rico? Em ter posses? Não vejo problema algum à menos que a riquesa seja oriunda de fonte duvidosa, criminosa...coisa e tal.
    Outro dia via uma foto dos colunáveis do CANSEI em um protesto em Sampa. Todos de pretinho básico, suas bolsas VH, seus óculos carésimos e seus relógios de tirar o fólego.
    Estão cansados de que? De ostentar luxo? De andar de carro Zero? De não saber escolher entre praia e montanha nos fins de semana? De reclamar do preço do combustível do helicóptero que está pela hora da morte? E o caviar...vocês já firam que a latinha ficou 5 gramas mais leve? É disso que estão cansados????
    FRANCAMENTE.....perguntem ao povo em geral do que eles estão cansados, vocês terão uma grande surpresa, ou não.

    Bosco

Erros estratégicos e fim de mandato

niuan ribeiro 400   Niuan Ribeiro (foto) termina melancolicamente o mandato de vice-prefeito da Capital, marcado pela ambiguidade, erros estratégicos e vacilações. Logo no início da gestão, resolveu romper politicamente com o prefeito Emanuel, a quem passou a criticar, achando que se consolidaria como...

Retorno ao TCE ou cargo no governo

marcelo bussiki 400 curtinha   A partir de 1º de janeiro, com o fim do mandato de vereador pela Capital, Marcelo Bussiki (foto) retorna ao cargo efetivo de auditor do TCE-MT. Mas é possível que ele seja convidado por Mauro Mendes para compor o quadro de principais assessores do chefe do Executivo estadual. Bussiki foi...

DEM, bate-cabeça e plano B frustrado

fabinho garcia 400 curtinha   O ex-deputado federal e empresário Fábio Garcia (foto) acabou deixando o DEM órfão de candidatura a prefeito da Capital. Numa conversa com o governador Mauro, seu padrinho político, Fabinho o assegurou que iria sim disputar o Palácio Alencastro, mesmo pedindo trégua por...

Mauro sofre 2 derrotas para Emanuel

mauro mendes 400 curtinha   Mauro Mendes (foto), principal estrela do DEM em MT, acabou amargando duas derrotas em Cuiabá para o prefeito Emanuel, neste ano, embora não tenha sido candidato nas urnas. Em princípio, buscou candidatura própria com o seu partido, mas todos os nomes possíveis, como de Gilberto, Gallo,...

Três derrotas do marqueteiro Antero

antero de barros curtinha 400   O ex-senador, jornalista e marqueteiro Antero de Barros (foto) não levou sorte nas campanhas eleitorais as quais coordenou nestas eleições. Em Lucas do Rio Verde, empurrou à reeleição o prefeito Luiz Binotti que, mesmo com o poder da máquina, perdeu para o...

Lideranças jogaram duro contra EP

carlos favaro 400 curtinha   Emanuel Pinheiro teve uma reeleição sofrida em Cuiabá. Lutou contra os principais líderes políticos, que se juntaram em torno da candidatura de Abílio, uns publicamente, outros nos bastidores. O governador Mauro Mendes, por exemplo, jogou pesado para tentar derrotá-lo....

MAIS LIDAS