Últimas

Sábado, 05 de Maio de 2007, 07h:00 | Atualizado: 26/12/2010, 12h:15

EXECUTIVO

Casa Civil alega erro de digitação em contratos

 

   A Superintendência de Assuntos Jurídicos da Casa Civil emitiu uma nota oficial sobre a matéria publicada aqui no RDNews intitulada "Casa Civil gasta R$ 5 mil só com água mineral". Vários contratos com valores inferiores a R$ 8 mil foram divulgados com base em publicação no Diário Oficial do Estado.

   A nota assinada pelo assessor jurídico da Casa Civil, Vladimir Márcio Torres - confira reprodução ao lado -, admite que "ocorreu um erro material na publicação dos extratos citados". Disse que, "por um erro de digitação, consignou como valor mensal, quando deveria ser valor anual". Destaca que esses erros já foram re-ratificados e serão publicados no Diário Oficial de novo.

    O documento explica que a Casa Civil, hoje sob o deputado licenciado João Malheiros, "não efetua a compra direta de qualquer material". "Todos os contratos estão corretamente expressos e de acordo com os valores de mercado, sendo todos objeto de licitação, e só serão utilizados se necessário e pelo período de 12 meses".

   O superintendente de Assuntos Jurídicos destaca ainda na nota que "a Casa Civil faz adesão ao Registro de Pregão Presencial, coordenado e executado pela pasta da Administração, quando lhe é conveniente". Observa que esses pregões "são públicos e colocados à disposição de qualquer cidadão".

   Na tentativa de amenizar a crise criada na Casa Civil e no âmbito do governo com a divulgação da matéria sobre os contratos, a superintendência conclui: "O erro ocorrido não causou qualquer prejuízo ao erário, mostrando transparência, lisura e honestidade com que o governo do Estado de Mato Grosso trabalha na pessoa do seu secretário-chefe da Casa Civil, João Antônio Cuiabano Malheiros".

Postar um novo comentário

Comentários

  • Comente esta notícia

Despesas e o uso eleitoreiro de CPI

marcelo bussiki 400 curtinha   Buscando visibilidade pela reeleição em ano eleitoral, alguns vereadores da Capital, vergonhosamente, usaram e abusaram de dinheiro público para promoção pessoal na esteira da CPI do Paletó. A tendência é do relatório paralelo que pede afastamento do...

Sorriso incentiva 40 projetos culturais

ari lafin 400 curtinha   A seis meses de concluir o mandato, o prefeito de Sorriso, Ari Lafin (foto), estabeleceu, dentro do Plano Municipal de Cultura, o "PROMIC - Festival da Cultura 2020" para contemplar 40 projetos cujos valores somam R$ 340 mil, envolvendo artes visuais, artes cênicas, cultura popular, música, audiovisual,...

Quase R$ 2 mi para o Lucas Protegida

binotti 400 curtinha   A Prefeitura de Lucas do Rio Verde, sob Luiz Binotti (foto), contratou, por R$ 1,9 milhão, um consórcio formado pela Rocha Comércio de Equipamentos, que ficará com a maior "fatia" de R$ 1,4 milhão, e a Airplates Tecnologia da Comunicação, com R$ 521,7 mil, para desevolver o...

Silêncio sobre operação e elo com MBL

ulysses moraes 400 curtinha   O deputado de primeiro mandato Ulysses Moraes (foto), que deixou o DC e se filiou ao PSL, coordenador em Mato Grosso do Movimento Brasil Livre (MBL) e chamado por muitos de paladino da moralidade, mesmo sendo bastante ativo nas redes sociais, não usou a internet para comentar a operação da...

Nomes do DEM para vereador de VG

pablo 400 curtinha   O DEM do casal Jayme-Lucimar, senador e prefeita, respectivamente, é dono da maior bancada na Câmara de Várzea Grande, com sete dos 21 vereadores. Destes, cinco já estão trabalhando projeto de reeleição, sendo eles Gisa Barros, que era do PSB; Valdemir Bernadino, o Nana; Pedro...

Flerte com candidato de outro partido

selma arruda 400 curtinha   Apesar de estar filiada ao Podemos, a ex-senadora Selma Arruda, que teve o mandato cassado por crimes eleitorais e deixou a cadeira neste ano, continua flertando com o pedetista, empresário e vice-governador Otaviano Pivetta, que não demonstra mais tanto ânimo para continuar com o projeto de disputa...

MAIS LIDAS

ENQUETE

facebook whatsapp twitter email

Em Cuiabá, o prefeito suspendeu a decisão de implantar rodízio de veículos entre placas pares e ímpares devido à Covid-19. Mas quer debater a ideia. Você concorda com rodízio?

concordo

discordo

tanto faz

não sei

Não se trata de pesquisa eleitoral, mas de um mero levantamento de opiniões de leitores do RDNews e do Blog do Romilson, com participação espontânea dos internautas. Resultado sem valor científico.