Últimas

Sábado, 28 de Abril de 2007, 07h:05 | Atualizado: 26/12/2010, 12h:15

INFRAESTRUTURA

Casa Civil garante que ficha de Pagot está limpa

   O Ministério da Casa Civil, sob Dilma Rousseff, assegura que não há qualquer impedimento quanto à nomeação de Luiz Antônio Pagot para o cargo de diretor-geral do Departamento Nacional de Infra-Estrutura de Transportes (Dnit). Suspeitas sobre o nome do secretário de Educação de Mato Grosso, divulgadas pelo jornalista Ricardo Noblat em seu site nesta sexta, trouxeram preocupação ao PR, que articula para aprovar, no Senado, o nome do indicado pelo próprio presidente Lula para comandar o Dnit, detentor de um orçamento anual de R$ 12 bilhões.

   Segundo a Casa Civil, a ficha de Pagot está limpa. Destaca que na pesquisa feita sobre atuação do futuro diretor-geral do Dnit não há nada que o impeça de assumir o cargo. A busca foi feita com base no CPF. Obteve aval até da Agência Brasileira de Inteligência.

  Noblat informou em seu blog que Pagot trabalhou como assessor no Senado de Jonas Pinheiro, de 1995 a 2002 e, ao mesmo tempo, como diretor-superintendente da Hermasa Navegação da Amazônia, empresa privada com sede em Itacoatiara e pertencente ao Grupo Amaggi, do governador Blairo Maggi. Esse duplo cargo que, em tese, contraria a Lei 8.112, de 1990, sobre o regime jurídico dos servidores públicos da União, foi omitido por Luiz Pagot no corrículo que acompanhou a mensagem para o Senado de sua indicação ao posto do Dnit. Com isso, levantou-se suspeita até de falsidade ideológica.

  Outra acusação já divulgada em Mato Grosso, mas que nesta sexta ganhou destaque no blog de Noblat foi o que se convencionou chamar de negócio suspeito entre Pagot e o ex-secretário de Meio Ambiente na primeira gestão Maggi, Moacir Pires. O Ministério Público mato-grossense está investigando o caso. Trata-se da compra de um apartamento "quase de graça" feita por Pagot, numa transação comercial com Pires.

   Alegações

   Pagot argumenta que a informação sobre ocupar dois cargos ao mesmo tempo não foi inserida no currículo por considerá-lá irrelevante. Observa que omitiu outras informações como, por exemplo, de ter atuado como consultor do Sebrae. Admite que atuou na assessoria do senador Jonas Pinheiro e também na direção da Hermasa simultaneamente e destaca que, à época, o Senado foi consultado e não impôs obstáculos. Diz que sempre declarou as duas fontes no Imposto de Renda.

   Com aval do presidente Lula e do ministro dos Transportes, Alfredo Nascimento, Pagot será sabatinado no Senado nos próximos dias. A bancada do PR, a pedido do governador Maggi, está articulando para o nome do filiado ser aprovado.

Postar um novo comentário

Comentários

  • Comente esta notícia

Pátio, adversários fracos e reeleição

ze do patio 400 curtinha   O prefeito de Rondonópolis Zé do Pátio (foto), por mais populista, demagogo e com uma gestão avaliada pela maioria como desastrosa, caminha a passos largos para conquista de mais um mandato. Tende a vencer pela lógica do menos pior. Seus virtuais adversários são...

Pode recebe 2 já derrotados em BG

sandro saggin curtinha 400   O Podemos conseguiu juntar em Barra do Garças o grupo de dois já derrotados à prefeitura, Daltinho, que também foi deputado e em 2018 teve votação pífia na tentativa de reeleição, e Sandro Saggin (foto), um "eterno" candidato. Entregue ao ostracismo,...

Câmara de Barra devolve R$ 100 mil

joao rodrigues 400 presidente c�mara barra do gar�as   A Câmara Municipal de Barra do Garças devolveu à prefeitura R$ 100 mil para serem investidos em medidas de combate ao novo coronavírus. O presidente do Legislativo, vereador João Rodrigues de Souza, o doutor...

Auditor assume Secretaria de Controle

demilson nogueira 400   O auditor Newton Gomes Evangelista, servidor de carreira, é o novo secretário de Controle Interno da Assembleia. Ele já respondeu também pela Auditoria-Geral da Casa. Newton assumiu a Controladoria Interna no lugar do ex-prefeito de Ponte Branca, Demilson Nogueira (foto), que deixou o posto...

Cuiabá é a unica com tudo fechado

emanuel pinheiro curtinha   A pressão sobre o prefeito Emanuel Pinheiro (foto) fica agora mais forte para flexibilizar logo o decreto restrito por causa do coronavírus. Ele é o único dos gestores das maiores cidades mato-grossenses que ainda mantém decisão de fechar praticamente tudo na Capital, com...

Deputado põe aliado no lugar do irmão

ronaldo taveira 400 curtinha   Coube ao próprio deputado Wilson Santos indicar um nome para o lugar do irmão Elias Santos, que na última sexta (3) deixou a secretaria de Gestão de Pessoas da Assembleia para concorrer a vereador em Cuiabá. E o ex-prefeito emplacou no cargo que rende R$ 19,9 mil mensais o velho...

ENQUETE

facebook whatsapp twitter email

Você concorda com a decisão de prefeitos, que começam a decretar estado de emergência, fechando comércio, serviços públicos e o transporte coletivo?

sim

não

sei lá!

Não se trata de pesquisa eleitoral, mas de um mero levantamento de opiniões de leitores do RDNews e do Blog do Romilson, com participação espontânea dos internautas. Resultado sem valor científico.