Últimas

Sábado, 28 de Abril de 2007, 07h:05 | Atualizado: 26/12/2010, 12h:15

INFRAESTRUTURA

Casa Civil garante que ficha de Pagot está limpa

   O Ministério da Casa Civil, sob Dilma Rousseff, assegura que não há qualquer impedimento quanto à nomeação de Luiz Antônio Pagot para o cargo de diretor-geral do Departamento Nacional de Infra-Estrutura de Transportes (Dnit). Suspeitas sobre o nome do secretário de Educação de Mato Grosso, divulgadas pelo jornalista Ricardo Noblat em seu site nesta sexta, trouxeram preocupação ao PR, que articula para aprovar, no Senado, o nome do indicado pelo próprio presidente Lula para comandar o Dnit, detentor de um orçamento anual de R$ 12 bilhões.

   Segundo a Casa Civil, a ficha de Pagot está limpa. Destaca que na pesquisa feita sobre atuação do futuro diretor-geral do Dnit não há nada que o impeça de assumir o cargo. A busca foi feita com base no CPF. Obteve aval até da Agência Brasileira de Inteligência.

  Noblat informou em seu blog que Pagot trabalhou como assessor no Senado de Jonas Pinheiro, de 1995 a 2002 e, ao mesmo tempo, como diretor-superintendente da Hermasa Navegação da Amazônia, empresa privada com sede em Itacoatiara e pertencente ao Grupo Amaggi, do governador Blairo Maggi. Esse duplo cargo que, em tese, contraria a Lei 8.112, de 1990, sobre o regime jurídico dos servidores públicos da União, foi omitido por Luiz Pagot no corrículo que acompanhou a mensagem para o Senado de sua indicação ao posto do Dnit. Com isso, levantou-se suspeita até de falsidade ideológica.

  Outra acusação já divulgada em Mato Grosso, mas que nesta sexta ganhou destaque no blog de Noblat foi o que se convencionou chamar de negócio suspeito entre Pagot e o ex-secretário de Meio Ambiente na primeira gestão Maggi, Moacir Pires. O Ministério Público mato-grossense está investigando o caso. Trata-se da compra de um apartamento "quase de graça" feita por Pagot, numa transação comercial com Pires.

   Alegações

   Pagot argumenta que a informação sobre ocupar dois cargos ao mesmo tempo não foi inserida no currículo por considerá-lá irrelevante. Observa que omitiu outras informações como, por exemplo, de ter atuado como consultor do Sebrae. Admite que atuou na assessoria do senador Jonas Pinheiro e também na direção da Hermasa simultaneamente e destaca que, à época, o Senado foi consultado e não impôs obstáculos. Diz que sempre declarou as duas fontes no Imposto de Renda.

   Com aval do presidente Lula e do ministro dos Transportes, Alfredo Nascimento, Pagot será sabatinado no Senado nos próximos dias. A bancada do PR, a pedido do governador Maggi, está articulando para o nome do filiado ser aprovado.

Postar um novo comentário

Comentários

  • Comente esta notícia

Poconé tem hoje vários "prefeitáveis"

euclides santos 400 curtinha   O ex-vereador e ex-prefeito de dois mandatos de Poconé, Euclides Santos (foto), que era do MDB e agora está no PSDB, vem se movimentando nos bastidores para concorrer novamente à sucessão municipal. Seria um dos nomes de oposição ao prefeito Tatá Amaral, que vai tentar...

Apostas do PTB para vereador em VG

silvio fidelis 400 curtinha   Detentor da segunda maior bancada na Câmara de Várzea Grande, com cinco assentos, atrás somente do DEM da prefeita Lucimar, que conta com sete vereadores, o PTB aposta na hipótese de ao menos manter as cinco vagas. E todos os seus vereadores vão à reeleição, sendo...

Despesas e o uso eleitoreiro de CPI

marcelo bussiki 400 curtinha   Buscando visibilidade pela reeleição em ano eleitoral, alguns vereadores da Capital, vergonhosamente, usaram e abusaram de dinheiro público para promoção pessoal na esteira da CPI do Paletó. A tendência é do relatório paralelo que pede afastamento do...

Sorriso incentiva 40 projetos culturais

ari lafin 400 curtinha   A seis meses de concluir o mandato, o prefeito de Sorriso, Ari Lafin (foto), estabeleceu, dentro do Plano Municipal de Cultura, o "PROMIC - Festival da Cultura 2020" para contemplar 40 projetos cujos valores somam R$ 340 mil, envolvendo artes visuais, artes cênicas, cultura popular, música, audiovisual,...

Quase R$ 2 mi para o Lucas Protegida

binotti 400 curtinha   A Prefeitura de Lucas do Rio Verde, sob Luiz Binotti (foto), contratou, por R$ 1,9 milhão, um consórcio formado pela Rocha Comércio de Equipamentos, que ficará com a maior "fatia" de R$ 1,4 milhão, e a Airplates Tecnologia da Comunicação, com R$ 521,7 mil, para desevolver o...

Silêncio sobre operação e elo com MBL

ulysses moraes 400 curtinha   O deputado de primeiro mandato Ulysses Moraes (foto), que deixou o DC e se filiou ao PSL, coordenador em Mato Grosso do Movimento Brasil Livre (MBL) e chamado por muitos de paladino da moralidade, mesmo sendo bastante ativo nas redes sociais, não usou a internet para comentar a operação da...

ENQUETE

facebook whatsapp twitter email

Em Cuiabá, o prefeito suspendeu a decisão de implantar rodízio de veículos entre placas pares e ímpares devido à Covid-19. Mas quer debater a ideia. Você concorda com rodízio?

concordo

discordo

tanto faz

não sei

Não se trata de pesquisa eleitoral, mas de um mero levantamento de opiniões de leitores do RDNews e do Blog do Romilson, com participação espontânea dos internautas. Resultado sem valor científico.