Últimas

Sexta-Feira, 04 de Maio de 2007, 00h:00 | Atualizado: 26/12/2010, 12h:15

EXECUTIVO

Casa Civil gasta R$ 5 mil mensais só com água mineral

   O deputado licenciado João Malheiros, que assumiu a Casa Civil do governo Blairo Maggi há três meses, assinou um contrato de R$ 5,4 mil mensais com a empresa Silvano Schafer para fornecimento de água mineral. Como nas compras inferiores a R$ 8 mil não há necessidade de licitação, Malheiros está "usando e abusando" dos contratos.

  Um outro foi feito por Malheiros com a Ugolini & Cia Ltda, no valor de R$ 1 mil por mês para aquisição de material de copa e cozinha. Com a Indústria Gráfica Leonora Ltda, o secretário fechou negócio mensal de R$ 5,2 mil para receber resmas de papel.

   Também estabeleceu contrato com a Distribuidora de Alimentos Rio Branco Ltda, a quem a Casa Civil pagará R$ 2,7 mil mensais por vassoura, açúcar, garrafa térmica, sabão em barra e em pó. Só de pano de chão, a Casa Civil gasta R$ 204 mensais, conforme outro contrato assinado entre o secretário Malheiros e a Comercial Luar Ltda. Com café são gastos mais R$ 4,2 mil por mês na Casa Civil.

  Um contrato foi selado com a empresa Big Comércio e Serviços de Papelaria Ltda para compra de copos descartáveis com vistas a atender a demanda da pasta. O curioso é o valor do contrato: R$ 3.054,00 mensais ou R$ 42,4 mil por ano. E mais: pode ser prorrogável por quanto tempo achar necessário.

Postar um novo comentário

Comentários (4)

  • ELIFAS JOSE RIBEIRO | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    É intere$$$$$$$$ante esta noticia.

  • Priscila | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Não sei como a população deve reagir diante desta realidade, se deve se espantar ou se revoltar. A verdade mesmo sendo dolorida aos cofres públicos e a nossos bolsos é que os "poderosos" usam e abusam do dinheiro público e nem se "envergonham" das atitudes.

  • marcos costa | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Esses valores nao devem ser mensais e sim anuais!
    O Governo nao é como os do passado!

  • Roseany Barros | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Provavelmente o valor informado na notícia(p.ex. 5,4 mil) deve ser o valor total do contrato (que cutuma ser por um período de 12 meses). Se assim for, a Lei n. 8.666/93, em seu art. 24, dispensa a licitação até o valor de R$ 8 mil (por contrato - valor total).Caso contrário, se o valor de R$ 5,4 mil for mensal, vezes 12 meses, teriamos um contrato de R$ 64,8 mil, aí sim a contratação, sem licitação, seria ilícita, e a irregularidade apurada pelo Tribunal de Contas do Estado.Acho que a Casa Civil não se exporia a tanto. É preciso ter bom senso e averiguar bem o que se publica.

DEM "esconde" candidatos a vereador

beto 2 a 1 400 curtinha   O presidente do DEM em Cuiabá, Beto 2 a 1 (foto), secretário estadual de Governo, faz mistério sobre a chapa que está sendo montada para concorrer a vagas na Câmara de Cuiabá. Não esconde apenas o nome do vereador Marcelo Bussiki que, em março, deixa o PSB aproveitando...

Fávero e peso político em novo partido

silvio favero 400   A definição pelo presidente Jair Bolsonaro para que Silvio Fávero conduza a Comissão Provisória em MT da Aliança pelo Brasil, partido que só será criado oficialmente no próximo ano ou em 2021, representa peso político importante para o deputado de primeiro...

Prefeito estoura limite e TCE faz vetos

francis maris 400 curtinha   No sétimo e penúltimo ano de mandato, o prefeito cacerense Francis Maris (foto) segue na mesma toada, de que a administração precisa continuar "enxugando" a máquina, embora já tenha conseguido o equilíbrio fiscal e que quem o suceder receberá uma gestão...

Vice muda de partido e vai a prefeito

leandro felix 400 curtinha   O vice-prefeito de Nova Mutum e primeiro-suplente de deputado estadual, Leandro Félix (foto), pretende deixar o DC. Deve se filiar no Podemos ou no PRB. Vai depender da orientação política dos irmãos Adriano (Podemos) e Otaviano Pivetta (PDT), respectivamente, prefeito de Mutum e...

Câmara só regulamenta salário de EP

misael partido 400 curtinha   Ao fixar o salário do prefeito de Cuiabá Emanuel Pinheiro em R$ 27 mil, a Câmara de Cuiabá, sob Misael Galvão (foto) não aumenta o subsídio de Emanuel de imediato, mas sim regulamenta o valor que já era pago desde dezembro de 2018. O imbróglio começou...

R$ 71 mi já estão reservados para 13º

rogerio gallo 400 curtinha   Após os primeiros meses de "choradeira", pintando cenário do caos financeiro e administrativo, o governo estadual consegue, pela primeira vez neste 2019, fechar o mês com recurso provisionado para pagar o 13º dos cerca de 100 mil servidores. O secretário de Fazenda, Rogerio Gallo (foto),...

ENQUETE

facebook whatsapp twitter email

Como você avalia a decisão do Supremo de suspender prisão imediata após julgamento em segunda instância?

Concordo

Discordo

Tanto faz

Não se trata de pesquisa eleitoral, mas de um mero levantamento de opiniões de leitores do RDNews e do Blog do Romilson, com participação espontânea dos internautas. Resultado sem valor científico.