Últimas

Sábado, 24 de Março de 2007, 06h:40 | Atualizado: 26/12/2010, 12h:15

LEGISLATIVO

Celinho decreta censura a colega vereador

    O presidente da Câmara Municipal de Cáceres, Célio Silva, o Celinho (PP), se rebelou contra o seu antecessor Wilson Kishi (PDT). O estopim foi um projeto apresentado pelo parlamentar pedetista pela criação do Conselho Municipal de Transparência. Sob ordens do prefeito Ricardo Henry (PP), Celinho não só motivou a rejeição da proposta como passou a censurar Kishi no próprio site da Câmara Municipal (www.camaracaceres.mt.gov.br) e nos espaços publicitários mantidos em publicações locais para divulgar feitos dos vereadores.

 "Aqui na Câmara virou uma extensão da prefeitura. Todo projeto que eu apresento, antes de ir à votação eles fazem discussão com o prefeito. Não tem convivência harmônica", diz o vereador Kishi, ex-aliado do prefeito Henry. Segundo ele, o objetivo do bloco governista, principalmente do presidente Celinho, é detoná-lo por hoje atuar na oposição à administração local.

   Wilson Kishi disse que havia pedido à assessoria da Câmara que incluísse no site o seu projeto pela criação do Conselho de Transparência. "Ele (Celinho) mandou excluir a matéria na hora e também proibiu que fosse veiculada no Correio Cacerense, inclusive em espaço pago pela Câmara e que deve ser destinado igualitariamente a todos os vereadores", afirmou o parlamentar.

   O vereador explica que o Conselho Municipal de Transparência na Administração Pública foi reprovado pelos vereadores em sessão - Mário Tanaka (PP) e Manoel Ferreira, o Manezinho (PFL) estiveram ausentes. Kishi se viu isolado. Pela sua proposta, o prefeito deveria apresentar relatório mensal de todos os recursos oriundos dos governos estadual e federal. Ele observa que, dessa forma, poderia levar à administração a evitar falhas.

   Cita exemplo de um contrato da prefeitura com a Arruda e Back Ltda, feito em 11 de agosto do ano passado, com vistas à aquisição de equipamentos e máquinas para atender a secretaria de Obras. O contrato só foi publicado no jornal local em 8 de março deste ano, quase um mês depois de seu vencimento. "Como o prefeito (Henry) não tem respeito para com a Câmara Municipal, pelo menos deveria, por força desse projeto de criação do Conselho de Transparência, prestar conta ao povo", critica Wilson Kishi, revoltado com o boicote.

Postar um novo comentário

Comentários

  • Comente esta notícia

Chefe do Escritório de ROO em Cuiabá

mario marques 400 curtinha   O prefeito de Rondonópolis, Zé do Pátio, que iniciou neste mês o 3º mandato, mantém como parte da estrutura da administração um cargo de chefe do Escritório de Representação do município na Capital. E Pátio nomeou para esta...

Prefeito cria comitê pra debater modal

emanuel pinheiro 400 curtinha   Mesmo o governador Mauro Mendes já tendo anunciado que vai implantar o BRT na Região Metropolitana, em detrimento do VLT, o prefeito cuiabano Emanuel Pinheiro (foto) criou um comitê de análise técnica para, segundo ele, definir o modal de transporte para a região. Emanuel...

Desembargadores recebem 6 auxílios

maria helena povoas 400   O Tribunal de Justiça de MT, presidido pela desembargadora Maria Helena Póvoas (foto), vai pagar uma série de direitos e vantagens que "engordam" substancialmente o subsídio de seus magistrados e que foram programados pelo ex-presidente Carlos Alberto para liberá-los no orçamento...

Hospital cobra R$ 2,4 mi da prefeitura

luiz carlos pereira 400 tce   O Instituto de Saúde Santa Rosa recorreu ao TCE, na esperança de encontrar respaldo para receber R$ 2,4 milhões da secretaria de Saúde da Capital. Argumenta que a prefeitura, com quem mantém contrato desde 2019, está inadimplente, pois não teria pago integralmente os...

Definido novo presidente do Sanear

hermes avila 400   O prefeito Zé do Pátio nomeou à presidência do Serviço de Saneamento Ambiental de Rondonópolis (Sanear) o engenheiro Hermes Ávila de Castro (foto), que tende a se efetivar no cargo. Hermes ocupa a cadeira que, desde janeiro de 2017, pertencia à Terezinha Silva de Souza,...

Afilhado de Bezerra nomeado adjunto

clovis cardoso 400   O MDB, sob o cacique político Carlos Bezerra, "emplacou" mais um filiado histórico em cargo relevante na gestão Mauro Mendes. O advogado e ex-superintendente regional do Incra-MT, Clovis Figueiredo Cardoso (foto), foi indicado e já nomeado para o cargo de secretário-adjunto de Agricultura...

ENQUETE

facebook whatsapp twitter email

O Governo de MT optou pela implantação do BRT em Cuiabá-VG em detrimento do VLT. O que você acha disso?

Estou de acordo

Discordo

Tanto faz

Não se trata de pesquisa eleitoral, mas de um mero levantamento de opiniões de leitores do RDNews e do Blog do Romilson, com participação espontânea dos internautas. Resultado sem valor científico.