Últimas

Segunda-Feira, 04 de Junho de 2007, 08h:35 | Atualizado: 26/12/2010, 12h:15

EXECUTIVO

Cepromat dá lanche com refrigerante toda noite

 

      O Centro de Processamento de Dados (Cepromat)  assinou contrato com a Comercial Luar para fornecimento mensal, no período noturno, de aproximadamente 550 lanches, acompanhados da mesma quantidade de refrigerantes. O curioso é que não pode ser qualquer refrigerante. O contrato deixa claro que deve ser de "boa qualidade" - confira no fac-simile acima.  Além dos funcionários receberem adicional noturno de 35% sobre a hora trabalhada e auxílio alimentação mensal no valor de R$ 20, o Cepromat se obriga a garantir o fornecimento de lanches, com caloria mínima.

      Provavelmente, os servidores estão tomando Coca-Cola Zero.  Além disso, o contrato prevê que eventualmente haja fornecimento de marmitex, também acompanhada de refrigerante.  O fornecimento de lanches está previsto em acordo coletivo. "O Cepromat funciona 24 horas por dia e, não tem como, durante a noite, aproximadamente 18 funcionários saírem para comprar seu lanche", disse Graziele Pichioni, uma das contratantes.

  O contrato foi assinado pelo presidente Adriano Niehues e pelos diretores Graziele Pichioni e Luciano Bigatão e a dona da empresa Comercial Luar, Mirian Cláudia de Paula.

Postar um novo comentário

Comentários (7)

  • Emerson Marques | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Parabens aos gestores do CEPROMAT, se todo funcionario seja ele publico ou privado, fosse tratado com dignidade como se deve, com certeza teriamos repartiçoes publicas com profissionais mais dedicados e com serviços no grau daquilo que se espera. Tomara Deus que outros dirigentes de repartiçoes, Empresas privadas e Etc.. tenham a mesma iniciativa.

  • Marcelo | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Existem tantos absurdos neste governo para ser denunciado e vcs me vêm com essa mesquinharia de lanches para as pessoas que trabalham até tarde da noite.
    Porque vcs não vão atrás dos valores pagos para construção do ginásio Aesin Tocantins por exemplo, que foi licitado em 22 milhões e já pagaram 35. Ou melhor, porque vcs não vão procurar saber como estão sendo feitas as licitações da Sinfra.
    Por favor, não menosprezem a inteligênia das pessoas.

  • Highlander | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Com certeza, iniciativa como essas deixam os funcionários/servidores até mais estimulados para trabalharem, pois estão sendo tratados com diginidade.
    Pena que nem todos gestores públicos tenham essa mesma visão de Administração.

  • Carlos Roberto de Aguiar | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    A noticia não deveria ser veiculada, se alguem tá se doendo, deve é estar querendo o contrato, se não têm nada de ilegal na contratação não há razão para virar noticia.

  • DONIZETE SENA RODRIGUES | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    O Cepromat semple esta na lista do Governo. para fechamento o hoje vejo esbanjando dinheiro. conjelando os salario dos servidor. isso e uma vergonha?

  • Aristóteles Potter | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Esse cidadão Adriano é um iminência parda no governo. faz de tudo e nada lhe acontece. ainda por cima possue um clube de golfe na estrada de manso, na margem de uma lagoa, degradou área de preservação permanente e nada lhe acontece. QUE PAIS É ESSE! QUE PAÍS É ESSE! QUE PAÍS É ESSE!

  • Ana Brasil | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Fornecer o lanche é uma atitude nobre, garantida por acordo coletivo, e realmente é um benefício, um reconhecimento a mais a todos aqueles que estão trabalhando nas noites e madrugadas a dentro, colaborando com a construção de um Estado melhor.
    O que deve ser conferido é se essa quantidade e/ou a quantidade paga está de acordo com o fornecido aos empregados. E também deve haver rigorosidade na cobrança da qualidade do lanche.

Pode recebe 2 já derrotados em BG

sandro saggin curtinha 400   O Podemos conseguiu juntar em Barra do Garças o grupo de dois já derrotados à prefeitura, Daltinho, que também foi deputado e em 2018 teve votação pífia na tentativa de reeleição, e Sandro Saggin (foto), um "eterno" candidato. Entregue ao ostracismo,...

Câmara de Barra devolve R$ 100 mil

joao rodrigues 400 presidente c�mara barra do gar�as   A Câmara Municipal de Barra do Garças devolveu à prefeitura R$ 100 mil para serem investidos em medidas de combate ao novo coronavírus. O presidente do Legislativo, vereador João Rodrigues de Souza, o doutor...

Auditor assume Secretaria de Controle

demilson nogueira 400   O auditor Newton Gomes Evangelista, servidor de carreira, é o novo secretário de Controle Interno da Assembleia. Ele já respondeu também pela Auditoria-Geral da Casa. Newton assumiu a Controladoria Interna no lugar do ex-prefeito de Ponte Branca, Demilson Nogueira (foto), que deixou o posto...

Cuiabá é a unica com tudo fechado

emanuel pinheiro curtinha   A pressão sobre o prefeito Emanuel Pinheiro (foto) fica agora mais forte para flexibilizar logo o decreto restrito por causa do coronavírus. Ele é o único dos gestores das maiores cidades mato-grossenses que ainda mantém decisão de fechar praticamente tudo na Capital, com...

Deputado põe aliado no lugar do irmão

ronaldo taveira 400 curtinha   Coube ao próprio deputado Wilson Santos indicar um nome para o lugar do irmão Elias Santos, que na última sexta (3) deixou a secretaria de Gestão de Pessoas da Assembleia para concorrer a vereador em Cuiabá. E o ex-prefeito emplacou no cargo que rende R$ 19,9 mil mensais o velho...

Sem alarde, vereador muda de partido

viniciys clovito curtinha   De última hora e sem alarde, o vereador pela Capital Vinicyus Hugueney (foto) resolveu deixar o PP e se filiou ao Solidariedade. Com isso, o PP não se torna o único com a maior bancada. Está com três vereadores, assim como o PV e o PSDB. No SD, Vinicyus vai concorrer internamente com...

ENQUETE

facebook whatsapp twitter email

Você concorda com a decisão de prefeitos, que começam a decretar estado de emergência, fechando comércio, serviços públicos e o transporte coletivo?

sim

não

sei lá!

Não se trata de pesquisa eleitoral, mas de um mero levantamento de opiniões de leitores do RDNews e do Blog do Romilson, com participação espontânea dos internautas. Resultado sem valor científico.