Últimas

Terça-Feira, 12 de Junho de 2007, 10h:00 | Atualizado: 26/12/2010, 12h:15

ARTICULAÇÃO

Chapa Dilma-Maggi começa a ganhar discussão

      Alguns segmentos, principalmente do meio empresarial, começam a trabalhar nos bastidores uma chapa governista rumo ao Palácio do Planalto. Trata-se de uma provável candidatura à presidência da ministra-chefe da Casa Civil, Dilma Rousseff (PT), com o governador mato-grossense Blairo Maggi (PR), de vice da chapa. Essa virtual composição já foi discutida com o presidente Lula, que aprovou a idéia.

    Aos amigos, Maggi já adiantou que não tem mais interesse em disputar cadeira de senador em 2010. Ele próprio tem propagado que "a chapa ideal para mudar o Brasil é Dilma-Blairo". Ambos mantêm relação próxima. Conversam ao menos uma vez por semana. O PT se vê órfão, já que sua principal estrela, o presidente Lula, está impedida de tentar nova candidatura ao Planalto. Maggi faz questão de rasgar elogios à ministra, para quem é competente, moderada, bem articulada e "de visão de futuro". Acha que Dilma seria o nome dos quadros do PT com maior chance de sair vitoriosa nas urnas.  

    Foi com apoio de Dilma que Maggi conseguiu convencer o presidente Lula a aprovar o nome do executivo Luiz Antônio Pagot para a direção-geral do Departamento Nacional de Infra-Estrutura de Transportes (Dnit). Ex-secretário de Infra-Estrutura, Casa Civil e Educação do governo Maggi, Pagot aguarda ter o nome aprovado em sabatina no Senado para assumir o órgão, detentor de um orçamento de R$ 12 bilhões. A ministra já havia contado com consultoria de Pagot nas ações estratégicas durante a campanha de segundo turno pela reeleição de Lula, em 2006.

    Maior produtor individual de soja do mundo, Blairo Maggi vem buscando inserção política no cenário nacional. Primeiro, "colou" no presidente Lula. Segundo, assumiu a direção nacional do recém-criado Partido da República. Conseguiu até fazer parte do Conselho Político do governo petista.

   Quanto a seu futuro empresarial-político, Maggi destaca que há dois caminhos, após concluir os oito anos de mandato: reassumir a direção do Grupo Amaggi, que congrega um conglomerado de empresas, ou partir para uma candidatura a vice-presidência da República.

Postar um novo comentário

Comentários (6)

  • roberto | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    coitado do blairo... mato grosso até quis, mas o brasil jamais.

  • Paulo Henrique | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Essa Chapa é a mas Simpática do Brasil duas pessoas de uma simpatiaaaaaa!!!!

  • vidal | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Por que não Dilma e Blairo, ou será que tem gente querendo José Serra e Júlio Campos? ou Jaime, ou Antero. Ah!! espera aí, tem o Wilson Santos e o Nilson Leitão, pena que o Arcanjo não pode mais financiá-los.

  • Anônimo | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    ESTA CHAPA DEVE ESTAR DEIXANDO A OPOSICÃO DE "CABELOS EM PÉ " . DILMA ROUSSEFF E BLAIRO MAGGI , SIGNIFICARIA UMA QUEBRA DE PARADIGMAS, OU SEJA, ENFIM UMA MULHER PRESIDENTE ( QUE NÃO É PORRA LOUCA COMO A ELOISA HEHELA) E UM COMPETENTE GESTOR QUE CONGREGA TODA A COSTA BRASILEIRA ( RS, PR, MS, MT, RO E AM ). COM ESTA CHAPA CREDITO QUE LULA FARÁ O SEU SICESSOR OU MELHOR SUCESSORA !!

  • DONIZETE | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    BLAIRO TA TENDO CHEGA MAIS PERTO DO LULA PARA IMPLACAR O PAGOT QUE ESTA MUITO DIFICIO. CONVERSA PRA BOI DORMIN ACORDA GOVERNADOR????????????????

  • Anonino | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Isso é coisa de quem não tem o que fazer.
    Quem é Blairo Maggi num ´Pais continental como Brasil, e o nosso estado não tem densidade eleitoral para isso.
    E a senhora em questão , uma querrilheira que assaltava banco a mão armada, para com isso gente, prestem atenção nessas besteiras que são levantada por alguns setores de imprensa ( Marrom ) e paga, levantem o passado dessa mulher e vcs verão....

4 fora da reeleição em Rondonópolis

thiago muniz 400 curtinha   Dos 21 vereadores de Rondonópolis, somente quatro não vão à reeleição, sendo eles Thiago Muniz (foto), agora no DEM, Hélio Pichioni (PSD), Jailson do Pesque-Pague e Rodrigo da Zaeli (ambos do PSDB). Eles garantem se tratar de um caminho sem volta. Destes, dois tentam...

Redes sociais, lives e efeito colateral

Em tempo de coronavírus, as redes sociais têm sido fundamentais para disseminar informações. As plataformas são utilizadas, por exemplo, para realização de coletivas, mas, nesta segunda (6), houve um efeito colateral. O governador Mauro Mendes e o secretário de Saúde Gilberto Figueiredo foram "vítimas" de ferramenta de animação do Facebook. Os dois falavam sobre ações para combater a doença...

DEM agora sem amarras dos Campos

frankes siqueira curtinha 400   Sem o controle absoluto dos Campos, como nas últimas duas décadas, desde quando era PFL, o DEM, que não elege vereador em Cuiabá desde 2004, vive melhores expectativas, agora sob comando da ala ligada ao governador Mauro. É presidido pelo secretário de Estado de Governo,...

O pulo de Elias do PSDB para o DEM

elias santos 400 curtinha   Elias Santos (foto), irmão do deputado Wilson, agiu como estrategista na construção de sua pré-candidatura a vereador por Cuiabá. Concluiu que teria mais dificuldades de obter êxito nas urnas no PSDB porque os dois vereadores tucanos que vão à...

DEM e voz na Câmara após 16 anos

marcelo bussiki 400 curtinha   O DEM (antigo PFL) passa a ter voz na Câmara da Capital 16 anos depois. Aproveitando a janela de março em que a Justiça Eleitoral permite mudança de legenda sem risco de perda do mandato, dois vereadores migraram para o Democratas, sendo eles Marcelo Bussiki (foto) e Gilberto Figueiredo, que...

MDB agora com 2 na Câmara-Cuiabá

juca do guaran� curtinha 400   O MDB do prefeito Emanuel Pinheiro, que não elegeu vereador em 2016 em Cuiabá, agora ganha duas vozes na Câmara. Tratam-se de Juca do Guaraná (foto), militante histórico do nanico Avante que resolveu migrar para a legenda emedebista, e do recém-empossado...

ENQUETE

facebook whatsapp twitter email

Você concorda com a decisão de prefeitos, que começam a decretar estado de emergência, fechando comércio, serviços públicos e o transporte coletivo?

sim

não

sei lá!

Não se trata de pesquisa eleitoral, mas de um mero levantamento de opiniões de leitores do RDNews e do Blog do Romilson, com participação espontânea dos internautas. Resultado sem valor científico.