Se as eleições fossem hoje, Zózimo Chaparral, único prefeito do PC do B de Mato Grosso, seria derrotado à reeleição em Barra do Garças, revela pesqui

Últimas

Quinta-Feira, 12 de Abril de 2007, 00h:20 | Atualizado: 26/12/2010, 12h:15

BARRA DO GARÇAS

Chaparral não teria chance hoje de reeleição

""   Se as eleições fossem hoje, Zózimo Chaparral, único prefeito do PC do B de Mato Grosso, seria derrotado à reeleição em Barra do Garças, revela pesquisa estimulada Mark, feita na segunda e terça-feora (dias 9 e 10). A vitória seria do ex-prefeito Wanderlei Farias (PR), que lidera em todas as simulações.

    Farias impõe vantagem sobre os virtuais concorrentes Eduardo Moura (PPS), deputado Adalto de Freitas, o Daltinho (PMDB), o vereador Rodrigo Ragiotto (DEM) e o próprio Chaparral. Na metade do mandato, o prefeito comunista perderia para qualquer um desses prováveis candidatos.

      A Mark Instituto de Pesquisa e Opinião entrevistou 220 barra-garcenses em 32 bairros. A margem de erro é de 2% para mais ou para menos. Como o quadro sobre a sucessão municipal está totalmente indefinido, já que ainda faltam 17 meses para o pleito, a Mark fez 12 simulações com possíveis candidato - confira no quadro.

   Numa disputa entre Chaparral, o seu antecessor Wanderlei Farias, o empresário e suplente de deputado federal Eduardo Moura e o deputado Daltinho, o ex-prefeito ganharia com larga vantagem. Nesse cenário, seu nome aparece com 54,1% das intenções de voto, seguido de Moura (15,5%) e de Daltinho (14,5%). O comunista Chaparral seria o "lanterna" com apenas 3,2%.

    Na estimula 2, sem Wanderlei na disputa, Daltinho seria o primeiro colocado, com 32,7%. Moura ficaria em segundo, com 25,5% e, de novo, o prefeito Chaparral, em último lugar (3,6%).

   Já numa outra situação (estimulada 3), sem o nome de Eduardo Moura, o ex-prefeito Wanderlei alcançaria 60% dos votos. Daltinho viria em seguida com 19,5% e, Chaparral, com 4,5%. A eleição também seria fácil para o ex-prefeito se tivesse como únicos adversários nas urnas Moura e Chaparral (estimulada 4). Nesse caso, o ex-prefeito alcançaria 62,3%, uma frente elástica sobre os dois.

    Confrontos

   Os pesquisadores simularam também confronto entre possíveis candidatos. Se a corrida sucessória envolvesse apenas Daltinho e Chaparral, o deputado daria uma "surra" de voto no prefeito. Seria 41,4% a 6,4%. Com esse cenário, 35,5% se mostraram indecisos e 16,8% adiantaram que votariam em branco.

   O comunista seria derrotado também para o presidente da Câmara Municipal, vereador democrata Rodrigo Ragiotto, por 15% a 5% (confira no quadro 6). O percentual de indecisos nesse caso é alto: 56,4%.

   Eduardo Moura ganharia de Chaparral, assim como Wanderlei, conforme mostram os quadros 7 e 8. Daltinho, derrotado à sucessão municipal em 2004, seria eleito prefeito de Barra se tiver como único adversário o empresário Eduardo Moura (33,6% a 25,5%) ou Ragiotto (42,7% a 3,6%). Por outro lado, o peemedebista seria "engolido" por Wanderlei. Só ficaria com 20,9% dos votos, enquanto o ex-prefeito aparece com 61,4%. Wanderlei reconquistaria o comando do município tambem numa concorrência com Moura. O placar seria de 66,4% a 16,4%.

     Pesquisa de campo

   Os pesquisadores ouviram eleitores de 32 bairros de Barra do Garças. São eles: Sena Marques, Vila Maria, Cristino Cortês, Santo Antonio, Zeca Ribeiro, Barra Norte, Mangueira, São João, centro, BNH, Cohab, Jardim Amazonas, Rainha de Fátima, São Benedito, União, Morada do Sol e São Sebastião. Foi feito tabalho de campo também nos bairros Piracema, Palmares, Jardim Mariano, Ouro Fino, Anchieta, Serrinha, Campinas, Jardim Paraíso, Jardim Rodrigues, Vila Varjão, Dermat, Vila São José, Pitaluga, Novo Horizonte e Jardim  Araguaia.

Postar um novo comentário

Comentários

  • Comente esta notícia

Romoaldo, prescrição e elegibilidade

romoaldo junior 400 curtinha   Assim como Wilson Santos, o deputado Romoaldo Júnior (foto) assegura que hoje também está elegível porque uma condenação de dois anos e três meses de prisão, inclusive com perda do mandato, acabou prescrita. Ele disse que ainda não sabe se disputará...

Juca quer ex-deputado no Gabinete

roberto nunes 400   O presidente do Legislativo cuiabano, vereador Juca do Guaraná, disse que irá convidar o ex-vereador, ex-vice-prefeito e ex-deputado estadual Roberto Nunes (foto) para assumir a Chefia de Gabinete da Presidência. Enfatiza que Roberto é bem articulado politicamente, tem habilidade e experiência e,...

Governo "desmama" senador do Dnit

wellington fagundes 400   O Governo Bolsonaro conseguiu, enfim, "desmamar" Wellington Fagundes (foto) do Dnit. Há décadas, entra e sai governo e o ex-deputado federal por seis mandatos (24 anos) e no cargo de senador desde 2015 vinha indicando apadrinhados no cargo de superintendente regional do Dnit em MT. O último foi Orlando...

Ex-deputado demitido de assessoria

luiz soares 400   O ex-deputado Luiz Soares (foto), hoje com 63 anos, foi exonerado do cargo de assessor parlamentar do contemporâneo Wilson Santos. Ganhava quase R$ 10 mil brutos. Estava lotado no gabinete do deputado tucano havia quase dois anos. Soares é pensionista do extinto Fundo de Assistência Parlamentar, ganhando...

Arsec concede reajuste; prefeito veta

alexandro adriano arsec 400   No último dia 22, a diretoria-executiva colegiada da Agência Municipal de Regulação de Serviços Públicos Delegados de Cuiabá (Arsec), presidida por Alexandro Adriano Lisandro (foto), aprovou índice de reajuste de 2,21% nas tarifas de água e esgoto. E...

Novo ensaio do privilegiado Neurilan

neurilan fraga 400   Neurilan Fraga (foto) transformou mesmo a AMM não apenas num cabide de emprego, mas numa entidade para, em alguns casos, atender a seus interesses pessoais. Ali, investido no cargo de presidente, inclusive já pelo quarto mandato, mesmo não sendo mais prefeito, ele se articula politicamente o tempo todo....

ENQUETE

facebook whatsapp twitter email

O Governo de MT optou pela implantação do BRT em Cuiabá-VG em detrimento do VLT. O que você acha disso?

Estou de acordo

Discordo

Tanto faz

Não se trata de pesquisa eleitoral, mas de um mero levantamento de opiniões de leitores do RDNews e do Blog do Romilson, com participação espontânea dos internautas. Resultado sem valor científico.