Últimas

Terça-Feira, 01 de Maio de 2007, 06h:32 | Atualizado: 26/12/2010, 12h:15

OPERAÇÃO LACRAIA

Chega ao Supremo pedido para investigar Jaime

   Já está no Supremo Tribunal Federal o pedido de investigação encaminhado pelo juiz federal Julier Sebastião da Silva, da 1ª Vara de Mato Grosso, contra suposto tráfico de influência praticado pelo senador Jaime Campos (DEM). São cópias de transcrição e áudios.
   Ele teve o nome envolvido no escândalo, que estourou com a Operação Lacraia e resultou na prisão de mais de 30 pessoas, por meio de interceptação telefônica entre duas suspeitas de participar do grupo. Agora, o STF vai designar um ministro-relator para decidir se o parlamentar mato-grossense será ou não investigado.
    A acusação pode comprometer o futuro político de Jaime, que já havia deflagrado sua pré-candidatura ao governo estadual para 2010. Ex-prefeito de Várzea Grande por três mandatos e governador (91/94), ele nega qualquer ligação com a quadrilha. Jaime Campos promete, inclusive, acionar judicialmente tanto o juiz Julier quanto o procurador da República em Mato Grosso, Mário Lúcio Avelar, autor do pedido de investigação.
    Segundo as investigações, funcionários de cartórios falsificavam e forjavam registros e títulos de propriedades rurais, que posteriormente eram usados na obtenção de empréstimos e financiamentos bancários por "clientes" do grupo. A suspeita do Ministério Público Federal é que o senador tenha agido em defesa da ex-tabeliã Helena Jacarandá, uma das presas.
   Na representação, Avelar afirma que o senador "supostamente promove os interesses da organização criminosa junto a elevadas instâncias do poder público, mormente perante o Superior Tribunal de Justiça, a fim de restabelecer a investigada Helena Jacarandá à frente do cartório de registros de imóveis de Barra do Garças".
    O diálogo em que o senador aparece é da corretora de imóveis Lucélia Parreira e Maria de Lourdes Dias Guimarães, ambas presas pela PF. Lucélia, segundo a procuradoria, era braço direito de Helena, e Maria de Lourdes, sua ex-funcionária. Maria de Lourdes diz: "Qual será que foi o político forte que (interrompida)." "O Julio Campos", diz Lucélia. "Ahn?", fala Maria de Lourdes. "O Jaime Campos, que ele é senador. (...) Ele que conseguiu", diz Lucélia.
    Além desse diálogo, há um outro gravado pela PF, em que Cristine Jacarandá, lotada no gabinete de Jaime, telefona para a mãe Helena e comenta a respeito do senador. Fala, entre outras coisas, que Jaime ficou feliz pelo retorno dela (Helena para o Cartório de Barra do Garças).

    Defesa

    Jaime Campos já fez pronunciamento no Senado (clique aqui e confira), rechaçando a acusação. Os seus colegas senadores, em aparte, saíram em sua defesa. Demóstenes Torres (DEM-GO), por exemplo, criticou a decisão do juiz Julier, de encaminhar o caso para o STF e disparou: "infelizmente, a autoridade judicial jogou um balde de merda em sua cabeça". O senador Mão Santa (PMDB-PI) completou: "Isso é inveja do senhor Jaime Campos, que já foi prefeito três vezes de Várzea Grande e também governador, um homem honrado".

Postar um novo comentário

Comentários (3)

  • Amado Amador | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Briga das boas...O senhor Jaime Campos não poderia ter encontrado em Mato Grosso pedreira maior que o juiz Julier e o procurador Avelar (e duvido que a Justiça tenha apenas esse fragmento como acusação).

  • Jão | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    E a empresa de ônibus dele em VG?

    tem que chegar tbm no MPE...


    Fala Jaimão...vera, veríssimo

  • Lane Costa | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Bem a Professora Janete já dizia durante o processo eleitoral de 2006: "Jaime Campos NÃO MERECE ser eleito senador por Mato Grosso"!

    Quer motivo maior? É só pesquisar...

Poconé tem hoje vários "prefeitáveis"

euclides santos 400 curtinha   O ex-vereador e ex-prefeito de dois mandatos de Poconé, Euclides Santos (foto), que era do MDB e agora está no PSDB, vem se movimentando nos bastidores para concorrer novamente à sucessão municipal. Seria um dos nomes de oposição ao prefeito Tatá Amaral, que vai tentar...

Apostas do PTB para vereador em VG

silvio fidelis 400 curtinha   Detentor da segunda maior bancada na Câmara de Várzea Grande, com cinco assentos, atrás somente do DEM da prefeita Lucimar, que conta com sete vereadores, o PTB aposta na hipótese de ao menos manter as cinco vagas. E todos os seus vereadores vão à reeleição, sendo...

Despesas e o uso eleitoreiro de CPI

marcelo bussiki 400 curtinha   Buscando visibilidade pela reeleição em ano eleitoral, alguns vereadores da Capital, vergonhosamente, usaram e abusaram de dinheiro público para promoção pessoal na esteira da CPI do Paletó. A tendência é do relatório paralelo que pede afastamento do...

Sorriso incentiva 40 projetos culturais

ari lafin 400 curtinha   A seis meses de concluir o mandato, o prefeito de Sorriso, Ari Lafin (foto), estabeleceu, dentro do Plano Municipal de Cultura, o "PROMIC - Festival da Cultura 2020" para contemplar 40 projetos cujos valores somam R$ 340 mil, envolvendo artes visuais, artes cênicas, cultura popular, música, audiovisual,...

Quase R$ 2 mi para o Lucas Protegida

binotti 400 curtinha   A Prefeitura de Lucas do Rio Verde, sob Luiz Binotti (foto), contratou, por R$ 1,9 milhão, um consórcio formado pela Rocha Comércio de Equipamentos, que ficará com a maior "fatia" de R$ 1,4 milhão, e a Airplates Tecnologia da Comunicação, com R$ 521,7 mil, para desevolver o...

Silêncio sobre operação e elo com MBL

ulysses moraes 400 curtinha   O deputado de primeiro mandato Ulysses Moraes (foto), que deixou o DC e se filiou ao PSL, coordenador em Mato Grosso do Movimento Brasil Livre (MBL) e chamado por muitos de paladino da moralidade, mesmo sendo bastante ativo nas redes sociais, não usou a internet para comentar a operação da...

ENQUETE

facebook whatsapp twitter email

Em Cuiabá, o prefeito suspendeu a decisão de implantar rodízio de veículos entre placas pares e ímpares devido à Covid-19. Mas quer debater a ideia. Você concorda com rodízio?

concordo

discordo

tanto faz

não sei

Não se trata de pesquisa eleitoral, mas de um mero levantamento de opiniões de leitores do RDNews e do Blog do Romilson, com participação espontânea dos internautas. Resultado sem valor científico.