Últimas

Segunda-Feira, 09 de Novembro de 2009, 08h:20 | Atualizado: 26/12/2010, 12h:24

INVESTIGAÇÃO

Chica ataca outras gestões e tenta anular processo no TJ

  Os advogados da deputada Chica Nunes (DEM) vão atacar outras gestões para tentar desviar os holofotes da acusação de desvio de R$ 6,5 milhões feita pela Delegacia Fazendáriacontra a parlamentar democrata. A defesa dela solicita que as investigações por suposta fraude em processos de licitação não se restrinja apenas aos anos de 2005 e 2006, período em que Chica presidiu o Legislativo, mas que sejam extendidas às demais gestões da Mesa Diretora, conforme revela o jornal A Gazeta desta segunda (9). Assim, os juristas pretendem anular o processo que ela responde com mais nove pessoas, entre elas o marido, prefeito de Barão de Melgaço, Marcelo Ribeiro (PP).

   De acordo com os advogados de Chica, os empresários que supostamente admitiram perante às autoridades policiais terem participado de licitações, que teriam sido fraudadas durante a gestão da democrata, teriam revelado que o esquema era semelhante em gestões anteriores.

  Este mesmo argumento foi utilizado, sem êxito, pela defesa para convencer os desembargadores do Tribunal de Justiça a não receber a denúncia da Procuradoria Geral de Justiça (PGJ). Chica, que é apontada como a chefe de uma quadrilha que desviou R$ 6,5 milhões do Legislativo e os outros supostos “comparsas”, respondem pelos crimes de peculato e formação de quadrilha.

  A suspeita de que irregularidades podem ter ocorrido em gestões anteriores “foi ventilada” apenas, agora, durante as investigações contra o ex-presidente Lutero Ponce (PMDB), acusado de chefiar uma quadrilha que causou um rombo superior a R$ 7,5 milhões. Segundo o servidor público Rubens Antunes Belém Filho, que trabalha há 32 anos na Câmara de Cuiabá, a falta de controle sobre processos licitatórios foi "comum" na Casa nos últimos oito anos, período em que o Legislativo foi presidido por João Malheiros (PR), Luiz Marinho (ex-DEM e hoje no PTB), Chica Nunes (DEM) e Lutero Ponce (PMDB).

   Caso Lutero

  A defesa de Lutero tem até o final desta segunda (9) para entregar a sua defesa final. A partir dessas alegações, dos depoimentos colhidos e das investigações feitas pela Delegacia Fazendária, os membros da Comissão Processante vão concluir o relatório final que pode pedir ou não a cassação de Lutero. Ele é investigado por ato de improbidade administrativa, corrupção e quebra de decoro parlamentar. (Patrícia Sanches)

Postar um novo comentário

Comentários (10)

  • Maga | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Enquanto a justiça dorme em berço explendido, os ratazanas fazem a festa....e assim vai só aumentando os parasitas dos cofres publicos. Já se acham no direito de até cobrar o sujo do mal lavado. Este é o nosso Mato Grosso sem porteira.

  • alinor alves do nascimento | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    PARA DE CONVERSAR LOROTA... NINGEM MAIS ACREDITA EM VC NEM EM SEU LUTERO...SÓ DEVOUVE OS SÉTE HUUUU...E FALA PARA SEU PRIMO DEVOUVER TAMBEM, QUEM SABE AINDA LHE RESTE ALGUMA DIGINIDADE...

  • Van Hausen | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    A ameaça de Francisca Emília (vulgo Chica) é exemplo clássico da frase: me tirem da lama senão eu puxo vocês aqui pra dentro...
    Resumo do dia:Todos, sem exceção, tem culpa no cartório ( Isso já daria uma boa lapada...)

  • lordrey2004 | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    É uma vergonha o que a justiça eleitoral está fazendo.
    Concordo que a todos devem ser garantido o contraditório e ampla defesa, e que seja assegurada à deputada cassada os meios necessários para se defender, porém q deixe a cadeira legislativa, e saia dessa redoma de vidro que se encontra e seja submetido a julgamento pelos crimes q cometeu enquanto ordenadora de despesa da câmara como pessoa comum, não com esses privilégio chamado de imunidade parlamentar q já deveria ter acabado há muito tempo.

  • Nilson Pinheiro | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    É só aparecer o nome da Chica e então aparece sempre as mesmas pessoas (ou uma única pessoa) para comentar e critica-la. São sempre os mesmos que estão a postar comentarios. Resumindo, são 5 pseudonimos. kkkkkkkk, a mando de quem será? Vou continuar votando nela, afinal ela trabalha muito pelo nosso município.

  • Paulo Roberto | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Vetado por conter expressões agressivas, ofensas e/ou denúncias sem provas.
    Queira, por gentileza, refazer o seu comentário.

  • ROBERTO | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    ESSE NILSON PINHEIRO DEVE TA MAMANDO TAMBEM, E ESSA CHICA JA TA PASSANDO DO LIMITE ISSO E UM TAPA NA CARA DO JUDICIARIO DAQUI DE MATO GROSSO QUE TA UMA VERGONHA NACIONAL, SERA QUEM QUE VAI NOS SALVAR, E SO APARECER UM QUE JA TIRAM DE SENA SE NAO VE O JULIER COITADO JA MANDARAM EMBORA. QUEM PODERA NOS AJUDAR. SOCORRRRRRRRRRRROOOOOOOOOOOOOOOOOO

  • Vagner Pompeu | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    É isso ao Deputada con tinue de cabveça erguida e seguindo em frente não ligue prá essa meia duzia de desalmados e invejosos que nao tem coragem prá disputar nem a sindico de seu prédio e agora se escondem atras de pseudonimos para lhe atacar isso é uma vergonha desses incompetentes que deveriam ter a coragem e se candidatar como vc fez mas cade a coragem pois com certeza nem os pais dos mesmos votariam neles. Continue firme e com fé em Deus que vc será a minha eterna rainha e voto sempre em vc.

  • Flávio Pinho | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Bricadeira este DEM. É Chica Nunes, é Túlio Fontes e outros, que maneira ridícula de se fazer política. Tio Jaime, tio Júlio, desse modo não, que coisa feia...

  • marcos | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    a cara dessa ai só mesmo aqui em mato grosso e a justiça contiua a mesma....

Desembargadores recebem 6 auxílios

maria helena povoas 400   O Tribunal de Justiça de MT, presidido pela desembargadora Maria Helena Póvoas (foto), vai pagar uma série de direitos e vantagens que "engordam" substancialmente o subsídio de seus magistrados e que foram programados pelo ex-presidente Carlos Alberto para liberá-los no orçamento...

Hospital cobra R$ 2,4 mi da prefeitura

luiz carlos pereira 400 tce   O Instituto de Saúde Santa Rosa recorreu ao TCE, na esperança de encontrar respaldo para receber R$ 2,4 milhões da secretaria de Saúde da Capital. Argumenta que a prefeitura, com quem mantém contrato desde 2019, está inadimplente, pois não teria pago integralmente os...

Definido novo presidente do Sanear

hermes avila 400   O prefeito Zé do Pátio nomeou à presidência do Serviço de Saneamento Ambiental de Rondonópolis (Sanear) o engenheiro Hermes Ávila de Castro (foto), que tende a se efetivar no cargo. Hermes ocupa a cadeira que, desde janeiro de 2017, pertencia à Terezinha Silva de Souza,...

Afilhado de Bezerra nomeado adjunto

clovis cardoso 400   O MDB, sob o cacique político Carlos Bezerra, "emplacou" mais um filiado histórico em cargo relevante na gestão Mauro Mendes. O advogado e ex-superintendente regional do Incra-MT, Clovis Figueiredo Cardoso (foto), foi indicado e já nomeado para o cargo de secretário-adjunto de Agricultura...

MPE suspende censo previdenciário

jose antonio borges 400 curtinha   O procurador-geral de Justiça, promotor José Antonio Borges (foto), suspendeu o censo previdenciário cadastral dos membros e servidores inativos e pensionistas do MPE. O recadastramento deveria ter iniciado no último dia 11 para ser concluído no final de fevereiro. Borges tomou...

Juca e os 7 secretários da Câmara

andre pozetti 400 curtinha   O presidente Juca do Guaraná definiu sete dos nove secretários que vão ajudá-lo a administrar a Câmara de Cuiabá. O secretário de Administração é Bolanger José de Almeida. O coronel PM da reserva Edson Leite conduz o Patrimônio e...

ENQUETE

facebook whatsapp twitter email

O Governo de MT optou pela implantação do BRT em Cuiabá-VG em detrimento do VLT. O que você acha disso?

Estou de acordo

Discordo

Tanto faz

Não se trata de pesquisa eleitoral, mas de um mero levantamento de opiniões de leitores do RDNews e do Blog do Romilson, com participação espontânea dos internautas. Resultado sem valor científico.