Últimas

Domingo, 04 de Janeiro de 2009, 19h:00 | Atualizado: 26/12/2010, 12h:22

JUSCIMEIRA

Chiquinho tenta emplacar aliado e perde a Mesa

 Aliado do novo prefeito manobra e posterga eleição e leva o 2º mais votado a convocar sessão da Câmara; vereador do PP vence neste sábado com presença de apenas 5 dos 9 parlamentares; eles ganham R$ 2 mil por 2 reuniões mensais 

 O novo prefeito de Juscimeira, Valdecir Luiz Coller, o Chiquinho do Posto (PR), já começou o seu mandato em conflito com a Câmara Municipal. Ele impôs o nome do vereador Ronival (Roni) Soares, do mesmo PR, como candidato à presidência do Legislativo. Como a base aliada percebeu que seria derrotada, o próprio Roni, que presidia a sessão da eleição da Mesa por ter sido o mais votado, resolveu encerrá-la quando o placar já estava em 5 a 0 em favor da chapa encabeçada por Francisco Joaquim (PP). Com isso, não houve definição do presidente da Câmara em 1º de janeiro.

   Pelo Regimento Interno, o mais votado deveria, então, convocar sessão diária até que fosse eleita a nova Mesa. Roni ignorou a Constituição Municipal. Passou a postergar a data da sessão. Entrou em cena o segundo mais votado: Adilton Miguel Novacki (PP). Ele tomou a frente e convocou sessão para este sábado. Só compareceu o grupo dos cinco opositores. Assim, por 5 a 0, foi eleito presidente Francisco Joaquim (PP).

   Da Câmara Municipal, o grupo foi direto para a Igreja Católica. Os cinco vereadores receberam apoio do padre Mário, que tem mais credibilidade junto à comunidade no município do que os políticos. Ele deu respaldo à decisão e "abençoou" os cinco parlamentares.

   O grupo do prefeito e de Roni, que inicia o terceiro mandato, já se articula para recorrer à Justiça contra a eleição. Não compareceram à eleição da Mesa os quatro aliados de Chiquinho do Posto, sendo eles Lindomar Duarte (DEM), José Ozete Freitas (PP), Maximino Alves da Cruz (PR) e o próprio Roni.

   Enquanto isso, passa a comandar a Câmara o vereador progressista Francisco Joaquim. Os demais que integram a Mesa são Silvanei Pereira Correia Cavalheiro, do PMN, como vice-presidente; José Quirino da Silva, do DEM, como primeiro-secretário e, Wesley Júnior Araújo Lima, do PMDB, como segundo-secretário. Ao todo são 9 vereadores. Eles recebem R$ 2 mil mensais para participar de apenas duas sessões ordinárias por mês, uma a cada 15 dias, às 19h. Em média, cada parlamentar embolsa R$ 1 mil por sessão. A Câmara recebe cerca de R$ 58 mil de duodécimo e tem aproximadamente 10 servidores.

    Confusão

   Juscimeira tenta superar o caos administrativo. O ex-prefeito Dener Chaves (DEM) foi afastado do cargo por várias vezes. De 2005 a 2008, o município teve outros três prefeitos "tampões". Além de Dener, assumiu o então vice Edivaldo Araújo (PT). Depois, num outro processo em que Dener voltou a ser afastado, quem virou prefeito foi o então presidente da Câmara Municipal Arthur Queiroz que, mesmo preso por crime eleitoral, despachava da cadeia. Por ironia do destino, Queiroz foi cassado pelo TRE por infidelidade partidária. Com a vacância do cargo, os vereadores elegeram Oséias Marinho, o Preto (DEM), para comandar o Legislativo e, de imediato, este ocupou o cargo de prefeito por 51 dias.

Postar um novo comentário

Comentários (1)

  • OSVALDINO ENORÉ | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Tenho DÓ e Pena do Povo de Juscimeira. Ás Vezes fico matutando as minhas IDÉIAS , PORQUE VCS ELEGEM E REELEGEM MALAS? O MUNICIPIO É PEQUENO ,E FACÍL ,DE SEPARAR, O JOIO DO TRIGO.

Briga eleitoral de parentes em General

renato vilela 400 general carneiro   A briga política, jurídica e eleitoral na pequena General Carneiro, de 14 mil habitantes, está acirrada e envolve, em palanques diferentes, grupos com vínculos familiares. São dois na disputa pela prefeitura. A ex-prefeita Magali Vilela desistiu de tentar de novo o teste das...

Ataques a EP e o revide dos amigos

fabinho 400 curtinha   O empresário Fábio Martins Defanti, o Fabinho Promoções (foto), que em 2016 disputou para vereador e perdeu, está sendo bombardeado de críticas em grupos de WhatsApp, inclusive pelos próprios amigos, por causa de comentários, gravados em dois vídeos, com um...

Luizão e 10 promessas em cartório

luizao 400   O empresário Luizão (foto), candidato a prefeito de Rondonópolis pelo Republicanos, registrou em cartório 10 comprimissos de gestão, garantindo, em caso de eleito, executá-los logo no primeiro mês de mandato. O primeiro deles é de zerar a fila de consultas, exames e cirurgias. E...

Ex-secretários de França sem mácula

roberto franca 400 curtinha   A assessoria jurídica da coligação de Roberto França (foto), que concorre à Prefeitura de Cuiabá pelo Patriota, classifica de mentirosa e irresponsável a notícia de que ex-secretários de França, da época em que comandou a Capital, de 1997 a...

Líderes de Lucas e apoios ao Senado

otaviano pivetta curtinha 400   As principais lideranças políticas da "República" de Lucas do Rio Verde estão divididas nos apoios sobre candidaturas ao Senado. O vice-governador Otaviano Pivetta (foto), recém-desfiliado do PDT, faz campanha pela coronel Rúbia Fernanda (Patriota), propagada como a candidata...

Reeleição difícil em Barra do Bugres

raimundo nonato 400   Aos 81 anos, o piauiense de Campo Maior, Raimundo Nonato (foto), busca renovar o mandato de prefeito de Barra do Bugres pelo DEM. Embora considerado carismático e populista, pioneiro no município e ajudado pela força da máquina pública, Nonato, que já foi prefeito nos anos 82 e 90,...

MAIS LIDAS