Últimas

Terça-Feira, 19 de Maio de 2009, 07h:48 | Atualizado: 26/12/2010, 12h:23

RUMO A 2010

Cidinho deixa DEM e presidirá PSC para formar novo grupo

  Fernando Ordakowski
Clique na imagem para ampliação
Sob orientação de Pagot, que continuará no PR, Cidinho troca o DEM pelo PSC à espera de Pedro Taques

  Em reunião no domingo, em seu escritório em Cuiabá, o diretor-geral do Dnit Luiz Antônio Pagot, numa ação de bastidores, decidiu que o ex-presidente da Associação Mato-Grossense dos Municípios (AMM) e secretário de Estado de Projetos Estratégicos, José Aparecido dos Santos, o Cidinho, será o dirigente estadual do PSC. O propósito é criar um novo grupo político em torno desta legenda, com filiação de aproximadamente mil lideranças até setembro deste ano. Mesmo ditando as regras, Pagot continuará no PR do governador Blairo Maggi. Já Cidinho decidiu que deixará o DEM do senador Jayme Campos, pré-candidato ao Palácio Paiaguás.

   No fundo, a maior expectativa de filiação no PSC, após a chegada de Cidinho e de cerca de 30 ex-prefeitos, de diversos empresários como Eraí Maggi, de ex-deputados e ex-vereadores, é do procurador da República Pedro Taques, que hoje atua em São Paulo. Ficou acertado que o grupo fará todos os esforços para cooptar o polêmico membro do Ministério Público Federal que este ano volta a morar em definitivo em Cuiabá e está determinado a se submeter ao teste das urnas de 2010, seja a senador, seja a deputado federal. Em princípio, Taques iria para o PDT do empresário e deputado licenciado Otaviano Pivetta. Depois recuou e agora posterga decisão sobre qual legenda se filiar - saiba mais aqui.

   Por mais que negue publicamente, Pagot é quem motiva o surgimento do novo bloco, na expectativa de atrair Taques. Ele foi secretário de Infraestrutura, Casa Civil e Educação do governo Maggi e hoje comanda o Departamento Nacional de Infraestrutura de Transporte (Dnit), uma das autarquias mais cobiçadas da máquina do governo federal. Pagot desistiu da pré-candidatura a governador visando ao pleito de 2010 mas, de forma camuflada e com seu estilo trator, não quer ficar fora do processo eleitoral. Monta estratégia de olho em eleições futuras.

    No caso de Cidinho, ex-prefeito de dois mandatos de Nova Marilândia, o argumento é de que precisa aderir uma sigla "intermediária" para não se indispor nem com a turma da botina, grupo de Maggi, de cuja equipe faz parte, e muito menos com o cacique do DEM Jayme Campos. Ele decidiu, então, aderir ao Partido Social Cristão, tido como nanico. Assim, entende que será mais fácil transformá-lo num grande partido, de forma gradativa. A busca por ex-gestores e ex-parlamentares e por pessoas sem militância política é uma estratégia para não colocar em risco aqueles que hoje ocupam cargos eletivos. Acontece que, com o advento da regra pró-fidelidade a partir de março de 2007, quem trocar de legenda perde o cargo. Entre os que vão aderir ao PSC está o ex-prefeito de Rosário Oeste, Zeno Gonçalves, que hoje integra a Executiva estadual do PR. É o próprio Pagot, sem expectativa de poder dentro do seu partido, ajudando a descontruir a legenda que ele próprio ajudou a fundar em Mato Grosso.

(8h45) - Democrata confirma incentivo de Pagot e aguarda aval de Maggi rumo ao PSC

  O secretário de Estado de Projetos Estratégicos e presidente do MT Regional, José Aparecido, o Cidinho, confirmou as articulações para aderir ao PSC, inclusive já como presidente estadual. Ele observou, porém, que a troca do DEM pela nova sigla não está totalmente fechada. Cidinho já conversou e obteve respaldo do presidente nacional, deputado Everaldo Dias Pereira. Revela que na última sexta conversou com o senador Jayme Campos, a quem explicou as razões que estão motivando-o a se desfiliar.

  Cidinho confirma que, de fato, esteve reunido com Luiz Pagot no domingo. Agora, ele observa que falta chegar a um entendimento com o governador Blairo Maggi. O ex-presidente da AMM por dois mandatos destaca que a tendência é arrebanhar um número considerável de novas lideranças para o PSC, principalmente ex-prefeitos e ex-vereadores.

Postar um novo comentário

Comentários (34)

  • ADILSON | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    CONFIO NO TRABALHO DESENVOLVIDO PELO CIDINHO E SEI QUE É SÁBIA A SUA DECISÃO.
    CONTE COMIGO COMPANHEIRO!!

  • João Vilar | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Cidinho é uma liderança nata sem espaço no DEM procurou outros rumos. Isso tem que ser levado em consideração pela sua coragem e independência. Parabéns Cidinho!.

  • Rafael Lopes | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Esse teve muita coragem e sensatez. isso chama-se INDEPENDENCIA.

  • Fidelis | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    CERTO ELE, MT PRECISA DE NOVAS IDÉIAS E NOVAS LIDERANÇAS E CIDINHO É UM NOVO LIDER.......

  • LEOPOLDO | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    É ATÉ QUEM FIM APARECE UM POLITICO NOVO PARA O ATUAL CONJUNTURA. CHEGA DE RAPOSAS VELHAS É HORA DE MUDANÇA E VC CIDINHO SE ENCAIXA NESSE PERFIL.

  • Rubes Mauro | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Se for candidato tem o meu apoio aqui na minha região. Boa decisão cidinho!.

  • Janio Lopes | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Parabenizo o Cidinho pela decisão. Mato Grosso precisa de novos Lideres.

  • Marcelo Pires | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Isso!! vc vai se dar muito bem nesse partido, conheço a sua indoniedade e capacidade de dirigir um partido em MT.

  • Luicano Arruda | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    DEM NÃO DÁ ESPAÇO PARA NOVAS LIDERANÇAS E SENDO ASSIM APOIO A DECISÃO DO CIDINHO EM MIGRAR PARA OUTRA AGREMIAÇÃO QUE LHE DARÁ MAIS ESPAÇO POIS CARISMA, COMPANHERISMO E COMPETENCIA ELE TEM.

  • Paulo Marques | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    CIDINHO AGORA É A SUA VEZ. INVISTA E BOA SORTE NESSA SUA NOVA EMPREITADA...

Acordo com Euclides partiu de Allan

allan kardec 400   Otaviano Pivetta, vice-governador licenciado por 30 dias para cuidar de problemas de saúde, disse que nada tem a ver com o tal acordo "costurado" pelo presidente regional do PDT, deputado Allan Kardec (foto), com Euclides Ribeiro, candidato a senador pelo Avante. Explica que só apresentou Euclides para Allan e...

Família Maia tenta retomar o poder

martha maia 400   O ex-prefeito de Alto Araguaia por quatro vezes, Maia Neto, não entrou na disputa de novo ao Executivo, mas lançou a irmã Martha Maia (foto), cuja filha Sylvia Maia é vereadora. Filiada ao PP, Martha entra como principal candidata da oposição ao prefeito Gustavo Melo, que vai à...

Welinton fará grande ato em Barra

welinton marcos 400 curtinha   Welinton Marcos (foto) lança sua candidatura a prefeito de Barra do Garças, na segunda (28), em um grande ato. Mesmo pelo sistema drive-in, devido à necessidade de adotar medidas sanitárias contra a Covid-19, são esperadas na solenidade cerca de mil pessoas, num espaço amplo,...

Irmão de Riva está na disputa em Juara

priminho riva 400 curtinha   O irmão do ex-deputado José Riva, Priminho Riva (foto), filiado ao PL, será mesmo candidato a prefeito em Juara, posto já ocupado por ele por duas vezes (1997/2004). Priminho pertence a uma famíliade políticos. Além de Riva, que foi prefeito e deputado, é...

PSB deve ficar fora da aliança de EP

max russi curtinha 400   O PSB, presidido pelo deputado Max Russi (foto), pulou mesmo do barco de Emanuel Pinheiro. Deve formalizar apoio à candidatura de Roberto França ao Alencastro. O PSB não consta na lista oficial de siglas que estão com o prefeito, que busca à reeleição. Os 11 que estão...

Taisir coordena campanha de Eliene

taisir karim 400 curtinha   O ex-reitor da Unemat e uma das lideranças do PSD na região Oeste, Taisir Karim (foto), que chegou a se lançar de última hora como pré-candidato a prefeito de Cáceres, mas logo em seguida recuou, será o coordenador-geral da campanha de Eliene Liberato (PSB), atual...

MAIS LIDAS

ENQUETE

facebook whatsapp twitter email

Você acha que o efeito-Bolsonaro terá impacto no resultado das eleições de novembro em MT?

sim - onda Bolsonaro continua

não - efeito não influencia mais

sei lá!

Não se trata de pesquisa eleitoral, mas de um mero levantamento de opiniões de leitores do RDNews e do Blog do Romilson, com participação espontânea dos internautas. Resultado sem valor científico.