Últimas

Quinta-Feira, 15 de Outubro de 2009, 19h:13 | Atualizado: 26/12/2010, 12h:24

CÂMARA DE CUIABÁ

Cintra afirma que está sendo reprimido e pedirá licença


Presidente da Câmara, vereador Deucimar Silva (PP) aconselha Sérgio Cintra sobre o pedido de licença
Foto: Luiz Alves

   Inconformado pelo fato de não poder "falar mal" da administração do prefeito Wilson Santos, o vereador Sérgio Cintra (PDT) aproveitou a sessão plenária desta quinta (15) para desabafar. Disse até que pretende se licenciar do cargo por não concordar com o fato do PDT compor a base tucana. "Estou me sentindo tolhido pela sigla por não poder criticar a atual administração. É uma situação muito complicada. Ouvindo o senhor (Levi) pedir licença, penso em fazer o mesmo". A declaração  pegou o presidente da Câmara, Deucimar Silva (PP), de surpresa. "O senhor realmente pretende se licenciar? Acredito que você deva rever seu posicionamento. O senhor tem o direito de falar o que quiser aqui dentro", aconselhou o chefe do Legislativo.

    Cintra ocupa a cadeira de Adevair Cabral, que em princípio se licenciou por 121 dias, mas depois acabou assumindo a secretaria municipal de Cultura. O parlamentar argumentou também que enfrenta problemas de saúde e que até o início da semana define se vai ou não se licenciar. Nesse caso, quem ganha a chance de fazer parte da Câmara é o segundo-suplente, Paulo Sérgio Serafim de Oliveira, que no pleito do ano passado obteve 1.999 votos. Somente nesta 17ª legislatura, que começou apenas há 10 meses, cinco suplentes já foram beneficiados com o chamado "rodízio" e/ou cassação de mandato.

    O tucano Roosivelt Coelho atua desde o início do ano, na vaga do titular Edivá Alves, que atualmente comanda a pasta de Trânsito e Transporte Urbano. Júlio Pinheiro (PTB), por sua vez, está a quase quatro meses na cadeira de vereador devido a uma licença médica do eleito Clóvis Hugueney. O petebista deve se licenciar por mais quatro meses. O mais sortudo do grupo é Totó César (PRTB), que acupa a vaga do eleito Ralf Leite, que em 6 de agosto teve seu mandato cassado por quebra de decoro parlamentar. O último suplente da lista é Marcus Fabrício (PP), que deve apontar na próxima terça (20) nas dependências da Câmara como vereador. O progressista ocupará a vaga de Leve Levi, após licença de 121 dias para tratar de assuntos pessoais.

   Outra novidade é o provável pedido de licença de Ivan Evangelista (PPS), que deve deixar o Legislativo por alguns dias, pois, segundo comentários, não quer participar da decisão final sobre as denúncias contra o ex-presidente Lutero Ponce (PMDB). Caso Evangelista deixe sua cadeira na Câmara, quem deve assumir a vaga é Juvelino da Silva Lara, o famoso e lendário Tenente Lara, que recentemente ajudou a lavar o chão da Câmara de Cuiabá em protesto ao caso de Ralf Leite. Lara, que é "figurinha carimbada" das eleições, obteve 768 votos no pleito do ano passado. Caso Evangelista se licencie, está será a primeira vez que o Tenente Lara pisará no Legislativo como vereador. (Lisânia Ghisi e Patrícia Sanches)

Postar um novo comentário

Comentários (14)

  • mario | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    o Sérgio Cinta está certo não tem que compactuar com essa baderna que está a camara municipal que ninguém trabalha e ficam sí discutindo cargos na prefeitura e ainda vem esses apresentadores de tv querer pregar éticca e crticar os outros quem são eles se o exemplo tinha que partir deles.

  • Dicão | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    A reclamação do Cintra nos envergonha, apesar de já sabermos que é assim, apostávamos nos novos para mudar. Ninguém fala do errado com medo de perder os cargos que seus privilegiados ocupam na prefeitura e enquanto isso...

    Bom enquanto isso o povo, o eleitor morre nas policlínicas, no pronto socorro, no trânsito mal administrado de Cuiabá, o prefeito gasta rios de dinheiro com propagandas na televisão...

    Cadê os representantes do povo???
    Lamentavelmente temos uma Câmara submissa ao prefeito e de forma vergonhosa trocam os seus deveres de fiscal do executivo por alguns cargos públicos.

    Cintra, Everton Pop, Paulo Borges, Roosivelt, Toninho de Souza, sinceramente o eleitor de vocês esperam que atuem com responsabilidade... legislar em causa própria, usar o mandato para beneficiar parentes, acovardar-se por cargos públicos é pior do que o que o Lutero Ponce e a Chica Nunes do PSDB fizeram.

  • ROSE RAINHA | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Vetado por conter expressões agressivas, ofensas e/ou denúncias sem provas.
    Queira, por gentileza, refazer o seu comentário.

  • Gerson | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Sr. Dição, gostaria de informá-lo que o Ver. Rusivel, está sim sendo o diferente.
    Primeiro, o mesmo não faz critica, apresenta sugestões, porque só criticar estamos cansados.
    Segundo, ele é o único vereador que não usa a vergonhosa verba indenizatória, ou seja está respeitando o nosso dinheiro (público).

    Então, vamos aprender a separar o jóio do trigo.

  • josé simão | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    O Vereador Sérgio Cintra está correto, os então Vereadores Toninho de Souza,e Advair Cabral,ambos do então PDT,não fazem oposição ao PREFEITO WILSON SANTOS,e sim são contra os CUIABANOS,que precisão da saúde e infraestrutura em nossa CAPITAL,ESSES SÃO VEREADORES DE PRIMEIRO MANDATO E CADÊ SERVIÇO PRESTADO PARA NOSSA CAPITAL ?,JÁ ESTÃO COMPLETANDO 01(UM) ANO DE MANDATO, VAMOS TRABALHAR.

  • José Carlos da Silva | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Sergio Cintra, seja HOMEM, pelo menos uma vez na vida! Você quer tirar licença por que já acertou com o prefeito? Ora, todos sabem que na tribuna você tem a prerrogativa de criticar quem você quizer, por isso essa Casa chama-se PARLAMENTO. Isso não tá cheirando nada bem.

  • elizeu | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    rdnews escreve uma materia a quatro mãos, usando duas jornalistas, e passa uma informação totalmente equivocada aos cuiabanos e leitores em geral deste site.
    ao informar que em caso de licença do vereador ivan evangelista quem deve assumir é o lara, não é verdade porque havia uma coligação pps/ptb e quem assume é o suplente de acordo com a colocação dentro da coligação.
    e neste caso o primeiro suplente esta no mandato julio pinheiro sobra para o segundo suplente dilemario alencar.
    seria ótimo caso o lara assumisse quem sabe ele dava um sacode nesta camara de vereadores.

  • GLAUCIA MARIA | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    bom eu acho que tem que pedir licença mesmo SERGIO CINTRA porque diga com quem andas que eu direi com quem esta
    e meu ponto de vista esse prefeito ja éra então si vc pretende ser vereador sai fora em quanto é tempo porque o povo não é mas B..........

  • BETO AMORIM | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Amigo Professor Sérgio Cintra, companheiro de muitas lutas, muitas batalhas juntos. Companheiro em já sabia que voce não misturaria com esse desmando que acontece nesse parlamento, voce amigo tem ESCOLA, TEM PRINCIPIO DA HONESTIDADE E DA ÉTICA em favor dos mais miseraveis, a sua postura nao me surpreende, enquanto parlamentar, porque voce nesse pouco tempo que esta ai, ja demonstra para que foi eleito, ou seja representar aos seus eleitores, com dignidade e respeito. Não se cala amigo, voce nos honra com a sua postura de não ser VENDILHÃO, e dizer sempre AMÉM ao executivo, seu PATRÃO somos nos eleitores. Siga em frente. E para aqueles que estão nesse parlamento e não fazem nada, parafrasendo Ex.Ver.PIGNATI ABRAM OS OLHOS Seu companheiro, BETO AMORIM.

  • joao amorim | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    esse sergio cintra fracassou em tudo que entrou, antares, yucatam, apice, é um colecionador de fracaaso, tem que desistir mesmo, vai tarde

Jayme incomodado com Flávio em VG

jayme campos 400 curtinha   A candidatura a prefeito de Várzea Grande do empresário Flávio Frical (PSB), principal aposta da oposição, passou a incomodar a família Campos, que apoia o ex-vereador Kalil Baracat, concorrente ao Executivo pelo MDB. Em uma noite que seria de festa, em comemoração...

Acordo com Euclides partiu de Allan

allan kardec 400   Otaviano Pivetta, vice-governador licenciado por 30 dias para cuidar de problemas de saúde, disse que nada tem a ver com o tal acordo "costurado" pelo presidente regional do PDT, deputado Allan Kardec (foto), com Euclides Ribeiro, candidato a senador pelo Avante. Explica que só apresentou Euclides para Allan e...

Família Maia tenta retomar o poder

martha maia 400   O ex-prefeito de Alto Araguaia por quatro vezes, Maia Neto, não entrou na disputa de novo ao Executivo, mas lançou a irmã Martha Maia (foto), cuja filha Sylvia Maia é vereadora. Filiada ao PP, Martha entra como principal candidata da oposição ao prefeito Gustavo Melo, que vai à...

Welinton fará grande ato em Barra

welinton marcos 400 curtinha   Welinton Marcos (foto) lança sua candidatura a prefeito de Barra do Garças, na segunda (28), em um grande ato. Mesmo pelo sistema drive-in, devido à necessidade de adotar medidas sanitárias contra a Covid-19, são esperadas na solenidade cerca de mil pessoas, num espaço amplo,...

Irmão de Riva está na disputa em Juara

priminho riva 400 curtinha   O irmão do ex-deputado José Riva, Priminho Riva (foto), filiado ao PL, será mesmo candidato a prefeito em Juara, posto já ocupado por ele por duas vezes (1997/2004). Priminho pertence a uma famíliade políticos. Além de Riva, que foi prefeito e deputado, é...

PSB deve ficar fora da aliança de EP

max russi curtinha 400   O PSB, presidido pelo deputado Max Russi (foto), pulou mesmo do barco de Emanuel Pinheiro. Deve formalizar apoio à candidatura de Roberto França ao Alencastro. O PSB não consta na lista oficial de siglas que estão com o prefeito, que busca à reeleição. Os 11 que estão...

ENQUETE

facebook whatsapp twitter email

Você acha que o efeito-Bolsonaro terá impacto no resultado das eleições de novembro em MT?

sim - onda Bolsonaro continua

não - efeito não influencia mais

sei lá!

Não se trata de pesquisa eleitoral, mas de um mero levantamento de opiniões de leitores do RDNews e do Blog do Romilson, com participação espontânea dos internautas. Resultado sem valor científico.