Últimas

Terça-Feira, 26 de Fevereiro de 2008, 12h:01 | Atualizado: 26/12/2010, 12h:19

JUDICIÁRIO

CNJ acaba com 8 desembargadores-pinguins

  Em sua 57ª sessão ordinária desta terça (26), o Conselho Nacional de Justiça decidiu acabar com a figura de desembargadores-pinguins no Tribunal de Justiça de Mato Grosso. Hoje são oito "pinguins" e existe até um "reserva". Eles se juntam aos 30 desembargadores que hoje compõem o Pleno. O placar no CNJ entre os ministros-conselheiros foi de 7 a 6. Por um voto a mais, prevaleceu a contestação apresentada pelo advogado Renato Gomes Nery, do Conselho Federal da OAB/MT.

   Ele sua defesa, ele questionou a Resolução do Órgão Especial número 08, de 2003, por ferir os artigos 7º e 8º e seus parágrafos quanto à competência estabelecida na Lei 8.006/2003, que criou os oito cargos de juízes-substitutos, chamados de pinguins. Eles fazem as vezes de desembargadores. Para o advogado, a competência desses juízes de entrância especial que atuam no TJ estaria acima do que determina a lei.

   Agora, a tendência é que o presidente Lessa designe o retorno desses juízes-pinguins para as comarcas de entrância especial em Cuiabá, Várzea Grande e Rondonópolis.

Os juizes-substitutos de entrância especial:

  • Antonio Horácio da Silva Neto
  • Carlos Alberto Correia Pinheiro
  • José Mauro Bianchini
  • Marcelo Souza de Barros
  • Graciema Ribeiro de Caravellas
  • Círio Miotto
  • Marilsen Andrade Adário
  • Clarice Claudino da Silva
  • Alberto Pampado Neto

Postar um novo comentário

Comentários (5)

  • mercedes campos | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Parabens Doutor Renato Neris, o Senhor tem honra, dignidade e capacidade e de homens assim que MT precisa. Ao que tudo indica é o conselho nacional de justiça que ira consertar ou melhor colocar nos trilhos o TJMT.

  • Angelo Bocaiuva | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Que feio... e depois o presidente Lessa fica pousando de homem justa, e preciso que o conselho nacional intervenha para o nosso estado tenha JUSTIÇA. Ainda bem que existe advogados que como o Dr Neri para se fazer cumprir a lei.

  • Carlos Henrique | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Acredito que esta notícias esteja equivocada em parte, uma vez que o questionamento do advogado era quanto a competencia dos juízes de 2° grau, e não quanto a existencia do cargo em sí. Gostaria de maiores esclarecimentos! Obrigado

  • Souza | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Interessante o título do artigo. Entretanto, deveria ser colocada a decisão na íntegra do CNJ. Pelo que sei - posso estar equivocado, os juizes-pinguins compunham câmaras criminais, como se Desembargadores fossem, fugindo ao espírito da Lei de somente agirem em casos de substituição aos Desembargadores. Aí fica a indagação: se realmente o CNJ acabou com os cargos pelo fato de os juizes-pinguins desempenharem funções agindo como se Desembargadores fossem, ao invés de somente atuarem em casos de férias, morte, impedimentos ou substituições de seus titulares, como fica então todas as decisões tomadas por eles? nulas de pleno direto ? E mais. Se realmente os juízes-pinguins faziam às vezes de Desembargadores compondo câmaras ( ao invés de somente agirem nas hipóteses acima transcritas), com a extinção do cargo, necessário se faz então o aumento de mais 8 vagas de Desembargadores em mato grosso, para a real composição daquele Poder, com Desembargadores de direito e não de fato. Por isso a necessidade da íntegra da decisão do CNJ a fim de sanar a dúvida ora aludida. Nada contra o TJMT . Apenas desejo entender a decisão daquele Conselho Nacional.

  • Felix Marques | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    O Conselho Nacional de Justiça começa a dar resposta à sociedade reafirmando porque existe. No caso em comento de imoraalidade administrativa, o CNJ não poderia agir de outra forma, senão, esfregar a caneta nos oportunista, já que, esse é o dever do CNJ, pois, a exigência do dever de ofício do Conselho está no art. 37 caput e 103-B, § 4º, textos da Constituição. Lá diz que ao poder público cumpre primar pela legalidade, eficiência e moralidade e ainda que o CNJ exerça fiscalização no cumprimento desses princípios, posto que, a sociedade é quem sofre com as irregularidades que certos magistrados cometem no exercício da função e por interesse pessoal. Há necessidade que o CNJ puna com rigor, também, os magistrados que decidem contra a lei, afrontando, da mesma forma, os princípios morais que o cargo requer. Temos exemplos no mesmo Tribunal, caso recente que uma Desembargadora decidira, para atender politiqueiro da pesada, violar texto da lei de forma, data venia, imoral e ilícita "lato sensu". O caso está sendo encaminhado também ao Conselho Nacional de Justiça e breve a matéria irá fazer parte de notícais desse Blog. Félix Marques- advogado.

Ex-vereador recua para apoiar primo

divino 400 barra do bugres   Ex-vereador, ex-presidente da Câmara e empresário bem sucedido, Chico Guarnieri (PTB) não será candidato a prefeito de Barra do Bugres nas eleições deste ano. Guarnieri, que disputou a prefeitura em 2016, até ensaiou, mas recuou ao ver que o primo, pedetista Doutor Divino...

3 ex-prefeitos viram cabos eleitorais

percival muniz 400 curtinha   Dois candidatos de oposição em Rondonópolis têm ex-prefeitos como principais cabos eleitorais. O empresário Luiz Fernando, o Luizão (Republicanos), conta com apoio de Adilton Sachetti, que já comandou o município e perdeu na tentativa de reeleição, e...

3 candidatos competitivos em Sinop

roberto dorner 400   Apesar da "inflação" de candidatos a prefeito de Sinop, com cinco no páreo, a disputa tende a se acirrar mesmo entre o empresário Roberto Dorner (foto), do Republicanos e apoiado pela prefeita Rosana Martinelli (PL), o ex-prefeito e deputado Juarez Costa, que atraiu 10 partidos para o palanque, e o...

Ex-prefeito no páreo em Alta Floresta

robson silva 400 curtinha   Alta Floresta, uma das cidades pólos do Nortão, tem sete candidatos a prefeito. Um deles é Robson Silva (foto), empresário, ex-prefeito entre 93 e 96 e que concorre pelo MDB, mesmo partido do prefeito Asiel Bezerra, que está encerrando o segundo mandato e se tornou um dos principais...

Vice sinopense quer retornar à Câmara

gilson de oliveira 400 curtinha   O vice-prefeito de Sinop e apresentador de TV, Gilson de Oliveira (foto), resolveu concorrer a vereador, cadeira já ocupada por ele por dois mandatos, o primeiro pelo PSDB, entre 2005 e 2008, e, depois, pelo PSD (2009/2012). Foi candidato a deputado estadual duas vezes (2006 e 2010) e, como suplente da...

Vice que morreu na praia em Tangará

renato gouveia 400 curtinha   Assim que percebeu que não seria escolhido pelo prefeito Fabio Junqueira (MDB) como o candidato governista na briga pela Prefeitura de Tangará da Serra, ainda em junho, o vice-prefeito Renato Gouveia (foto), do PV, correu para os braços do tucano Vander Masson. Levou com ele uma chapa de 21...

ENQUETE

facebook whatsapp twitter email

Você acha que o efeito-Bolsonaro terá impacto no resultado das eleições de novembro em MT?

sim - onda Bolsonaro continua

não - efeito não influencia mais

sei lá!

Não se trata de pesquisa eleitoral, mas de um mero levantamento de opiniões de leitores do RDNews e do Blog do Romilson, com participação espontânea dos internautas. Resultado sem valor científico.