Últimas

Quarta-Feira, 04 de Novembro de 2009, 16h:15 | Atualizado: 26/12/2010, 12h:24

JUDICIÁRIO

CNJ anula escolha para vaga da OAB de juiz do TRE

   O Conselho Nacional de Justiça anulou o edital para escolha de juiz-membro do Tribunal Regional Eleitoral (TRE) feita pelo Tribunal de Justiça para a vaga de jurista. Agora, o edital terá de ser aberto novamente e, ao menos por enquanto, permanecem abertas uma vaga para juiz-titular e outra para substituto.

--------------------------------
18 advogados ficam agora na fila
de espera; Justiça Eleitoral terá
de reiniciar processo de seleção  
-------------------------------

 As inscrições haviam sido abertas em julho deste ano, mas como o processo de escolha do TJ foi fechado, o CNJ resolveu anular, já que a lei determina que seja feito de forma aberta. Para a vaga de juiz membro, categoria jurista, foram protocolizadas as inscrições de Danusa Balthazar Andrade, Francisval Dias Mendes, João Batista Beneti, João Celestino Corrêa da Costa Neto,  Lauro José da Mata, Luis Otávio Trovo Marques de Souza, Marcelo Augusto Borges, Marden Elvis Fernandes Tortorelli, Maria Abadia Pereira de Souza, Roberto Dias de Campos, Samir Hammoud e Samuel Franco Dalia Junior.
 
   Já para a vaga de juiz substituto, categoria jurista, foram protocolizadas as seguintes inscrições (em ordem alfabética): André Luiz de Andrade Pozeti, João Batista Beneti, Luis Otávio Trovo Marques de Souza, Marcelo Augusto Borges, Oswaldo Pereira Cardoso Filho e Plinio Samaclay de Lima Moran.

   Os Editais 1 e 2/2009/DTP, assinados pela Presidência do TJMT, foram disponibilizados nos termos do art. 120, § 1º, inciso I, alínea "b" da Constituição Federal, que trata da escolha dos componentes dos Tribunais Eleitorais em consonância com a recomendação do Conselho Nacional de Justiça nos autos de Pedido de Providências nº 2007.10.00.001287-8, que trata da publicidade dos procedimentos; e em face do Ofício n. 90/2009/GABPRES-TRE, que comunicou o fim do biênio dos juristas que estavam nas referidas vagas.

   O Pleno do Tribunal conta com 7 membros, sendo 2 desembargadores, 2 juízes de Direito, 2 advogados e 1 juiz federal. A presidência é ocupada pelo desembargador Evandro Stábile. O também desembargador Rui Ramos atua como vice e corregedor-regional eleitoral. Além dos seus subsídios fixos nos Poderes e instituições de origem, cada membro do Pleno do TRE ganha quase R$ 800 por sessão e pode participar até de 8 por mês. (Flávia Borges)

Postar um novo comentário

Comentários (16)

  • jualice santana | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    E lere.. só maracutaia !!! Ainda bem que ten o CNJ para fiscalizar

  • Cleide Amorim | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Se roubam na escolha do juiz, imagina no julgamento dos processos Socorroooo Romilsonnn

  • marcio guedes | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    QUERO VER SE COM VOTO ABERTO VÃO TER CORAGEM DE MANTER A MESMA LISTA, É ESPERAR PARA VER

  • mauro cavalcanti | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    aproveitando a oportunidade, e pedir ao conselho nacional de justiça mas rigor em cobrar do governo federal mais fiscalização na fronteira do brasil com a bolivia e outrso paises latinos, pois não vejo nenhuma ação mais rigoroso a não ser de coitados do gefron pois o que ele fiscalização não chega a nada do que passa em nossa fronteira, cade a ação do governo federal do ministro da justiça? parecem que eles estam com medo de tocar nesse assunto, armamantos entram por mato grosso e vão para são paulo, rio de janeiro, cade a ação de nossos governantes? cade o trabalho de nossos parlamentares federais nesse assunto? até agora só criação de novos impostos e nada de melhorar a nossa segurança, construir mais presidios, dinheiro o governo tem.

  • Rômulo Linhares | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Agora sim. Pra isso o cnj presta! só falta tomar vergonha na cara e divulgar o relatório de MT

  • Sandra Piccioni | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    E agora doutor Francisco Faiad?

  • Carla de Almeida Britto | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Isso é uma sujeirada sem tamanho. Os únicos que prestavam lá no tre já saíram

  • Mauro | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    aproveito para falar sobre a eleição de ultimo juiz, que nem aparece. ninguem mais fala de tre em mt. tanta gente boa, que tinha condições de fazer mais pelo estado, pela justiça eleitoral em mt, e nao entrou. cade as decisoes que defendiam os interesses do povo? nao existem mais. agora só defendem os proprios interesses no tribunal.

  • Deusdel Ferreira de Sousa Filho | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Que pena, pois tem um nome bacana aí. O do Plínio, que além de um antigo amigo é um excelente advogado. Sei porque ele advogou numa causa trabalhista para o meu pai...

  • André Moreira | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Até parece hahahahahahahaahahaha claro que tem algum interesse nisso tudo.

Sob efeito-cavalo paraguaio em ROO

thiago muniz 400 curtinha   Em Rondonópolis, o candidato a prefeito, vereador e empresário Thiago Muniz (foto), se transformou num cavalo paraguaio, expressão muito usual no futebol quando se refere a um time que dispara no início do campeonato mas, lá pela metade, começa a cair pelas tabelas. Acreditava-se...

Lula na TV deve afundar mais Julier

lula 400   O advogado Julier Sebastião da Silva, que disputa pela segunda vez a Prefeitura de Cuiabá - na primeira, em 2016, pelo PDT, ficou em terceiro lugar e, agora, pelo PT -, levou para o seu horário eleitoral o ex-presidente Lula (foto). A participação, com pedido de voto para Julier, da maior...

Na contramão dos investimentos

jose wenceslau 400 curtinha   Ao invés de reconhecer e aplaudir a iniciativa do governo estadual, que anunciou investimentos de R$ 9,5 bilhões em obras e ações, sendo R$ 6 bilhões (63%) de recursos próprios, a Fecomércio-MT, sob José Wenceslau Júnior (foto), reagiu com críticas....

Filho de ex-deputado rumo a vereador

willy taborelli 400   O coronel PM da reserva e ex-deputado estadual Perry Taborelli, que concorreu e perdeu para prefeito de Várzea Grande em 2016, lançou de novo o filho à cadeira de vereador. Trata-se do jovem advogado Willy Jacyntho Taborelli (foto), de 32 anos. Desta vez, ele concorre pelo PV. Na eleição...

Beto vê aliado como mais preparado

wellington marcos 400   O prefeito de Barra do Garças, Beto Farias (MDB), tem sido um cabo eleitoral fundamental para o candidato à sucessão municipal, advogado e atual vice-prefeito Wellington Marcos (foto), do DEM. Beto, que está concluindo o segundo mandato consecutivo com 80% de aprovação popular,...

Produtores e a unificação de eleições

antonio galvan 400 curtinha   Mato Grosso pode ter três eleições no mesmo dia, 15 de novembro. Isso porque, além das municipais e a suplementar ao Senado, alguns produtores rurais se movimentam para que a escolha do novo presidente da Aprosoja também seja na mesma data das eleitorais. Inicialmente, o pleito da...