Últimas

Terça-Feira, 29 de Maio de 2007, 10h:45 | Atualizado: 26/12/2010, 12h:15

MINISTÉRIO PÚBLICO

CNMP veta designação do promotor Machado

   O plenário do Conselho Nacional do Ministério Público (CNMP) acatou solicitação do Movimento Cívico de Combate à Corrupção Eleitoral (MCCE) e determinou, por unanimidade, que Marcos Henrique Machado não atue na 12ª Vara da Promotoria Criminal. Hoje, ele é titular da 9ª Promotoria de Justiça Cível de Cuiabá. Dessa forma, o CNMP desconstituiu a Portaria 62, assinada este ano pelo procurador-geral de Justiça do Estado, Paulo Prado.

   Trata-se de uma decisão do CNMP em caráter liminar. O MCCE alegou que "o Tribunal de Contas da União apontou irregularidades no caso da dispensa de licitação para contratação da Home Care Medical Ltda pela Secretaria Estadual de Saúde, na época em que o promotor era o secretário. O CNMP entende que poderia havia suspeição - clique aqui e leia mais sobre o assunto.

    Outro lado

    O promotor Marcos Machado disse que prefere se reservar no direito de não comentar o assunto porque trata-se de uma decisão superior. Observa apenas que a incompatibilidade que foi reconhecida pelo CNMP, de que atua na Promotoria de Defesa da Administração Pública e da Ordem Tributária, deveria ter um fato determinante, "até porque há função cumulativa da Promotoria de combate à sonegação fiscal e que não tem relação com os atos da adminstração pública estadual".

    O ex-secretário das pastas de Administração, Justiça e Segurança Pública, Saúde e Meio Ambiente dos governos Rogério Salles (2002) e Blairo Maggi (2003/2006) entende que a medida valoriza a credibilidade do Ministério Público, mas cria um injusto conceito sobre todo promotor que foi gestor público. Marcos Machado continua atuando em outra área e destaca que, mesmo que ocorra reversão dessa decisão do CNMP, não terá motivação para ficar na Promotoria diante das dúvidas levantadas.

   Quando a supostas irregularidades no contrato da Saúde com a Home Care Medical, o ex-secretário esclarece que não autorizou e muitos menos celebrou o contrato.

Postar um novo comentário

Comentários

  • Comente esta notícia

Governista 2 e o desafio da reeleição

wilson santos 400 curtinha   Wilson Santos (foto), que conseguiu retornar à Assembleia "sangrando" nas urnas de 2018, impactado pelo desgaste pela defesa intransigente do Governo Pedro Taques, se prepara para atravessar outro purgatório no próximo ano, em busca de mais um mandato. O deputado tucano carrega desgaste...

Nobres chora a morte de ex-prefeito

flavio dalmolin 400   A pequena e turística Nobres, de 16 mil habitantes, parou neste Feriado de Tiradentes em comoção pela morte, por Covid-19, do ex-prefeito Flávio Dalmolin (foto). Um cortejo percorreu ruas e avenidas, parou em frente ao estádio municipal Balizão e à prefeitura, onde...

Derrotado ensaia disputa ao Governo

reinaldo morais 400 curtinha   O empresário Reinaldo Morais (foto), o rei dos porcos, está disposto a gastar mais uns milhões com nova candidatura majoritária, agora para governador. No ano passado, concorreu ao Senado e obteve votação decepcionante. Foi o penúltimo colocado numa corrida com 11...

Sicredi recua de comprar praça pública

enilson rios 400 prefeito araputanga   A diretoria do Sicredi nem esperou ser votado na Câmara Municipal o polêmico projeto sobre negociação de uma praça pública no centro de Araputanga para cancelar o negócio. A cooperativa havia "amarrado" entendimento com o prefeito Enilson de Araújo...

Sessão, voto e namoro com cantora

ulysses moraes 400   Na sessão virtual da Assembleia desta segunda, o deputado Ulysses Moraes (foto), do PSL, estava demorando para computar o voto na apreciação de um veto do governador. O presidente Max Russi (PSB), então, cobrou agilidade do colega e brincou, dizendo que agora ele só tem olhos para a Maraisa....

Misael é reeleito para o 10º mandato

misael galv�o 400 curtinha   Após dois anos fora do comando do Shopping Popular, período em que respondeu pela presidência da Câmara da Capital, o ex-vereador Misael Galvão (foto) voltou à direção do empreendimento, que abriga 500 lojas. E, sob forte...

MAIS LIDAS