Últimas

Domingo, 03 de Junho de 2007, 14h:30 | Atualizado: 26/12/2010, 12h:15

INVESTIGAÇÃO

Colniza lidera ranking sobre corrupção no país

Colniza, que já tem fama de cidade violenta, agora está entre as 3 do país em casos de corrupção   

     Com cerca de 20 mil habitantes, Colniza (a 1.065 km de Cuiabá) poderia estar ocupando hoje os três primeiros lugares entre os municípios brasileiros se houvesse ranking medindo as acusações de corrupção. O município mato-grossense aparece no topo da corrupção junto com Presidente Vargas (MA) e Guarujá (SP), revela reportagem da Folha de S. Paulo deste domingo (3) - clique aqui (para assinante Folha) ou acima no título para ler a reportagem completa.

    Colniza, que já figura entre os primeiros colocados no ranking de violência, hoje está sob comando de vice Adir Ferreira de Souza. O titular Sérgio Bastos dos Santos, o Serjão, está afastado desde dezembro do ano passado. É acusado de ter desviado cerca de R$ 10 milhões de verbas estadual e federal. Para piorar a situação de jurídica e política de Serjão, o juiz Michell Lofti Rocha da Silva, em decisão liminar semana passada, manteve-o afastado do cargo.

   A Folha de S. Paulo destaca que no final do ano passado, Colniza enfrentou um surto de dengue que atingiu a cerca de 40% da população, enquanto os médicos desertavam de suas funções e o lixo acumulava-se nas ruas porque a prefeitura não tinha dinheiro. Os opositores afirmam que esse dinheiro que deveria pagar os materiais de prevenção à dengue, o salário dos médicos e dos garis, teria sido desviado, provocando caos administrativo.  

Abaixo, a íntegra da matéria na Folha deste domingo.

Três cidades se destacam nas acusações de corrupção

Desvios provocam mortes e paralisam a administração

Se houvesse um ranking medindo as acusações de corrupção nos municípios, Presidente Vargas (MA), Colniza (MT) e Guarujá (SP) poderiam ocupar os primeiros lugares.
Já em Milagres (BA), a prefeitura escolheu uma forma diferente de prestar contas à população -as três placas de outdoors da cidade servem para divulgar seu balanço bimestral.
Com 10,7 mil habitantes, Presidente Vargas (102 km de São Luís) viu oito dos seus noves vereadores terem a prisão preventiva decretada, em maio, pela Justiça, acusados de receber R$ 1.000 por mês do então prefeito Raimundo Bartolomeu Aguiar (PSC) para deixar de fiscalizar as contas dele.
A investigação do desvio de dinheiro resultou do inquérito que investigou o assassinato do prefeito com três tiros em março: dois dos vereadores acusados de receber propina foram denunciados por participação na morte do prefeito.
A viúva de Bartolomeu disse à polícia que viu o marido entregar o talonário de cheques assinados em branco da conta corrente da prefeitura a um deputado estadual. Durante as investigações foram localizados cheques da prefeitura usados na compra de um terreno em nome de outro deputado.

Lixo nas ruas
Em Colniza (MT), no final de 2006, os cidadãos enfrentavam um surto de dengue que atingia cerca de 40% da população, enquanto os médicos desertavam de suas funções e o lixo acumulava-se nas ruas porque a prefeitura não tinha dinheiro.
Na época, o prefeito eleito em 2004, Sérgio Bastos (PMDB), tinha acabado de ser afastado do cargo, sob a denúncia de ter desviado cerca de R$ 10 milhões de verbas federais e estaduais.
Segundo opositores, era esse dinheiro que deveria pagar os materiais de prevenção à dengue, o salário dos médicos e dos lixeiros. Com o prefeito, sete dos nove vereadores, dois secretários e a tesoureira municipal deixaram suas funções.
Todos hoje sofrem processo e negam as irregularidades.
No Guarujá (87 km de São Paulo), a Câmara ficou ao menos seis sessões consecutivas sem discutir nenhum projeto entre outubro e novembro do ano passado por causa de um suposto esquema de corrupção que envolveria 8 dos 14 vereadores, além do prefeito Farid Said Madi (PDT).
Devido a decisões judiciais, que ora tiravam os vereadores dos cargos, ora os obrigavam a retomar os trabalhos, a Câmara de Guarujá ficou paralisada.
Hoje os oito vereadores seguem afastados de seus cargos (recebendo R$ 4.700 por mês) enquanto suplentes ocupam suas vagas. Eles são suspeitos de envolvimento em um esquema de corrupção entre o Executivo e Legislativo para aprovar projetos do prefeito.

Outdoors
Às margens da BR-116, Milagres (232 km de Salvador) optou por divulgar nos seus únicos três outdoors a arrecadação e os gastos registrados pela prefeitura, do DEM. A cidade tem 14 mil habitantes.
Instalados nos locais de maior movimento, as três placas custam R$ 540 à prefeitura.
Opositores do prefeito, no entanto, questionam a autenticidade dos números divulgados. (SÍLVIA FREIRE, JOÃO CARLOS MAGALHÃES, MARIANA CAMPOS E LUIZ FRANCISCO)

Postar um novo comentário

Comentários (3)

  • whole life insurance | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Vetado por conter expressões agressivas, ofensas e/ou denúncias sem provas.
    Queira, por gentileza, refazer o seu comentário.

  • marcos | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    existe outro municipio em mt que enquadra nesse ranking CACERES mais em caceres tem um representante na camara federal que e irmao do prefeito ai tudo e encoberto gostaria que fizesse uma fiscalizaçao nas obras de caceres com verbas vindo do GOVERNO FEDERAL por exemplo o HOSPITAL REGIONAL fiscalizasse todos as obras de caceres ai sim CACERES SERIA O PRIMEIRO DO RANKING isso e uma vergonha ou SAO PEDRO e o dono do mundo

  • marcos | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    existe outro municipio em mt que enquadra nesse ranking CACERES mais em caceres tem um representante na camara federal que e irmao do prefeito ai tudo e encoberto gostaria que fizesse uma fiscalizaçao nas obras de caceres com verbas vindo do GOVERNO FEDERAL por exemplo o HOSPITAL REGIONAL fiscalizasse todos as obras de caceres ai sim CACERES SERIA O PRIMEIRO DO RANKING isso e uma vergonha ou SAO PEDRO e o dono do mundo

4 fora da reeleição em Rondonópolis

jailton 400 vereador curtinha   Em Rondonópolis, quatro dos 21 vereadores não devem ir à reeleição, sendo eles Thiago Muniz (DEM), Rodrigo da Zaeli (PSDB), Hélio Pichioni (PSD) e Jailton do Pesque e Pague (foto), do PSDB. Thiago e Rodrigo têm esperanças de concorrer a...

Prefeito apoia vice à briga em Cáceres

eliene liberato 400 curtinha   Francis Maris vai mesmo declarar apoio oficial à pré-candidatura da empresária Eliene Liberato à sucessão em Cáceres. Em público, o prefeito faz mistério para não contrariar outros pretensos candidatos do grupo e que têm esperanças de receber...

Preparando um dos aliados a federal

mauro carvalho 400 curtinha   Embora não comente publicamente, o governador Mauro Mendes está "costurando" acordos políticos com líderes mais próximos, visando não só o pleito de 2020, mas também às eleições gerais de 2022. Em época de busca de projetos e de...

Salvando 1º ano de mandato no cargo

selma arruda 400 curtinha   Embora "sangrando" e com a imagem arranhada, a juíza aposentada e senadora cassada pelo TRE-MT Selma Arruda, que trocou o PSL pelo Podemos, consegue concluir este primeiro de oito anos de mandato. E vai se licenciar nos próximos dias para ceder espaço aquele que financiou a sua campanha,...

Barbudo é menos empreguista de MT

nelson barbudo 400 curtinha   Dos oito deputados federais de MT, o estreante Nelson Barbudo (foto) é o menos "empreguista". Nestes 10 primeiros meses de mandato, ele nomeou no gabinete em Brasília e no escritório político em Cuiabá apenas 15 assessores. Cada gabinete pode ter até 25 secretários...

Rossato quer "minar" reeleição de Ari

dilceu rossato 400 curtinha   Em Sorriso, a capital nacional do agronegócio, a tendência é da disputa à sucessão no próximo ano ficar polarizada entre o prefeito Ari Lafin, do PSDB, e seu antecessor, Dilceu Rossato (foto), hoje filiado ao PSL. Embora se movimente nos bastidores, o deputado Xuxu Dal Molin...

ENQUETE

facebook whatsapp twitter email

Como você avalia a decisão do Supremo de suspender prisão imediata após julgamento em segunda instância?

Concordo

Discordo

Tanto faz

Não se trata de pesquisa eleitoral, mas de um mero levantamento de opiniões de leitores do RDNews e do Blog do Romilson, com participação espontânea dos internautas. Resultado sem valor científico.