Últimas

Segunda-Feira, 23 de Junho de 2008, 15h:35 | Atualizado: 26/12/2010, 12h:21

COLNIZA

Com 55%, Nelci dá "surra" em todos adversários

  Em Colniza (a 1.200 km a Noroeste de Cuiabá), municipio mato-grossense que figura nas estatísticas nacionais como o mais violento proporcionalmente do país, o prefeito Sérgio Bastos, o Serjão (PMDB), não apresenta a mínima chance de reconquistar o mandato. Pesquisa do instituto Mark, feita nos dias 4 e 6 deste mês, aponta uma larga vantagem da ex-prefeita, Nelci Capitani (DEM) na corrida pela sucessão municipal. Seu nome aparece com mais de 55% das intenções de voto. Dessa forma, hoje daria uma "surra" nas urnas numa disputa contra o prefeito Serjão, que enfrenta alto índice de rejeição. Ele chegou a ser afastado do cargo por quase um ano. Serjão detém somente 7,8% de preferência. Em 2004, Nelci foi derrotada por Serjão. Ela teve 4.304 votos, enquanto o peemebista se elegeu com 4.848 votos. Agora, ambos voltam a se enfrentar.

  A Mark ouviu 449 eleitores. A margem de erro é de 4% para mais ou para menos. A pesquisa foi registrada junto à 11ª Zona Eleitoral de Aripuanã sob número 667/2008.

 Na terceira colocação vem Jorge Dias, o Pano por Quilo (PSC), com 4,6%, que aparece empatado tecnicamente com o empresário Joaquim Pinto (PT). O petista é preferido por 5,3% dos entrevistados. Já o também empresário e madeireiro Ênio da Timbó detém 2,4% das intenções de voto, seguido do empresário Nervilho Polle (PP). 

   Vando da Eucatur (PR) também aparece entre os 15 "prefeituráveis" da lista (estimulada A). Figura com 1,3%, enquanto Zé Cesário é citado por 1,1% dos colnizenses. Com 0,4% vêm os vereadores Valdinei da Silva Moraes, o Polaco (PP), e Elpídio da Silva Meira (PR). Nessa amostragem, 12,5% estão indecisos e 4,9% não souberam ou preferiram não mencionar o pré-candidato de sua preferência.

   Numa simulação sem alguns pré-candidatos que figuram com baixo percentual de intenções de voto (quadro B), aumentam as chances da democrata Nelci, assim como de Serjão, apesar da ex-prefeita se manter com uma vantagem "elástica" sobre o peemedebista. Nesse caso, a ex-prefeita é citada por 60,4% dos eleitores e, o prefeito, por 9,1%, o que o coloca numa situação de empate técnico com Pano por Quilo (7,1%) e com o petista Joaquim Pinto (6,9%), já que a margem de erro é de 4%.

   Num segundo confronto estimulado em que são acrescentados à lista os nomes de Nervilho e de Vando da Eucatur (estimulada C), a preferência ao nome de Nelci sobe um ponto percentual. Nesse cenário, ela lidera com 61%, enquanto o prefeito Serjão detém 8,5%, seguido de Pano por Quilo figura com 6,9%. Com 2 décimos a menos que o petista e empatado tecnicamnte figura Joaquim Pinto. Nervilho Polle e Vando da Eucatur ficam na "lanterna". São lembrados por 1,3% e 0,7%, respectivamente.

   Dadas 6 opções de pré-candidatos, a Mark fez a seguinte pergunta aos entrevistados: "Em quem o senhor votaria para prefeito se as eleições fossem hoje e os candidatos fossem estes". Nada menos que 62,1% disseram que pretendem votar em Nelci (quadro D), enquanto Serjão e Pano por Quilo estão empatados tecnicamente na casa dos 7%, seguidos de Joaquim Pinto, que foi citado por 6,5% dos entrevistados. Nervilho figura com 1,3%. Já o vereador Elpídio, que substituiu Vando da Eucatur nessa estimulada, não foi citado por nenhum dos entrevistados.

  Numa outra disputa simulada em que ao invés de Elpídio aparecem os nomes de Ênio da Timbó e Vando da Eucatur, praticamente não houve alteração no quadro, já que Nelci continua com 60% da preferência. Serjão se mantém na segunda posição com 7,8%. Ênio é lembrado por 2,2% dos entrevistados e Vando por 0,7% (estimulada E).

  Trabalho de campo

   Os pesquisadores da Mark realizaram o trabalho de campo em 17 bairros de Colniza entre os dias 4 e 6. Dos 449 entrevistados, 56,3% são da zona urbana e, 43,7%, da zona rural. Destes, 56% são do sexo masculino e, 45,6%, do feminino. Quanto à renda familiar, 39% ganham até um salário mínimo, 51,7% de um a cinco mínimos; 7,6% (5 a 10); 1,1% acumula rendimentos de 10 a 20 salários e, 0,7%, acima de 20 salários.

  Já sobre o nível escolar, 40,1% dos que opinaram são analfabetos ou fizeram apenas o ensino fundamental incompleto; 36,3% têm fundamental completo ou ensino médio incompleto; 11,8% disseram que cursaram o ensino fundamental ou o médio incompleto, enquanto 10,7% têm o médio ou o superior incompleto. Concluíram o superior completo 1,1% dos entrevistados.

   Em relação à idade, 4,5% têm entre 16 e 17 anos; 22,7% de 18 a 24; enquanto 28,7% variam de 25 a 34 anos e 20,7% têm entre 35 e 44 anos. Na faixa de 45 a 59 anos estão 17,8% e, com mais de 60 anos, 5,6% do universo de pesquisados. (Pollyana Araújo)

Postar um novo comentário

Comentários (3)

  • Darci José Mallmann | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Esta pesquisa certamente será de extrema utilidade para as lideranças politicas de Colniza, tentarem fazer as coligações na corrida em tentar tirar uma possivel eleição da ex-prefeita Nelci Capitani, a qual dispõe de excelente aceitação pela população, apesar de ser candidata declarada desde a eleição de 2004, contra Sérgio Bastos dos Santos, que lamentavelmente frustrou a população, sendo que este não atingiu sequer 10% da preferencia de dos entrevistados em nenhuma das simulações realizadas.

  • helinho da radio | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    isso mostra como a administração da ex- prefeita foi melhor que a do serjão e eu como lider do prefeito hj sei que nelci capitani é o melhor nome para prefeitura de colniza.
    Seriedade, capacidade,honestidade e respeito com o dinheiro publico isso Nelci capitani tem de sobra e tenho certeza que com ela na prefeitura o municipio volta o crescimento.

  • Márcio | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Com todo respeito aos demais nomes relacionados a pesquisa, esse resultado não é para qualquer um, até porque só existe uma cadeira para prefeita(o)e a pesquisa deixa claro que o nome é Nelci Capitani, pois a mesma já fez muito pelo município e voltará e realizar o progresso apartir do ano que vem, podem acreditar!

Niuan de fora da suplência ao Senado

niuan ribeiro 400 curtinha   O deputado federal José Medeiros não conseguiu segurar o vice-prefeito de Cuiabá, Niuan Ribeiro (foto), como primeiro-suplente de sua chapa ao Senado. Há alguns dias, o filho do ex-vice-governador e ex-deputado Osvaldo Sobrinho vinha demonstrando desejo de pular fora, em meio a...

Jayme incomodado com Flávio em VG

jayme campos 400 curtinha   A candidatura a prefeito de Várzea Grande do empresário Flávio Frical (PSB), principal aposta da oposição, passou a incomodar a família Campos, que apoia o ex-vereador Kalil Baracat, concorrente ao Executivo pelo MDB. Em uma noite que seria de festa, em comemoração...

Acordo com Euclides partiu de Allan

allan kardec 400   Otaviano Pivetta, vice-governador licenciado por 30 dias para cuidar de problemas de saúde, disse que nada tem a ver com o tal acordo "costurado" pelo presidente regional do PDT, deputado Allan Kardec (foto), com Euclides Ribeiro, candidato a senador pelo Avante. Explica que só apresentou Euclides para Allan e...

Família Maia tenta retomar o poder

martha maia 400   O ex-prefeito de Alto Araguaia por quatro vezes, Maia Neto, não entrou na disputa de novo ao Executivo, mas lançou a irmã Martha Maia (foto), cuja filha Sylvia Maia é vereadora. Filiada ao PP, Martha entra como principal candidata da oposição ao prefeito Gustavo Melo, que vai à...

Welinton fará grande ato em Barra

welinton marcos 400 curtinha   Welinton Marcos (foto) lança sua candidatura a prefeito de Barra do Garças, na segunda (28), em um grande ato. Mesmo pelo sistema drive-in, devido à necessidade de adotar medidas sanitárias contra a Covid-19, são esperadas na solenidade cerca de mil pessoas, num espaço amplo,...

Irmão de Riva está na disputa em Juara

priminho riva 400 curtinha   O irmão do ex-deputado José Riva, Priminho Riva (foto), filiado ao PL, será mesmo candidato a prefeito em Juara, posto já ocupado por ele por duas vezes (1997/2004). Priminho pertence a uma famíliade políticos. Além de Riva, que foi prefeito e deputado, é...

ENQUETE

facebook whatsapp twitter email

Você acha que o efeito-Bolsonaro terá impacto no resultado das eleições de novembro em MT?

sim - onda Bolsonaro continua

não - efeito não influencia mais

sei lá!

Não se trata de pesquisa eleitoral, mas de um mero levantamento de opiniões de leitores do RDNews e do Blog do Romilson, com participação espontânea dos internautas. Resultado sem valor científico.