Últimas

Domingo, 10 de Junho de 2007, 14h:16 | Atualizado: 26/12/2010, 12h:15

NEGÓCIOS

Com Fiplan, governo do Estado começa a faturar

Sistema permite fiscalizar gastos do Executivo, mas nenhum deputado teve a iniciativa de implantá-lo no gabinete

    O governo Blairo Maggi investiu cerca de R$ 5 milhões no desenvolvimento do Sistema Integrado de Planejamento, Orçamento e Finanças (Fiplan). Como trata-se de um modelo inédito no país, acabou despertando interesse de outros Estados. Agora, após registrar a patente, o governo começa a ganhar dinheiro com a comercialização do software. Deputados podem explorar o Fiplan na fiscalização do governo. Nenhuma iniciativa nesse sentido, no entanto, foi tomada até agora.
   O sistema ajuda a gestão a ter um controle interno dos gastos. Facilita a fiscalização e monitora o governo em suas decisões. Desenvolvido pelo Centro de Processamento de Dados (Cepromat), o Fiplan integra os dois sistemas anteriores (Sidorffi e Siafi).
   Os municípios e as administrações estaduais já estão de olho no Fiplan. O sistema demorou um ano para ser implantado. Havia, até então, espécie de boicote por parte da maioria dos servidores das secretarias. Só passou a funcionar em sua totalidade a partir deste ano.

   Fiscalização

   Com tantas atribuições, entre elas a de fiscalizar os atos do Poder Executivo, deputado estadual, por exemplo, pode ter acesso ao Siplan, assim como já ocorre hoje com o Tribunal de Contas do Estado. Reúne, então, condições de saber, detalhadamente, o desempenho da gestão estadual quanto às receitas e despesas. Esse mesmo mecanismo já ocorre no Congresso Nacional, permitindo deputados e senadores de terem acesso ao Sistema Integrado de Acompanhamento Financeiro (Siaf).
   Na Assembléia, cada um dos 24 deputados pode instalar no gabinete o programa que possibilita acesso ao Fiplan. Depois, basta criar uma senha. Até agora, porém, nenhum se interessou pelo assunto. E falam que, na prática, são fiscalizadores do Executivo.
   O Fiplan, do governo estadual, também se fundiu com a Auditoria Pública Informatizada de Contas (Aplic), do TCE. Com essa junção, os 141 municípios do Estado e suas câmaras municipais podem ter bancos de dados completos e ainda enviar informações, via internet, ao Tribunal de Contas.

Postar um novo comentário

Comentários

  • Comente esta notícia

Candidato a reitor e 2 apoios fortes

dimorvan rui 400   O candidato de oposição a reitor do IFMT, Deiver Teixeira, recebeu dois apoios importantes. As manifestações de adesão à candidatura vieram dos professores Ruy Oliveira e Dimorvan Brescancim. Ruy foi candidato a reitor nos últimos dois pleitos e é um pesquisador...

Abílio e Medeiros rejeitam Fernanda

coronel fernanda 400 curtinha   Abílio Júnior e o deputado José Medeiros, presidente do Pode-MT e que foi derrotado para senador, querem distância da coronel Rubia Fernanda (foto) da campanha neste segundo turno em Cuiabá. Nos bastidores, comentam que não precisam da militar filiada ao Patriota e que ficou...

Com maioria na Câmara de Cáceres

eliene liberato 400 curtinha   A prefeita eleita de Cáceres Eliene Liberato (foto), que conquistou 15.881 votos (38,16% dos válidos), terá apoio da maioria dos 15 vereadores. Destes, oito garantiram cadeira pela coligação da própria Eliene, o que representa 53%. As duas maiores bancadas são do PSB de...

Gamba quer Tuti presidindo a Câmara

tuti 400 alta floresta curtinha   O prefeito eleito de Alta Floresta, Chico Gamba (PSDB), tem se articulado para eleger presidente da Câmara o vereador reeleito do seu partido, Oslen Dias dos Santos, o Tuti (foto), que obteve a segunda maior votação, com 814 votos. Na tentativa de convencer os novos integrantes da próxima...

Várzea Grande paga a folha já na 6ª

lucimar campos 400   A prefeita várzea-grandense Lucimar Campos, prestes a concluir o segundo mandato, anunciou que na sexta, a três dias de fechar o mês, conclui o pagamento da folha de novembro. E, nesta quarta (25), já libera a diferença da correção do piso federal para os professores. No total...

Críticas à busca do poder pelo poder

marcia pinheiro 400   Em um ato realizado na praça Alencastro, nesta segunda à noite, a primeira-dama de Cuiabá Marcia Pinheiro disparou críticas aos adversários do prefeito Emanuel, que busca a reeleição. Segundo ela, as alianças formadas por Abílio neste segundo turno são...

MAIS LIDAS