Últimas

Domingo, 10 de Junho de 2007, 14h:16 | Atualizado: 26/12/2010, 12h:15

NEGÓCIOS

Com Fiplan, governo do Estado começa a faturar

Sistema permite fiscalizar gastos do Executivo, mas nenhum deputado teve a iniciativa de implantá-lo no gabinete

    O governo Blairo Maggi investiu cerca de R$ 5 milhões no desenvolvimento do Sistema Integrado de Planejamento, Orçamento e Finanças (Fiplan). Como trata-se de um modelo inédito no país, acabou despertando interesse de outros Estados. Agora, após registrar a patente, o governo começa a ganhar dinheiro com a comercialização do software. Deputados podem explorar o Fiplan na fiscalização do governo. Nenhuma iniciativa nesse sentido, no entanto, foi tomada até agora.
   O sistema ajuda a gestão a ter um controle interno dos gastos. Facilita a fiscalização e monitora o governo em suas decisões. Desenvolvido pelo Centro de Processamento de Dados (Cepromat), o Fiplan integra os dois sistemas anteriores (Sidorffi e Siafi).
   Os municípios e as administrações estaduais já estão de olho no Fiplan. O sistema demorou um ano para ser implantado. Havia, até então, espécie de boicote por parte da maioria dos servidores das secretarias. Só passou a funcionar em sua totalidade a partir deste ano.

   Fiscalização

   Com tantas atribuições, entre elas a de fiscalizar os atos do Poder Executivo, deputado estadual, por exemplo, pode ter acesso ao Siplan, assim como já ocorre hoje com o Tribunal de Contas do Estado. Reúne, então, condições de saber, detalhadamente, o desempenho da gestão estadual quanto às receitas e despesas. Esse mesmo mecanismo já ocorre no Congresso Nacional, permitindo deputados e senadores de terem acesso ao Sistema Integrado de Acompanhamento Financeiro (Siaf).
   Na Assembléia, cada um dos 24 deputados pode instalar no gabinete o programa que possibilita acesso ao Fiplan. Depois, basta criar uma senha. Até agora, porém, nenhum se interessou pelo assunto. E falam que, na prática, são fiscalizadores do Executivo.
   O Fiplan, do governo estadual, também se fundiu com a Auditoria Pública Informatizada de Contas (Aplic), do TCE. Com essa junção, os 141 municípios do Estado e suas câmaras municipais podem ter bancos de dados completos e ainda enviar informações, via internet, ao Tribunal de Contas.

Postar um novo comentário

Comentários

  • Comente esta notícia

Embates sobre a cadeira da discórdia

selma arruda curtinha 400   A cadeira da senadora Selma Arruda (foto), que está cassada há um ano mas, mesmo assim, continua no cargo, vem dividindo opinião de vários líderes políticos, uns torcendo logo para a Mesa do Senado decretar a vacância para Carlos Fávaro assumir a vaga, outros...

PL avisa Chico que não apoiará EP

chico 2000 curtinha   O vereador Chico 2000 (foto), único do PL na Câmara de Cuiabá e governista de carteirinha, se mostrou  desconfortável politicamente quando foi informado nesta quinta que a legenda liberal não vai apoiar a reeleição do prefeito Emanuel, do MDB. O partido é comandado no...

Bolsonarista esperançoso no Patriota

roberto franca curtinha   Roberto França (foto) decidiu fazer uma aposta arriscada com vistas às urnas de outubro. Aos 71 anos, metade deles ocupando cargos eletivos, como de vereador, deputado estadual e federal e prefeito de Cuiabá, ele trocou um partido nanico por outro, do PV para o Patriota. A esperança do...

Ex-vereador abandona rei dos porcos

fernando morais 400 curtinha   Mesmo impedido de ser candidato, já que está inelegível por oito anos, o ex-vereador pela Capital Abílio Júnior segue se articulando politicamente, deixou o PSC e se filiou ao Podemos. Acabou dando de ombros para o empresário Fernando Morais (foto), o "rei dos porcos",...

Temor e negociação com 3 partidos

wilson kero-kero 400 curtinha   Depois de ajudar na articulação para se filiar ao Podemos o colega vereador Dilemário Alencar, que estava "fritado" e sem espaço no Pros e procurou abrigo em outra legenda, Wilson Kero-Kero (foto) está agora com receio de migrar para o partido da senadora cassada Selma Arruda e do...

Agora no DEM e foco à saúde pública

gilberto figueiredo 400 curtinha   Gilberto Figueiredo (foto), vereador licenciado da Capital e secretário de Estado de Saúde, aproveitou a janela - data limite de filiação até sábado (4) para quem quiser ser candidato em outubro -, e ingressou no DEM. Agora, o partido do governador Mauro, até...

ENQUETE

facebook whatsapp twitter email

Você concorda com a decisão de prefeitos, que começam a decretar estado de emergência, fechando comércio, serviços públicos e o transporte coletivo?

sim

não

sei lá!

Não se trata de pesquisa eleitoral, mas de um mero levantamento de opiniões de leitores do RDNews e do Blog do Romilson, com participação espontânea dos internautas. Resultado sem valor científico.