Últimas

Quarta-Feira, 10 de Junho de 2009, 19h:20 | Atualizado: 26/12/2010, 12h:23

FISCALIZAÇÃO

Com veículo oficial, servidor estaciona em local proibido

Clique nas imagens para ampliação


Um servidor do Ministério do Trabalho e Emprego que deveria dar um bom exemplo fez o contrário. Ele chegou no estacionamento do banco Bradesco, situado à rua Barão de Melgaço, no centro de Cuiabá, dirigindo um veículo Corsa "chapa branca" JZP-6401. Mesmo diante de uma placa com aviso de que o espaço é reservado à pessoa portadora de deficiência ou mobilidade reduzida, o condutor do carro oficial do governo federal preferiu ignorar o alerta. Estacionou o veículo em local proibido nesta quarta (10), às 14h. Uma pessoa que flagrou a cena ficou indignada. "Sacou" de uma máquina fotográfica, fez o registro e encaminhou as imagens para o RDNews. "Peço que divulgue a falta de respeito do funcionário do Ministério do Trabalho com os cidadãos mato-grossenses, pois provavelmente estava utilizando o veículo funcional para resolver assuntos particulares. O pior de tudo é que não respeitou o estacionamento destinado a deficientes físicos. Quem mais deveria dar bons exemplos não o faz", escreve o leitor, para quem o motorista agiu com descaso às leis.

Postar um novo comentário

Comentários (12)

  • ferreira | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Isso ñ é nada, eu já vi foi, o secretário da educação do municipio estacionar na vaga do deficiente, e o pior em frente a um hospital particular onde chega as pessoas idosa que estão usando cadeira de roda. Isso é um belo exemplo na Educação.

  • Eduarda Mello | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Seria interessante o RDnews verificar a placa do veículo, porque existem muitos carros doados ao Estado de Mato Grosso, por vários Ministérios, que pertencem na verdade as Secretarias Estaduais. No caso do Ministério do Trabalho a Secretaria vinculada em Mato Grosso é a de Emprego e Renda.

  • Jerry Santana Barreto | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Parabens ao rd news, pela matéria, Cuiabá parece terra de ninguem, é falta de respeito o que estão fazendo em Cuiabá. os amarelinho só querem arrecadar para o prefeito.

    Ainda querem sediar uma copa!

    VAMOS FAZER UMA CONVOCAÇÃO PARA QUEM TEM UMA MÁQUINA DIGITAL, ANDE NO CARRO, NA BOLSA, VAMOS COMEÇAR MOSTRAR TODOS OS ERROS E ABSURDOS QUE CUIABÁ TEM, MANDE PARA O RDNEWS, CADEIA NELES E OUTROS, VAMOS MORALIZAR CUIABÁ.

  • marcelo rodrigues | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Prezado Jornalista Romilson,
    nao conheço outra cidade a onde as pessoas desrespeita tanto as leis do transito como Cuiabá, só que nessa terra é a unica capital que não tem radares eletronicos, tem deputado que luta para que nunca seja instalados aqui, nunca vi tamanha idiotice e tem eleitor que só vota nele por causa dessa bandeira. Infelizmente as pessoas só respeita as leis do transito, se receberem multas, nao tem jeito, agora se os amarelinhos começam a multar a a implensa usa isso para desgastar o prefeito, tem manchete de jornais dizendo que Cuiabá morre por ano em acidentes de transitos um voo da air france que acabou de cair, mais a imprensa nao tem coragem de cobrar instalações de radares, que com toda certeza diminuirá em muito os acidentes, principalmente radares nos semáfaros, pois nao nenhuma cidade que desrespeita os sinais de semafaros como Cuiabá, Há a imprensa nao diz que em Cuiabá morre dois voo 447 da air france por ano, de homicidio em cuiabá, pois esse tipo de noticia vai desgastar a imagem do governador, que é o maior pratocinador dos sites e jornais da capital. Romilson publique ai o meu comentário ok. seja imparcial

  • paulo batore | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Olha uma vez avistei um carro parado em diagonal no subsolo do shopping 3 Américas,ocupado 2 vagas de portador de necessidades especiais, Vectra prata zero, sem placa, e tenho certeza que nenhum colega deficiente faria isso, ocupar erroneamente duas vagas.... estacionei...desci da minha cadeira...e fui no carro e risqueiiiiiii, mesmo, e fiz um símbolo de deficiente, aquele do adesivo, na lateral, chamei o segurança e mostrei pra ele o que fiz...falei pra ele mostrar pro dono e apontar o meu carro, e eu pagaria se ele entrasse na justiça, mas exigiria danos morais pelo falo errôneo de estacionar em lugar proibido.

    Era o carro do dono(costumo chamar esses erroneamente estacionam onde não é devido de deficiente mental) do shopping, ele foi riscou meu carro, não teve coragem de entrar na justiça, porque com certeza iria exigir uma indenização gigantesca, e doar pra associação de espinha bífida de Cuiabá....eu fiquei abismado do dono de um shopping não planejar a sua vaga e ainda estacionar errado duplamente, uma porque a vaga não era dele, outra porque estacionou em 2 vagas, pois estava ocupado duas vagas de portadores de necessidades especiais.

    Parei de riscar os carros, porque não conseguiria disputar com tamanha falta de ma educação no relento dessa sociedade, sociedade fraca, ma educada, esdrúxula, porca...
    Acredito friamente que a sociedade precisa de governantes, espelho dela própria, aprendi na academia de filosofia a encarar que vem do ventre da sociedade o próprio governante(soberano). E que a câmara municipal esta com naquela putaria(desculpe o termo), mas e o adjetivo mais constante, ca entre nos, Chica Nunes, seu apelido da época de juventude era Maria gasolina, aquela velha interesseira, sabe, sem citar exemplos sórdidos atuais da câmara. Vamos ficar no passado, sabendo que nesse presente esta ridículo, olha lá roubaram ate os dados das cpis hoje. É lamentável, sem educação, sem princípios, uns digladiando os outros dentro do seio da cidadania municipal, uma briga insana pelas vantagens que aflora desse poder.
    Mas a sociedade atual merece, como merece! Esta podre, e podre será o seus governantes. Eu quero ser vereador um dia, mas quero cidadões eficientes comigo, desempenhando também trabalhos solidários, e em comunidade, e que respeite as normativas,exercendo a cidadania, a pratica, como no caso de respeito de vagas de deficientes, de estacionamentos das rampas nas esquinas, entres outros, pequenos atos de cidadania.
    Cidadania, e dada através da constituinte, mas sem educação ela fica no campo da teoria....e a pratica fica no papel...na licitação, e caros colegas licitação é daquele jeito(corrupção). Então vamos nos educar, porque sem isso, você cidadão nem merece um bom governante, porque você cidadão é podre, um próprio reflexo dele(soberano). Vá lá de um abraço na chica, você merece cidadão(tão interesseiro e ineficiente quanto ela)....
    O dia que você quiser um bom governante fale comigo, estou disposto a mostrar um deficiente eficiente, graduado em direito, quarto ano de filosofia na federal, e pós-graduado em docência em nível superior. Mas espero que você cidadão tire a bunda do sofá e venha somar comigo, desempenhando papeis voluntários, isso vai fazer com que um futuro soberano(governante) posso diminuir as licitações, e assim diminuir os impostos, o sonho de todos, mas sem educação nem quero começar....abraço
    De uma pessoa que espera que vocês tenham educação e atividade de voluntaria. Viva, Seja, pratique a eficiência social.

    Paulo Batore O Homem da cadeira que não te dara rasteira, 2012...futuro vereador de Cuiabá...

    paulo_batore@hotmail.com

  • Vigilante | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Infelizmente isso ocorre diuturnamente, os servidores públicos esquecem que a lei também se aplicam a eles, não somente a nós reles mortais. Seria de bom alvitre que todos os internautas que vissem uma situação irregular como essa fotografassem e mandassem a todos os sites a fim de que o sujeitinho, cujo o salário é pago por nós cidadãos, tivesse o mínimo de caráter e estacionasse em local permito, ou seja, onde não houvesse restrição, como neste caso deficiente físico. Isso é um absurdo!!! Este é o Brasil, brasileiro!!

  • carmem lucia | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0



    Se estivessemos em algum país da Europa onde o cadeirante tem carro elétrico, financiado pelo governo. Até seria uma coisa revoltante. Mas aqui abaixo da linha do equador pouqiissimas pessoas c/ deficiência teria um carro ou uma carona pra ir ao banco. Existem coisas piores na nossa cidade p/ se preocupar . FORGET ABOUT....DONT WORRY !!

  • Roberto Ruas | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Voce Carmem Lucia , se acha que isso nao é algo importante para se preocupar , só comprova aquilo que todos unanimemente concordamos : Educação definitivamente não é pratica por estas bandas . Desdenhar uma lei Carmem Lucia e jogar no lixo todas as demais. Quem sabe um dia quando sua mãe (se é que vc tem uma) , um parente seu , ou mesmo vc estiver usando uma cadeira de rodas e precisar descer em um local ocupado por um imbecil como esse que estacionou ai , vc vai entender porque essa lei foi criada.
    E como vc terminou sua frase em ingles , vou fazer o mesmo:
    Fuck You Please!

  • Roberto Ruas | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Isso nao é novidade. Parabenizo o fotografo e o site pela publicacao do fato , mas isso aqui em Cuiaba é rotina.
    Sou paraplegico ha dez anos e desisti de criar caso após quase ser agredido em um supermercado após pedir ao motorista para sair da vaga destinada a pessoas com deficiencia .
    ISTO É CUIABA , a Cuiaba da copa , e este é um belo especime de Funcionarius Publiccos sp.

  • Antonio Souza | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Sou Portador de necessidades especiais, isso ai é rotina,e nao podemos falar nada,corre se o risco de ser agredido,caso ocorrido comigo na Av Getulio Vargas e na Isac povoas,o mais revoltante, é se dirigir a funcionarios da SMTU no local,e dizer que nao pode fazer nada,somente os amarelinhos.....isso ai romilson, ocorre no shopping pantanal,tres americas, normal.......vamos povo cuiaba, se querem copa do mundo aqui,vamos aprender a ter educação, inclusive funcionario publico, que roga pelo direito de nao ser questionado,por estar em sua função.

Um novo embate entre Diane x Adair

diane alves 400 curtinha   Adair José Alves Moreira, que vinha atuando na assessoria do vice-governador Otaviano Pivetta, decidiu mesmo concorrer de novo à Prefeitura de Alto Paraguai. Ele já foi prefeito por duas vezes. Adair será o principal nome da oposição à prefeita democrata Diane Alves (foto),...

Taques ofuscado e sob mira do MPE

pedro taques 400 curtinha   Pedro Taques (foto) achou que o recall dos tempos de senador e governador, ajudando-o a se posicionar de forma razoável nas pesquisas, bem antes do início da campanha, o manteria como favorito na corrida ao Senado. Ledo engano. Não levou em consideração o alto índice de...

2 caciques não disputam Alto Garças

roland trentini 400 curtinha   Após décadas de rixas, de campanhas ostentadoras, rachas e brigas eleitorais intermináveis em Alto Garças, os ex-prefeitos Rolando Trentini (foto) e Júnior Pitucha resolveram não mais concorrer ao Executivo. Mas, um deles segue se movimentando nos bastidores. Pela...

Um ex-prefeito inelegível em Poconé

clovis martins 400   Dificilmente o ex-prefeito petebista Clovis Damião Martins (foto) terá registro de candidatura a prefeito de Poconé deferido pela Justiça Eleitoral. O promotor de Justiça, Mário Anthero, já pediu impugnação do registro do petebista por inelegibilidades. Clovis, que...

Briga em Sinop entre Juarez e Dorner

juarez costa 400 curtinha   Em Sinop, a briga eleitoral caminha para tensão e acirramento entre o emedebista Juarez Costa (foto) e Roberto Dorner (Republicanos). Hoje, o ex-prefeito seria eleito, mas Dorner vem crescendo nas adesões, com ajuda do vice de sua chapa, ex-vereador Dalton Martini (Patriota). O apoio da prefeita Rosana...

França elegível; CNJ desatualizado

roberto franca 400 curtinha   O advogado Rodrigo Cirineu, que assumiu a assessoria jurídica da campanha a prefeito de Cuiabá de Roberto França (foto), assegura que o ex-prefeito está elegível. Explica que o cadastro de inelegibilidades do Conselho Nacional de Justiça, constantando ainda o nome de...