Últimas

Sábado, 25 de Julho de 2009, 11h:33 | Atualizado: 26/12/2010, 12h:23

DECISÃO

Comandante da PM comemora revogação de portaria

   O comandante da Polícia Militar na região Lete, coronel Valdemir Barbosa, comemora a decisão do Tribunal de Justiça, que revogou a portaria que havia proibido a veiculação de imagens de criminosos detidos em operações policiais nas emissoras de TV. Segundo ele, trata-se de uma posição que fere a liberdade de expressão e prejudica a sociedade. “Eu vejo coerência na decisão porque a população não pode ser impedida de saber quais os delitos cometidos na cidade”.

   A revogação da portaria 118/2009, da secretaria estadual de Justiça e Segurança Pública, sob Diógenes Curado, atende a uma ação impetrada pelo Grupo Gazeta de Comunicação. A decisão do Ministério Público, publicada em 25 de junho, proibia policiais, investigadores e delegados de divulgarem ou facilitarem a divulgação de imagens de presos, sob pena de responsabilização civil e penal. A portaria surgiu de notificação recomendatória do promotor de Defesa da Cidadania da Capital, Alexandre de Matos Guedes.

  No documento, o promotor alegava que "é preciso lembrar que o cidadão que está preso, inocente ou culpado, está apenas sob coação, ainda que regularmente utilizada por agentes do Estado; assim sendo, nessa condição não se encontra livre para exercer a sua vontade, não pode impedir que câmeras o filmem, não pode impedir as perguntas feitas pelos microfones de estranhos". (Flávia Borges com Ronaldo Couto, de Barra do Garças)

(Às 17h25) - Barbosa esclarece que respeita e cumpre decisão da Sejusp e da Justiça

  Em nota, após publicação da matéria acima, o comandante regional de Barra do Garças, coronel Valdemir Barbosa, esclarece que, em nenhum momento teve intenção de comemorar a decisão judicial que revogou a portaria da secretaria de Justiça e Segurança Pública, que proibia veiculação de imagens de pessoas que estavam sob custódia do Estado. O coronel pondera que simplesmente informou e comentou à imprensa sobre a liminar impetrada. Ele diz respeitar a Sejusp e o comandante-geral da PM, coronel Campos Filho. Destaca que vai cumprir tal decisão da mesma forma como estava cumprindo a portaria.

Postar um novo comentário

Comentários (19)

  • Antonio Silva | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Aparecido, militar VC não é e muito menos serviu o Quartel e se caso tenha servido devia ser um grande pagador;Dar com as linguas no dente, Homem de postura não É. Conheço o coronel da Marechal Deodoro e gente boa ele é.

  • MANE PORRETE | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    ASSUME CMT, POIS QUEM NAO ASSUME O QUE FALA PRA FICAR NO CARGO, NAO E DIGNO DELE

  • Aparecido | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Barbosa, processo de rua é: abuso de poder, lesão corporal, uso indevido de algemas.








































    Bem diferente de: Corrupção, Formação de quadrilha, Desvio de combustível, Peculato, Extorção para passar alunos, estes processos são IMORAIS, nem Oficiais e Praças devem cometer tais crimes.

  • Fernandes Arcanjo | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Túlio, pra ser Comandante Geral o PM deve ter uma vida ilibada, sem processo e sem punição.




































    Se for processado e se tiver punição que MORAL esse Comandante tem para cobrar da tropa. Para servir de exemplo, como nas grandes polícias acontece isso. A qui em MT, espelhar quem???????????






































    Se voce olhar a história dos Comandantes Gerais, voce notará que quase todos tiveram problemas dessa ORDEM. Por isso que a pm está desse jeito. Só tem valor PMs da banda podre.












































    Dos 18 Coronéis veja quem não tem processo e veja quem nunca teve, por aí voce tira sua própria decisão.

  • Paulão Do Taquaral | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    A sociedade tem o direiro democrático de ver a cara de quem comete delitos, inclusive desta quadrilha de grilagem de terras no Araguaia.

  • André CUIABANO | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Parabéns ao TJMT pela brilhante decisão.

    Chega de inversão de valores na nossa sociedade.

    O que mais verificamos é pessoas protegendo bandidos. E pergunto: Quem vai proteger a vítima??? O Ministério Público que não é. Com certeza. Sr. Promotor, o bandido dá alguma opção para sua vítima exerçer a sua vontade???
    ACORDA MINISTÉRIO PÚBLICO.
    A sociedade tem o direito de saber quem são os delinquentes que aterrorizam a cidade e, consequentemente, preparar sua defesa.

    Já vimos que se depender do MP a bandidagem vai deitar e rolar.

  • Irineu Farias | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Esse promotor de justiça representa quem? A sociedade ou a bandidagem? Impedir divulgar a cara dos bandidos é piada de mal gosto.

    Parabéns aos policiais de Chapada dos Guimarães. Nem precisou mostrar a cara dos bandidos em obediencia ao promotor.

  • Willian | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Esse promotor deve ter baseado sua tese no direito constitucional de qualquer país que tenha um poder tirano. Pois no Brasil essa fundamentação não seria aceita com base nos princípios fundamentais de nossa Constituição. Mas o pior é que foi aceito...

  • BARBOSA | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    APARECIDO, PARA SER MAIS CLARO COM VC SITO OS PROCESSOS QUE EU RESPONDO COMO RÉU: 107/2007 DENÚNCIA EM 10 JUL 2007 (PRESCRITO); 110/2008 DENÚNCIA 07 JUL 2008 E 09/2009 DENÚNCIA EM 21 FEV 2008, TODOS DA JUSTIÇA MILITAR E TODOS DO ARTIGO 324 CPM (deixar no exercício da função de observar lei, regulamento ou instrução. Pena 3 meses a 1 ano), AONDE VC ENCONTROU ESSES OUTROS DELITOS QUE VC CITOU A MEU RESPEITO. DIFAMAÇÃO É CRIME.

  • magalhães | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    A vitima quando e pega pelo bandido sofre todo tipo de humilhação, de revolver na boca, até o maisa vil dos crimes o estupro, e agora vem esse cara ai e baixa as calças, digo porcaria, digo, oia não quer sair, portaria, pronto saiu, ufa foi deficio, mais saiu, para protejer bandido, em que mundo vivemos, onde tudo que e bandido tem direito acima dos direitos, e o cidadão de bem tem que viver trancado dentro de casa, e mesmo assim não tem segurança. Ainda bem que esse moço voltou atraz, e a sociedade só ganha com isso. De volta a Democracia, antes cedo do que nunca. Se o cara não quer ser manchete que ande na lei. E a cara dele nunca será mostrada. A não ser para o bem. Pisou na bola cadeia neles, a cara estampada na TV, no Jornal escrito e falado, e assim por diante. Tem que ficar marcado igual animal, com respeito para com este, pois este não mata, não rouba, não assalta e não estupra.

Com certidão pra disputar 1ª suplência

dito lucas 400 curtinha   Filiado ao Podemos, Dito Lucas (foto), que entrou de última hora como primeiro-suplente da chapa ao Senado encabeçada por José Medeiros, assegura que vai apresentar novamente sua certidão junto à Justiça Eleitoral, de modo a provar que sua candidatura é legítima....

Um novo embate entre Diane x Adair

diane alves 400 curtinha   Adair José Alves Moreira, que vinha atuando na assessoria do vice-governador Otaviano Pivetta, decidiu mesmo concorrer de novo à Prefeitura de Alto Paraguai. Ele já foi prefeito por duas vezes. Adair será o principal nome da oposição à prefeita democrata Diane Alves (foto),...

Taques ofuscado e sob mira do MPE

pedro taques 400 curtinha   Pedro Taques (foto) achou que o recall dos tempos de senador e governador, ajudando-o a se posicionar de forma razoável nas pesquisas, bem antes do início da campanha, o manteria como favorito na corrida ao Senado. Ledo engano. Não levou em consideração o alto índice de...

2 caciques não disputam Alto Garças

roland trentini 400 curtinha   Após décadas de rixas, de campanhas ostentadoras, rachas e brigas eleitorais intermináveis em Alto Garças, os ex-prefeitos Rolando Trentini (foto) e Júnior Pitucha resolveram não mais concorrer ao Executivo. Mas, um deles segue se movimentando nos bastidores. Pela...

Um ex-prefeito inelegível em Poconé

clovis martins 400   Dificilmente o ex-prefeito petebista Clovis Damião Martins (foto) terá registro de candidatura a prefeito de Poconé deferido pela Justiça Eleitoral. O promotor de Justiça, Mário Anthero, já pediu impugnação do registro do petebista por inelegibilidades. Clovis, que...

Briga em Sinop entre Juarez e Dorner

juarez costa 400 curtinha   Em Sinop, a briga eleitoral caminha para tensão e acirramento entre o emedebista Juarez Costa (foto) e Roberto Dorner (Republicanos). Hoje, o ex-prefeito seria eleito, mas Dorner vem crescendo nas adesões, com ajuda do vice de sua chapa, ex-vereador Dalton Martini (Patriota). O apoio da prefeita Rosana...