Últimas

Segunda-Feira, 22 de Junho de 2009, 15h:09 | Atualizado: 26/12/2010, 12h:23

EDUCAÇÃO

Comissão reconta votos para confirmar vitória de Helena

   A comissão eleitoral do processo de sucessão da subsede do Sintep em Cuiabá está fazendo recontagem de votos da eleição, que confirmou, nesta sexta (19), a vitória da petista Helena Bortolo à presidência da entidade por mais três anos. Houve diferença entre a quantidade de votos obtidos e válidos, no entanto, Marly Terezinha Ferreira, que integra a comissão, garante que a irregularidade constatada não altera o resultado e atribui o erro ao cansaço. "Na conferência dos relátorios, tivemos uma diferença de apenas dois votos. Na hora de contar os votos estávamos muito cansados, pois a apuração foi até às 4 horas de sábado", alega.

   Marly informou que, no primeiro resultado, Bortolo com a chapa intitulada "Construindo Sempre", obteve 605 votos (60%) e ganhou a disputa com outros três sindicalistas. O segundo colocado nas urnas, professor Duarte, da chapa "Sindicato Somos Todos Nós", teve 206 votos (20,4%). Maria Luiza Zaniato, que integra a executiva municipal do PT e concorreu pela chapa "Um Sindicato Forte Se Faz Na Luta" recebeu a preferência de 147 eleitores (14,5%). Na lanterna, ficou Benedito Santana, o Ditinho, com a chapa "Resistência e Luta", que conseguiu somente 50 votos (4,9%). Segundo Marly, esse resultado não levou em consideração os votos nulos e brancos. "Como já estava muito tarde, contabilizamos somente os votos válidos", afirma.

   O novo resultado confirmando a vitória de Bortolo deve sair ainda nesta segunda (22), à tarde.  Na eleição, foram utilizadas 28 urnas fixas espalhadas nas escolas estaduais da Capital e 33 urnas intinerantes, montadas dentro de um veículos e que percorreram as outras unidades educacionais. Helena Bortolo já disputou o cargo de vereadora por Cuiabá em duas oportunidade, mas diferente das eleições do Sintep, foi derrotada em todas as tentativas. 

   Em Várzea Grande, Maria Aparecida Cortês, a Cida, também foi reconduzida ao cargo ao massacrar nas urnas Helena Glaziela Barbiero Amaral. A sindicalista venceu com 232 dos votos válidos (66,2%) pela chapa "Resistência e Luta". Do outro lado, a oposição conseguiu angariar apenas 118 votos (33,7%). O processo eleitoral na segunda maior cidade do Estado chegou a ser suspenso pelo juiz Nicanor Fávero Filho, titular da 7ª Vara do Trabalho de Cuiabá após a chapa "Renova Ação", que apoiou Glaziela, alegar que estaria havendo irregularidades. Mesmo com a reinicialização dos trabalhos, poucos foram os sindicalistas que compareceram às urnas. De um total de 772 eleitores, apenas 355 participaram do processo.

  No âmbito estadual, com chapa única, Gilmar Ferreira, que é ligado ao grupo político dos deputados petistas Carlos Abicalil, Alexandre Cesar e Ságuas Moraes, que comanda a pasta da Educação do Estado, se reelegeu à presidência do Sintep, maior categoria de servidores públicos do Estado. A presidente da comissão eleitoral, Luzia Abich, informou que o resultado final deve sair até sexta (26). Até o momento, foram contabilizados 643 votos válidos. Ainda não há informação quantos profissionais da Educação participaram do pleito.  (Sandra Costa)

(16h46) -  Em VG, eles vão ganhar no máximo a cadeia, diz Helena Glaziela

   Helena Glaziela Barbiero Amaral garante que a decisão do juiz Nicanor Fávero Filho, titular da 7ª Vara do Trabalho de Cuiabá, que suspendeu a eleição para a escolha da nova diretoria da subsede do Sintep de Várzea Grande continua valendo. Assim, a chapa encabeçada por  Maria Aparecida Cortês, a Cida, não teria vencido a disputa. Segundo Helena, mesmo sob a determinação judicial, a eleição continuou ocorrendo normalmente. "Eles cometeram todos os crimes que se possa imaginar. Os próprios candidatos, por exemplo, carregaram as urnas das escolas no colo para que fossem levadas até o local em que foram abertas", diz Helena. Ela garante também que já pediu a instauração de um inquérito policial contra Cida e sua chapa. "Eles vão ganhar, no máximo, a cadeia", diz.

(17h15) - Cida rebate acusações e diz que não desrespeitou decisão judicial 

   A sindicalista Maria Aparecida Cortês negou que tenha infringido qualquer decisão judicial e afirma que a comissão foi notificada acerca das eleições para a sucessão da subsede de Várzea Grande. Ela garante foram canceladas. "Concomitantemente estávamos realizando as eleições para direção central. Como na notificação do juiz não tinha nada que impedisse esse processo, demos continuidade", explica. Ela afirma que o resultado já divulgado, em que foi consagrada vencedora, diz respeito somente ao apurado antes da suspensão, reafirmando, inclusive, que as eleições para subsede não continuaram. Alega que os votos são válidos porque o juiz só determinou a suspensão. "Cancelamento é outra coisa e não tenho informação que isso aconteceu", se defende.

   Cida também nega que tenha carregado as urnas no colo, afirmando que durante todo o processo eleitoral permaneceu na subsede do Sintep do município, mas explica que, como as urnas são as antigas do Tribunal Regional Eleitoral (TRE), aquelas de sacolas, não teria outra forma de transportá-las que não seja pelas mãos. "Eu não carreguei nada. Só se foi ela (Helena)", dispara.

(18h18) - Comissão reconta votos; Helena Bortolo é vencedora em Cuiabá

   A recontagem de votos da eleição para nova diretoria da subsede do Sintep em Cuiabá, finalizada há pouco, comprovou a vitória de Helena Bortolo, com 605 votos (60%). O professor Duarte, que teria recebido 206 votos, na verdade, teve 203 (20%). Maria Luiza Zaniato permaneceu com 147 votos (15%) e Ditinho obteve um voto a mais, conseguindo preferência de apenas 51 eleitores (5%). No total, 1.152 eleitores compareceram às urnas, sendo contabilizados 1.006 votos válidos. Foram 171 votos nulos e brancos.

   Ainda continua a apuração da eleição para a direção central do Sintep, em que Gilmar obterá vitória, já que apresentou chapa única. Na Capital, ele recebeu 687 votos. Foram 1.097 profissionais participando da eleição; 126 eleitores anularam seus votos e 284 deixaram em branco.

Postar um novo comentário

Comentários (7)

  • Bernadão Da Gruta | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    É professora, aproveita os louros que estes votos de cabrestos de professores trarão, porquê para outro cenário eleitoral a Sra não ganha nem para porteira de cemitério.

  • Josué | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Parabéns professora Helena, Alexandre Campos e toda a Equipe! A gestão terá experiência e renovação. Boa sorte, professora! Josué

  • hilda suzana | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Sinceramente, recontar os votos pra que? Os professores só reconhecem o trabalho da MARIA HELENA, guerreira nas lutas a favor da classe e do povo cuiabano mas, como diz ditado, não é possivel agradar a todos, alguém tem que perder, né?

  • Helena | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Em nenhum momento eu disse que a Sra Cida carregou a urna, sendo que a chapa dela é composta de 18 membros, isso ocorreu, os canditados conduziram as urnas, e temos provas documentais que já fazem parte do inquérito policial de que foram coletados votos para a chapa, portanto os votos apurados não são os da manhã. Espero que este site que até então julgo tranparente apurem os fatos antes de publicá-los.
    Meus agradecimentos por esse espaço.

  • Felipe | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    É uma pena que a Helena tenha vencido!! Isso prova que os professores estão afastados do sindicato!!

    WS faz o que quer e o sindicato sob Helena só diz amém!! É uma pena, por isso que Cuiabá tem uma defasagem de mais de 30 mil vagas em creches e o ensino básico está indo de mal a pior!!

    Sindicato pelego é sinônimo de educação ruim!!

  • Ale | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    É cida Cortez dessa vez vc vai dançar....
    as sua manobras de utrapassa ñ ficou tão escondida, chega de mama da espaço pra quem quer trabalhar

  • JUSCELINO DIAS DE MOURA | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    PARABÉNS HELENA BORTOLO E CIDA CORTEZ!
    MULHERES BATALHADORAS, AGUERRIDAS, OUSADAS QUE VEM CONDUZINDO MUITO BEM O NOSSO SINDICATO.
    QUEM AS CONHECE NAS LUTAS DE CLASSE, NÃO TROCA POR AVENTUREIROS.
    PARABÉNS MULHERES!!!
    VOCÊS MERECEM!!!

Com certidão pra disputar 1ª suplência

dito lucas 400 curtinha   Filiado ao Podemos, Dito Lucas (foto), que entrou de última hora como primeiro-suplente da chapa ao Senado encabeçada por José Medeiros, assegura que vai apresentar novamente sua certidão junto à Justiça Eleitoral, de modo a provar que sua candidatura é legítima....

Um novo embate entre Diane x Adair

diane alves 400 curtinha   Adair José Alves Moreira, que vinha atuando na assessoria do vice-governador Otaviano Pivetta, decidiu mesmo concorrer de novo à Prefeitura de Alto Paraguai. Ele já foi prefeito por duas vezes. Adair será o principal nome da oposição à prefeita democrata Diane Alves (foto),...

Taques ofuscado e sob mira do MPE

pedro taques 400 curtinha   Pedro Taques (foto) achou que o recall dos tempos de senador e governador, ajudando-o a se posicionar de forma razoável nas pesquisas, bem antes do início da campanha, o manteria como favorito na corrida ao Senado. Ledo engano. Não levou em consideração o alto índice de...

2 caciques não disputam Alto Garças

roland trentini 400 curtinha   Após décadas de rixas, de campanhas ostentadoras, rachas e brigas eleitorais intermináveis em Alto Garças, os ex-prefeitos Rolando Trentini (foto) e Júnior Pitucha resolveram não mais concorrer ao Executivo. Mas, um deles segue se movimentando nos bastidores. Pela...

Um ex-prefeito inelegível em Poconé

clovis martins 400   Dificilmente o ex-prefeito petebista Clovis Damião Martins (foto) terá registro de candidatura a prefeito de Poconé deferido pela Justiça Eleitoral. O promotor de Justiça, Mário Anthero, já pediu impugnação do registro do petebista por inelegibilidades. Clovis, que...

Briga em Sinop entre Juarez e Dorner

juarez costa 400 curtinha   Em Sinop, a briga eleitoral caminha para tensão e acirramento entre o emedebista Juarez Costa (foto) e Roberto Dorner (Republicanos). Hoje, o ex-prefeito seria eleito, mas Dorner vem crescendo nas adesões, com ajuda do vice de sua chapa, ex-vereador Dalton Martini (Patriota). O apoio da prefeita Rosana...