Últimas

Segunda-Feira, 14 de Dezembro de 2009, 14h:30 | Atualizado: 26/12/2010, 12h:25

SAÚDE PÚBLICA

Como é grande meu amor por você SUS, cantarola Soares


Luiz Soares agradece o prefeito Wilson Santos e servidores, mas reclama de perseguição política
Fotos: Patrícia Sanches

  Luiz Soares se despediu da gestão Wilson Santos (PSDB) com lágrimas nos olhos, voz embargada e fazendo versos. Em meio ao seu discurso, uma espécie de balanço da sua gestão que teve duração de 1 ano e 11 meses, Soares recitou um trecho da música do cantor Roberto Carlos: “Como é grande o meu amor por você SUS”, cantarolou sob aplausos dos servidores que acompanharam a posse do novo gestor da pasta Maurélio Ribeiro.

  Ele ressaltou que seu principal desafio foi organizar a Casa e reequilibrar a secretária de Saúde. Reclamou de ter sofrido perseguição política durante as eleições de 2008, época em que chegou a ser preso em decorrência de uma decisão judicial que teria sido descumprida. Ele ressaltou que no ano passado foram 140 ações judiciais contra pouco mais de 10 neste ano. Por fim, ele apresentou um relatório sobre a sua gestão. “O que posso dizer é que sempre trabalhei pautado na ética e transparência”, ressaltou Soares, que agradeceu a oportunidade e disse que só voltou à vida pública porque “podia confiar no patrão e sentiu que teria utilidade à frente da Saúde”.

  Era nítido o sofrimento de Soares ao deixar a pasta, mas ele se conteve e não chorou em nenhum momento. Durante o discurso do prefeito, no entanto, seus olhos ficaram marejados e vermelhos. “Luiz Soares é um verdadeiro exemplo de moral e renúncias. Ele é decente, ético, limpo e pode ocupar qualquer cargo público”, avaliou o prefeito. Sobre o episódio das caixas retiradas da secretaria por ordem de Soares e que teriam sido encaminhadas para o arquivo morto da prefeitura, Wilson se limitou a dizer que confia no ex-secretário. “Luiz pode ter dado muito problema para mim, mas nenhum relacionado a sua ética e moral”, destacou o tucano.

  Por fim, o prefeito também recorreu à música para descrever o seu sentimento pelo secretário: “Amigo é coisa para se guardar debaixo de sete chaves”. Tantos discursos emocionados praticamente ofuscaram a entrada do novo secretário de Saúde, que terá a missão de apagar rusgas e fazer as pazes com os servidores do setor, mas principalmente com a população. Segundo a prestação de contas entregue por Soares, o caixa da pasta possui R$ 2,6 milhões. Nos próximos dias devem ser depositados outros R$ 2,9 milhões e R$ 12,2 milhões, referente ao repasse do Estado e Ministério da Saúde, respectivamente. (Patrícia Sanches)

Postar um novo comentário

Comentários (8)

  • ondino lima neto | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    qualquer gestor que se preza, gostaria de ter luis soares entre seus colaboradores.

  • Benedita da Silva | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    O tempo é o senhor da razão, procure neste post as criticas a nova gestão que se inicia hoje; mas veja criticas daqueles que sempre estarão tendo dificuldades de atendimentos pois os medicos, estes não vão reclamar de nada, afinal vão voltar a vida mansa.

  • João da Paz | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Realmente, seriedade é algo muito raro de se encontrar, Luis Soares, além de ser um homem extremamente competente, seriedade é o seu forte, infelismente tem gente que não gosta.

  • Bomdepapo | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Vetado por conter expressões agressivas, ofensas e/ou denúncias sem provas.
    Queira, por gentileza, refazer o seu comentário.

  • Paulo Roberto | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Luiz Soares teve seus méritos, mas é muito cabe-
    ça dura e não teve jogo de cintura....Entrou no jo-
    go dos médico e perdeu....

  • LicoBrindo | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Que bom que ele se foi, agora um amigo meu vai poder tomar cerveja..... da-lhe grandão...!!!

  • Alyrio Cardoso Filho | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Adeus também foi feito pra se dizer.... (Guilherme Arantes). Prefeito, ética e moral é obrigação do servidor público e tenho certeza que o senhor sabe disso, porém a arrogância, má educação e desrespeito com o próximo, não é digno de merecer tantos elogios. Nunca em toda história desta cidade, a Saúde foi tão criticada como na gestão desse secretarioriozinho, será que todos estão equivocados??? Acredito que o seu sucessor sim, homem íntegro e de familia séria, DR. Maurélio Ribeiro, levantará o caos que encontra-se hoje a saúde do nosso município. Amigo é coisa para se guardar do lado direito do peito, tenho certeza que essa estrofre serve para mim em relação ao senhor, mais de 20 anos, no entando tenho mais do que convicção que partindo do Sr. Luiz Soares a recíproca a sua frase é totalmente falsa. Nova era se começa...

  • toco1000 | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Bem vindo secretário.
    A dengue te espera de braços abertos
    A gripe suina também
    O alvarenga está fechado com tigo,dorme com olhos abertos com ele.
    WILSOM sANTOS ESPERA O SR COM A PESSIMA ADMINISTRAÇÃO.
    Os médicos do PSMC que não gosta de trabalhar já encomedara uma nova sala de repouso no PSMC.
    Alvarenga não encontrou o livro ponto do sr,em relação aos 20 anos de trabalho a frente ao PSMC
    BEM VINDA A UMA CPI DO SERGIO RICARDO QUE ESTÁ RESOLVENDO DE TUDO,MENOS AS MORTES QUE CONTINUA NO PSMC...APENAS PALANQUE POLITICO

Ex-vereador recua para apoiar primo

divino 400 barra do bugres   Ex-vereador, ex-presidente da Câmara e empresário bem sucedido, Chico Guarnieri (PTB) não será candidato a prefeito de Barra do Bugres nas eleições deste ano. Guarnieri, que disputou a prefeitura em 2016, até ensaiou, mas recuou ao ver que o primo, pedetista Doutor Divino...

3 ex-prefeitos viram cabos eleitorais

percival muniz 400 curtinha   Dois candidatos de oposição em Rondonópolis têm ex-prefeitos como principais cabos eleitorais. O empresário Luiz Fernando, o Luizão (Republicanos), conta com apoio de Adilton Sachetti, que já comandou o município e perdeu na tentativa de reeleição, e...

3 candidatos competitivos em Sinop

roberto dorner 400   Apesar da "inflação" de candidatos a prefeito de Sinop, com cinco no páreo, a disputa tende a se acirrar mesmo entre o empresário Roberto Dorner (foto), do Republicanos e apoiado pela prefeita Rosana Martinelli (PL), o ex-prefeito e deputado Juarez Costa, que atraiu 10 partidos para o palanque, e o...

Ex-prefeito no páreo em Alta Floresta

robson silva 400 curtinha   Alta Floresta, uma das cidades pólos do Nortão, tem sete candidatos a prefeito. Um deles é Robson Silva (foto), empresário, ex-prefeito entre 93 e 96 e que concorre pelo MDB, mesmo partido do prefeito Asiel Bezerra, que está encerrando o segundo mandato e se tornou um dos principais...

Vice sinopense quer retornar à Câmara

gilson de oliveira 400 curtinha   O vice-prefeito de Sinop e apresentador de TV, Gilson de Oliveira (foto), resolveu concorrer a vereador, cadeira já ocupada por ele por dois mandatos, o primeiro pelo PSDB, entre 2005 e 2008, e, depois, pelo PSD (2009/2012). Foi candidato a deputado estadual duas vezes (2006 e 2010) e, como suplente da...

Vice que morreu na praia em Tangará

renato gouveia 400 curtinha   Assim que percebeu que não seria escolhido pelo prefeito Fabio Junqueira (MDB) como o candidato governista na briga pela Prefeitura de Tangará da Serra, ainda em junho, o vice-prefeito Renato Gouveia (foto), do PV, correu para os braços do tucano Vander Masson. Levou com ele uma chapa de 21...

ENQUETE

facebook whatsapp twitter email

Você acha que o efeito-Bolsonaro terá impacto no resultado das eleições de novembro em MT?

sim - onda Bolsonaro continua

não - efeito não influencia mais

sei lá!

Não se trata de pesquisa eleitoral, mas de um mero levantamento de opiniões de leitores do RDNews e do Blog do Romilson, com participação espontânea dos internautas. Resultado sem valor científico.