Últimas

Quarta-Feira, 18 de Novembro de 2009, 19h:40 | Atualizado: 26/12/2010, 12h:24

JUDICIÁRIO

Concurso para 43 vagas de juiz pode ser cancelado na 5ª

   Desembargadores do Tribunal de Justiça tentam anular o concurso que oferece 43 vagas para ingresso na magistratura no Estado. O requerimento pedindo o cancelamento da escolha será julgado nesta quinta (19) durante a sessão administrativa, em caráter de urgência, já que pelo menos 10 magistrados assinaram o pedido. A sessão, que também será utilizada para a escolha do novo juiz do Tribunal Regional Eleitoral (TRE), promete ser tensa.

   A alegação para pedir a anulação do concurso para as vagas de juiz é a "briga" entre os servidores do Poder Judiciário e o presidente do TJ, Mariano Travassos. Alguns desembargadores "tomaram as dores" dos funcionários e defendem que, já que existe a alegação de falta de dinheiro para pagar dívidas antigas com os funcionários, algumas inclusive existentes há mais de seis anos, também não há recursos para contratação de novos juízes e, consequentemente, novos servidores para as comarcas. Eles estão em greve desde a última segunda (16) e pretendem discutir em assembleia-geral nesta quinta a possibilidade de estender a paralisação por tempo indeterminado.

   Ao todo, são 2108 candidatos inscritos para o concurso, dos quais 24 são portadores de necessidades especiais. Todos irão concorrer a uma das 43 vagas de juízes-substitutos disponibilizadas pela comissão do concurso, presidida pelo desembargador Rui Ramos Ribeiro. A escolha prevê seis etapas de provas. Entre elas serão analisados, além dos resultados das provas objetiva e escrita, a vida pregressa do candidato, investigação social e exame de sanidade física e mental. A penúltima etapa será a prova oral, seguida do Curso de Formação para Ingresso na Carreira da Magistratura, com avaliação de títulos.

   Entre os candidatos que tiveram os nomes deferidos pelo TJ está o filho de Mariano Travasso, Leonardo Cesar Leventti Travassos. Ele figura na lista dos servidores do Tribunal que teriam recebido créditos pendentes na gestão do desembargador Paulo Lessa. Seu pai, porém, contesta a legalidade dos pagamentos e, inclusive, protocolou recurso no Conselho Nacional de Justiça para extingui-los. (Flávia Borges)

Postar um novo comentário

Comentários (4)

  • Wilson | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    É UMA VERGONHA ANULAR O CONCURSO..............DIZER QUE NÃO TEM DINHEIRO PARA AUMENTO DO SERVIDOR E NOVOS JUIZES..HAHAHAHAHAHAH

    COMO NÃO TINHAM ONDE GASTAR DINHEIRO...COMPRARAM COROLAS.?.....DINHEIRO PARA MAÇONARIA?, ETC......SERÁ QUE LEOPOLDINO TINHA RAZÃO?


  • Everaldo | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0


    Esse concurso tem q ser cancelado!!!

    Pelo extrato publicado do Diário Oficial, de 31.09.09, p. 59, a empresa contratada somente realizará a prova objetiva, ou seja, a subjetiva será aplicada pelo TJ... isso é mto suspeito...

  • jANIO | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    A POPULAÇÃO , O MI9MNISTÉRIO PÚBLICO FEDERAL E ESTADUAL DEVEM FICAR DE OLHO NESSE CONCURSO DO TRIBUNAL DE JUSTIÇA...........KD A ONG MORAL ???? KD A ONG MORAL???? KD A ONG MORAL???

    KD A ONG MORAL???? KD A ONG MORAL???? VCS SÓ SERVERM PARA PREJUDICAR POUCOS E .................VAMOS AGIR............MSOTREM A QUE VIERAM???????

    KD A ONG MORAL????

  • Ademar Adams | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Se o comentarista Jânio (de que mesmo?) tem alguma suspeita fundada, alguma prova, pode mandar para o nosso endereço eletrônico: moralcuiaba@gmail.com.

Mauro e vitórias na briga de decretos

mauro mendes 400 A estratégia do governador Mauro Mendes (foto) de articular com os Poderes a edição do decreto de toque de recolher vem dando frutos. O governo publicou decreto impondo toque de recolher das 21h às 5h, com fechamento do comércio às 19h. O prefeito de Cuiabá, Emanuel Pinheiro, discordou e fez...

Prefeito é intubado e pode ir para SP

Prefeito de Tapurah Carlos Alberto Capeletti   É grave o quadro de saúde do prefeito de Tapurah (432 km de Cuiabá), Carlos Alberto Capeletti (PSD). Após piora, ele precisou ser intubado nesta quinta (4). Foi internado na terça (2), após testar positivo para Covid-19, em uma UTI no Hospital 13 de Maio, em...

Setasc doou 330 mil cestas básícas

Rosamaria 400 curtinha   A Secretaria Estadual de Assistência Social e Cidadania (Setasc), sob Rosamaria de Carvalho (foto), já entregou mais de 330 mil cestas básicas desde o inicio da pandemia, sendo 110 mil em Cuiabá e Várzea Grande. E como assistência social foi considerada como serviço essencial,...

Interinos ficam sem cargos no TCE

jose carlos novelli 400 curtinha   Com o retorno dos conselheiros do TCE, Antonio Joaquim e José Carlos Novelli (foto), dois substitutos perderam os postos não apenas nas relatorias, como também ficam sem os cargos na gestão. É o caso de Isaías Lopes da Cunha, que deixou de ser ouvidor-geral, sendo...

MT perde José Afonso Portocarrero

portocarrero-400   Morreu nessa quarta  (3), aos 93 anos, José Afonso Portocarrero (foto). O ex-presidente dos extintos  Banco do Estado de Mato Grosso (Bemat)  e Loteria do Estado de Mato Grosso (Lemat)  morreu de causas naturais. Viúvo, deixa quatro filhos.  Na vida profissional, foi o responsável...

Secretários filiados e sem pretensões

Beto 2x1 400 curtinha   Presidente do DEM em Cuiabá, o secretário estadual de Cultura, Esporte e Lazer, Alberto Machado, o Beto 2 x 1 (foto), disse, em visita ao Rdnews, quando concedeu entrevista à tvweb RDTV, que alguns colegas secretários estão filiados ao partido, mas isso não significa que eles...