Últimas

Sexta-Feira, 14 de Janeiro de 2011, 08h:08 | Atualizado: 14/01/2011, 09h:52

BRASÍLIA

Congresso prepara a posse dos eleitos; 10 são de Mato Grosso

   O Congresso Nacional já está preparando a posse dos 513 deputados federais e 54 senadores, em 1º de fevereiro. Esta semana as duas Casas (Câmara e Senado) começaram a convidar os eleitos para a cerimônia. A nova legislatura, que começa oficialmente no dia 2, também terá uma solenidade específica. De Mato Grosso tomam posse oito deputados federais e dois senadores.

    A posse dos eleitos em outubro de 2010 acontecerá às 10h, em cada uma das Casas. Na Câmara Federal, houve uma renovação de quase 45%, ou seja, 230 novos deputados. No Senado, ingressarão 54 senadores. Os outros 27 têm mandato até 2014. Neste caso, dois terços dos eleitos são novatos.

  De Mato Grosso tomarão posse os deputados federais: Wellington Fagundes e Homero Pereira, ambos do PR; Valtenir Pereira (PSB); Carlos Bezerra (PMDB); Ságuas Moraes (PT); Júlio Campos (DEM); e Neri Geller e Roberto Dorner, os dois do PP. Estes dois últimos são suplentes e assumem, respectivamente, no lugar dos titulares progressistas Pedro Henry e Eliene Lima, que comandam as secretarias de Saúde e de Ciência e Tecnologia, nesta ordem.

    Os novos senadores de Mato Grosso são o ex-governador Blairo Maggi (PR) e o ex-procurador da República, Pedro Taques (PDT).  Jayme Campos, que tem mandato até 2014, completa a bancada. Note-se que o PR será o partido com maior número de parlamentares na bancada de Mato Grosso. Depois vem o PP e o DEM, com os irmãos Campos.

    Logo após a posse dos novos parlamentares, cada Casa elegerá os membros de sua Mesa Diretora. A cerimônia de abertura da nova legislatura está marcada para as 16h em 2 de fevereiro. O ato terá um roteiro rigoroso, conforme divulgou a direção do Congresso Nacional.

   Por volta das 16h o presidente do Congresso Nacional, que comanda o Senado, eleito na véspera, é escoltado de sua residência até a sede do parlamento por batedores do Batalhão de Polícia de Exército. Já o aguardam, na chegada, a guarda de Honra da Bandeira Nacional e a banda do 1º Regimento de Cavalarias de Guardas, que executa o hino nacional, ao mesmo tempo em que são hasteadas as bandeiras das duas Casas. O ato também é acompanhado pela salva de gala, com 21 tiros de canhão, pelo 32º Grupo de Artilharia de Campanha.

    Terminado o hino nacional, o comandante da Guarda de Honra recebe, com o toque de saudação (o exórdio), o presidente do Congresso, que passa em revista à tropa. Faz, em seguida, uma reverência à bandeira nacional. Vira-se novamente em direção à tropa e faz um cumprimento com a cabeça para o comandante antes de seguir em direção à rampa de acesso ao Congresso.

    Supremo

    Enquanto o presidente do Congresso é escoltado de sua residência ao Parlamento, o presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), Cezar Peluzo, é recepcionado na Chapelaria pelo cerimonial da presidência da Câmara Federal, sendo conduzido ao gabinete do presidente.

    Em seguida, ambos seguem para o salão nobre do Senado, onde também ficarão autoridades, lideranças partidárias das duas Casas, bem como os secretários e diretores do Senado e da Câmara, à espera do presidente do Congresso. De lá, todos seguem em direção ao plenário da Câmara. Na mesa, os presidentes do STF e da Casa ocupam, respectivamente, os assentos à esquerda e à direita do presidente do Congresso.

    Casa Civil

    Somente então o chefe da Casa Civil, ministro Antônio Palocci, portador da mensagem presidencial para 2011, é conduzido à mesa do plenário, onde ocupa o assento à direita do presidente do parlamento. Também têm lugar o 1º secretário da Mesa do Congresso (função desempenhada pelo 1º secretário da Câmara).

    Seguindo o protocolo, o presidente do Congresso declara instalados os trabalhos da 1º sessão legislativa ordinária da 54ª legislatura e convida os presentes para, de pé, ouvirem o hino nacional, tocado pela banda dos Fuzileiros Navais. Na sequência, anuncia a entrega da mensagem presidencial e passa a palavra ao presidente do STF, para que faça a leitura da mensagem do Poder Judiciário.

    Logo após o pronunciamento de Cezar Peluzo, o presidente do Congresso anuncia a leitura da mensagem presidencial pelo 1º secretário da Mesa. Em seguida, falam, na ordem, o presidente da Câmara e o presidente do Congresso, que, ao terminar o discurso, declara encerrada a sessão.

Postar um novo comentário

Comentários (2)

  • joão agripnino souza | Sexta-Feira, 14 de Janeiro de 2011, 02h17
    0
    0

    Eu estou curioso pra saber o que o Taques vai fazer, convidará os suplentes? Eu aposto que ele convidará o Fiuza, pois ele nem quiz vir a Rondonópolis receber o título de cidadão que a camara ofereceu. É sinal que quebrou o vinculo com o suplente da cidade. Ainda mais agora que o TRE indeferiu a troca de posições. Eu se fosse Taques exigia de Medeiros que ele pagasse as contas de campnha. suplente só tem uma utilidade, ter dinheiro ou ter votos. O cara que não tem nenhum dos dois e ainda atrapalha, sai de baixo.

  • joão agripnino souza | Sexta-Feira, 14 de Janeiro de 2011, 02h17
    0
    0

    Eu estou curioso pra saber o que o Taques vai fazer, convidará os suplentes? Eu aposto que ele convidará o Fiuza, pois ele nem quiz vir a Rondonópolis receber o título de cidadão que a camara ofereceu. É sinal que quebrou o vinculo com o suplente da cidade. Ainda mais agora que o TRE indeferiu a troca de posições. Eu se fosse Taques exigia de Medeiros que ele pagasse as contas de campnha. suplente só tem uma utilidade, ter dinheiro ou ter votos. O cara que não tem nenhum dos dois e ainda atrapalha, sai de baixo.

França elegível; CNJ desatualizado

roberto franca 400 curtinha   O advogado Rodrigo Cirineu, que assumiu a assessoria jurídica da campanha a prefeito de Cuiabá de Roberto França (foto), assegura que o ex-prefeito está elegível. Explica que o cadastro de inelegibilidades do Conselho Nacional de Justiça, constantando ainda o nome de...

Candidato da família Oliveira à Câmara

luluca 400 curtinha   O jovem advogado Luluca Ribeiro (foto) é uma das apostas do MDB por renovação na Câmara da Capital. Concorre a vereador e tende a "herdar" o espólio político da família Oliveira, dos tios Dante, ex-governador que morreu em 2006, e Thelma, prefeita de Chapada dos Guimarães....

Deputado tenta censura e sem êxito

xuxu 400 curtinha   Em duas tentativas, o deputado estadual Xuxu Dal Molin (foto), candidato a prefeito de Sorriso pelo PSC, tentou, sem êxito, censurar o portal Rdnews. Na 1ª Vara Cível da Comarca de Sorriso, Xuxu ingressou com pedidos de antecipação de tutela, pleiteando retirada do ar de matérias que...

Rei do Gado entra numa difícil disputa

mauricao 400 curtinha   O leiloeiro Maurição Tonhá (foto), chamado por muitos de "Rei do Gado", está de volta à disputa eleitoral. O pecuarista com bens avaliados em R$ 19 milhões é candidato pelo DEM a prefeito de Água Boa, muncípio já administrado por ele por dois mandatos. Em...

Ajudando a enterrar CPI do Paletó

luciana zamproni 400 curtinha   O Palácio Alencastro está convicto de que, assim como na primeira votação, o relatório da CPI do Paletó que propõe punição ao prefeito Emanuel e vai ser votado nesta terça, será arquivado pela maioria dos vereadores cuiabanos. O desfalque do...

8 candidaturas e Thelma com chances

thelma de oliveira 400 curtinha   Mesmo sem apoio de nenhum outro partido, a não ser do seu PSDB, enfrentando forte desgaste político e rejeição popular e ainda problemas de saúde, se recuperando de tratamento de câncer de mama, a prefeita Thelma de Oliveira (foto) ainda tem chances de...