Últimas

Sexta-Feira, 31 de Agosto de 2007, 07h:55 | Atualizado: 26/12/2010, 12h:16

COLNIZA

Conselheiro acusa o governo Maggi de omissão

 O conselheiro do Tribunal de Contas do Estado, Antonio Joaquim, disse, durante sessão, que o governo Blairo Maggi está cometendo omissão imperdoável ao se recusar a decretar intervenção em Colniza (a 1.170 km a Noroeste de Cuiabá). Com cerca de 16 mil habitantes, o município vive o caos. Precisa recuperar a governabilidade. O prefeito Sérgio Bastos, o Serjão (PMDB), foi afastado, após uma manobra da Câmara Municipal em que seis titulares foram substituídos pelos suplentes; o presidente da Câmara Municipal, José Luiz de Paulo (PP), permaneceu desaparecido por quase dois dias e foi encontrado pela polícia em Aripuanã. Teria sido sequestrado no dia em que a Câmara votaria a cassação do prefeito. A cidade figura nas estatísticas como uma das mais violentas do país. O juiz da Comarca, Michel Lofti, requisitou reforço policial. Teme por sua integridade física.

   Para Antonio Joaquim, o governo não demonstra interesse em resolver o caos que se instaurou em Colniza. "O governo não pode ignorar uma situação tão perversa como essa que está acontecendo em Colniza". Ele observa que o processo de intervenção é normal e democrático. Já aconteceu em vários municípios de outros Estados. Na sua avaliação, basta o governo estadual nomear um interventor competente e, dentro de seis meses, consegue normalizar a gestão.

   As críticas de Joaquim foram reforçadas pelos demais conselheiros do TCE. "Trata-se de um ato de gestão. Colniza vive um quadro difícil e a responsabilidade é dos órgãos de controle. A democracia criou instrumentos de intervenção e isso é possível", destaca Valter Albano. O conselheiro Júlio Campos observou que, assim como em Confresa, Alto Boa Vista e Barão de Melgaço, Colniza precisa de ajuda do Estado. Afirma esperar que, da visita do colega Ubiratan Spinelli ao município saía um relatório duro no sentido de pedir ao governo intervenção já.

   Relator das contas de Colniza do execício de 2007,  Spinelli foi pessoalmente ao município. Disse que as pessoas estão assustadas. "A cidade não tem infra-estrutura. Quando chegamos lá, parecia uma sensação de alívio para a comunidade, mas nem conseguimos falar com o presidente da Câmara porque tinham sumido com ele", diz Spinelli. Ele recebeu várias denúncias formais. Conta que quando estava no hotel foi surpreendido com uma pedra lançada sobre o vidro de uma das janelas. "A situação é temerária".

Postar um novo comentário

Comentários (4)

  • Anônimo | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Conselheiro, não fique estressado com o Governador. Descanse na sua Casa da Baia de Siá Mariana.

  • Antonio Carlos Cuiabano | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Os conselheiros são bons para criticar, mas nao gostam de ser criticados, por que sera que estão mudos a respeito das contas de chica nunes/lutero ponce? em? é a denuncia contra o proprio tribunal? Esse tribunal faz jus ao todos falam ... nao faz nada.
    A sociedade cuiabana quer saber sobre as contas chica/lutero.

  • Maneporrete | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Há de se perguntar? Quem intervirá no TRIBUNAL-FAZ DE CONTA?

  • Cansei | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Agora sim.....

    Cansou Né manéporrete....

Três derrotas do marqueteiro Antero

antero de barros curtinha 400   O ex-senador, jornalista e marqueteiro Antero de Barros (foto) não levou sorte nas campanhas eleitorais as quais coordenou nestas eleições. Em Lucas do Rio Verde, empurrou à reeleição o prefeito Luiz Binotti que, mesmo com o poder da máquina, perdeu para o...

Lideranças jogaram duro contra EP

carlos favaro 400 curtinha   Emanuel Pinheiro teve uma reeleição sofrida em Cuiabá. Lutou contra os principais líderes políticos, que se juntaram em torno da candidatura de Abílio, uns publicamente, outros nos bastidores. O governador Mauro Mendes, por exemplo, jogou pesado para tentar derrotá-lo....

Bezerra ignora filiado do seu filiado

carlos bezerra 400   Carlos Bezerra (foto), o "cacicão" do MDB, abandonou antes da hora o palanque de Emanuel Pinheiro, mesmo se tratando do filiado mais importante em representatividade partidária no Estado. Bastou a pesquisa Ibope mostrar que o prefeito da Capital estava atrás de Abílio nas intenções de...

Sob ataques e humilhação e vitorioso

emanuel pinheiro 400 curtinha   Emanuel Pinheiro (foto) se emocionou ao falar com a imprensa neste domingo, pela primeira vez como prefeito reeleito. Lembrou que foi atacado não só neste período eleitoral, mas desde o início do mandato. Destacou a aprovação popular, com 86% de avaliação...

PT na oposição independente do eleito

edna sampaio 400   Independente de quem ocupar o Palácio Alencastro, a partir de janeiro, a professora Edna Sampaio (foto), única eleita pelo PT à Câmara de Cuiabá, fará oposição ao prefeito. E dá sinais de que será uma parlamentar bastante atuante. Neste segundo turno, como o seu...

Secretário não consegue eleger Fred

fred gahyva 400 curtinha   O vereador licenciado e secretário estadual de Saúde, Gilberto Figueiredo, foi um cabo eleitoral incansável pela candidatura de Fred Gahyva (foto) a vereador pela Capital. Ele liderou reuniões nas unidades de saúde, reforçando pedido de voto para o aliado e amigo de...

MAIS LIDAS