Últimas

Sexta-Feira, 13 de Julho de 2007, 08h:51 | Atualizado: 26/12/2010, 12h:16

Artigo

Constituição descumprida

     Nos dias atuais com a Ditadura Civil, novamente os Ex Cabos da Força Aérea Brasileira são atingidos e sentenciados por antecipação, e sumariamente por atos e documentos que emanam desta vez do Ministério de Estado da Justiça através da Comissão de Anistia, laureada como sendo “A da Paz”, porém embasados editados novamente pelo Comando da Aeronáutica (COMAER) em conflitantes jurisdições de direito dos poderes constituídos, numa intromissão inconstitucional. Quer dizer somos alvos e sentenciados pela segunda vez, efetivamente os ex Cabos pós 1964 Vítimas da Portaria 1.104/GM3/1964 sem direito a ampla defesa. Naqueles dias fomos tachados de subversivos com fundo Comunista sem merecer, pois na verdade os verdadeiros Comunistas foram quem contrariaram as Constituições de 1946 e 1967, destruindo a nossa democracia pelo o Julgo Militar. E hoje, o atual Governo de Esquerda, que tiveram seus integrantes também perseguidos pela mesma Ditadura Militar, desta vez, passou para o lado dos atuais Comandantes Militares da Aeronáutica, que por interesses exclusivamente políticos, se unem para massacrar mais uma vez uma parcela considerável dos idosos Ex Cabos da Força Aérea Brasileira, onde ainda permanecem na ilegalidade o descumprimento da Lei da Anistia Política 10.559 de 13 de Novembro de 2002, que assegura os direitos de todos que sofreram o “Ato de Exceção”, pela punição da Portaria 1.104/Gm3/1964.
     Em síntese, fomos perseguidos duas vezes: uma no período da Ditadura Militar e a outra pelo o Governo de esquerda em plena democracia, os quais uma classe de Ex Cabos punidos na mesma situação, foram brutalmente discriminados com o direito em Lei que não foi estendido a todos, pelo atual governante que tomou conhecimento das nossas prisões, das torturas e espancamentos com sofrimentos até a morte, onde os que ainda sobreviverem, tiveram seus direitos cerceados pelo Ato Institucional nº. 5, e sumariamente expulsos pela Portaria 1.104/Gm3/1964 como subversivos no período de 1964 á 1982 em pleno Regime de Exceção, que iniciou em 31 de março de 1964 e só terminou parcialmente em 28 de agosto de 1979, dando continuidade através da Lei de Segurança Nacional, o qual este Cruel Regime terminou definitivamente em 1985 com o fim da Ditadura Militar.
     Os idosos Ex Cabos da Força Aérea Brasileira só querem do Presidente Lula, o respeito do juramento feito por vossa Excelência em cumprir e defender a nossa Constituição brasileira. Com descumprimento da Lei da Anistia Política 10.559/2002 e a nossa Constituição de 1988 contrariada há 4 anos e seis meses, jamais podemos considerar o Brasil com o estado de direito democrático respeitado. Será que não bastam as Constituições de 1946 e 1967 contrariadas pela Ditadura Militar? Só queremos direitos de igualdades aos 3.180 Ex Cabos anistiados em sua administração, para acabar de vez com esta perseguição aos restantes dos ex militares ainda não anistiados, que foram punidos na mesma situação no período de 1964 á 1982. A Portaria 1.104/Gm3/1964 foi considerada Ato de Exceção de natureza exclusivamente política para todos, e não somente aos ex militares da FAB privilegiados, “O ABUSO DE ALGUMAS AUTORIDADES DESTE PAÍS, TIRA O DIREITO E A LIBERDADE DE MUITOS”.


Jurandir Nascimento Marques é ex Cabo da FAB, reside em Bom Jesus(SC)

 

Postar um novo comentário

Comentários

  • Comente esta notícia

Nomes do DEM para vereador de VG

pablo 400 curtinha   O DEM do casal Jayme-Lucimar, senador e prefeita, respectivamente, é dono da maior bancada na Câmara de Várzea Grande, com sete dos 21 vereadores. Destes, cinco já estão trabalhando projeto de reeleição, sendo eles Gisa Barros, que era do PSB; Valdemir Bernadino, o Nana; Pedro...

Flerte com candidato de outro partido

selma arruda 400 curtinha   Apesar de estar filiada ao Podemos, a ex-senadora Selma Arruda, que teve o mandato cassado por crimes eleitorais e deixou a cadeira neste ano, continua flertando com o pedetista, empresário e vice-governador Otaviano Pivetta, que não demonstra mais tanto ânimo para continuar com o projeto de disputa...

Joelson e as traições política e familiar

joelson 400   Dos 23 vereadores pela Capital que vão à reeleição, o que mais deve enfrentar dificuldades para obter êxito nas urnas é o sargento Joelson (foto), que aproveitou a janela de março e trocou o PSC pelo Solidariedade. Primeiro, por causa da atuação pífia. Trata-se de um...

Calistro, dúvida à reeleição e Sumaia

sumaia leite 400 curtinha   Jânio Calistro, reeleito para o 2º mandato de vereador em 2016 e como o mais votado em Várzea Grande, com 3.658 votos pelo PSD, se mudou para o DEM dos Campos, mas ainda avalia se vai encarar o teste das urnas deste ano. Ele se mostra um tanto baqueado, após ficar preso por três meses. E...

Grupos convergem para Emanuelzinho

emanuelzinho 400   O jovem deputado federal Emanuelzinho (foto) está cada vez mais empolgado com a possibilidade de disputar a Prefeitura de Várzea Grande. Até se mudou da Capital para a cidade vizinha, onde montou apartamento no Edifício Maktub. Uma das revelações políticas do PTB, Emanuelzinho tem...

Câmara de ROO e pasta de Controle

orestes miraglia 400 curtinha   A Câmara de Rondonópolis deu de ombros para uma decisão do Tribunal de Justiça e, em primeira votação, aprovou mensagem do prefeito Zé do Pátio, criando a secretaria de Transparência Pública e Controle Interno (SETRACI) em...

ENQUETE

facebook whatsapp twitter email

Em Cuiabá, o prefeito suspendeu a decisão de implantar rodízio de veículos entre placas pares e ímpares devido à Covid-19. Mas quer debater a ideia. Você concorda com rodízio?

concordo

discordo

tanto faz

não sei

Não se trata de pesquisa eleitoral, mas de um mero levantamento de opiniões de leitores do RDNews e do Blog do Romilson, com participação espontânea dos internautas. Resultado sem valor científico.